É Hora de Vender Itaú?

É Hora de Vender Itaú?

Rafael Ragazi  | 11.02.2020 12:09

O banco entregou um belo resultado para o 4T19, mas o mercado não está muito otimista para 2020. O sonho acabou?

Os renegados

Nos últimos meses, as ações dos grandes bancos brasileiros não acompanharam o movimento generalizado de alta observado no Ibovespa.

O mercado não está muito otimista com seus resultados em 2020. Espera-se que o lucro dos quatro grandes bancos cresça, em geral, menos de 5 por cento neste ano.

O aumento da alíquota de CSLL de 15 para 20 por cento, os juros mais baixos e o aumento da competição (fintechs) são os principais fatores que preocupam analistas e investidores em geral.

Fonte: Bloomberg

IBOV (Branco), ITUB4 (Verde), SANB11 (Rosa), BBDC4 (Vermelho) e BBAS3 (Laranja).

Mas após o Santander (SA:SANB11) (:{18775|SANB11}}) dar início à divulgação de bons resultados do segmento no fim de janeiro, com lucros crescendo +9 por cento, o mercado parece ter se lembrado do quão resiliente e rentável é o negócio bancário.

Na semana seguinte, o Bradesco (BBDC4) apresentou um crescimento de +14 por cento em seu lucro no 4T19 e, ontem, foi a vez do Itaú (ITUB4) apresentar um crescimento de lucro de +13 por cento no trimestre.

Com a alta dos “bancões” (e da Petrobras, PETR4), o pânico generalizado do pregão de ontem foi amenizado e o IBOV caiu apenas -1,05 por cento - mesmo assim, descolando-se das altas observadas nas bolsas ao redor do globo.

4T19 de vacas gordas

Em seu recém-divulgado resultado, o retorno sobre o patrimônio (ROE) do Itaú alcançou enormes 23,7 por cento.

O crescimento do PIB abaixo do esperado não foi o suficiente para impedir o aumento de +13 por cento no lucro líquido recorrente do banco em 2019.

Tal resultado veio de um maior volume de crédito concedido (+11 por cento), com melhor mix de produtos (produtos financeiros mais rentáveis) e maior margem financeira com clientes; de uma maior receita com serviços; e de despesas sob controle — com crescimento abaixo da inflação.

Na carteira de crédito, os grandes destaques foram as altas de +14 por cento em Pessoas Físicas e de +27 por cento nas Pequenas e Médias Empresas. Mas a continuidade do crescimento nas operações de crédito com Grandes Empresas também mostrou que a tendência de queda no segmento parece ter sido finalmente superada.

O fato de o banco tem conseguido crescer sua carteira de crédito no varejo sem aumentar sua despesa com PDD e sem perder o controle da inadimplência também indica um grande nível de disciplina na concessão de crédito.

Já a receita com serviços e seguros apresentou uma alta de +6 por cento no ano, mesmo com a forte queda da receita com adquirência (-21 por cento) — dada a nova realidade do mercado de pagamentos no Brasil.

Os destaques positivos foram a administração de recursos (+25 por cento) e receita com assessoria financeira (investment banking) e corretagem, que cresceu +79 por cento.

Por fim, o mais importante: para competir com as fintechs, o Itaú precisa ficar mais leve, reduzir custos.

E mostrou um excelente trabalho no controle de despesas, com destaque para as despesas administrativas (que cresceram apenas +0,7 por cento), que aumentaram ainda mais a eficiência do banco e permitiram que se aproximasse novamente dos níveis de ROE mais altos que já obteve.

2020 de vacas magras?

E o banco está confiante com a retomada econômica neste ano.

Sim, o ano passado foi muito bom para o Itaú, mas o que o mercado realmente quer saber é: como será 2020?

Sua projeção de crescimento do PIB é 2,2 por cento, com expectativa da maior criação de empregos formais em um ano desde 2013.

A inflação baixa mantém espaço para juros baixos e aceleração do crescimento, impulsionado principalmente pelo consumo e investimentos.

Juntamente com os resultados de 2019, o banco apresentou suas projeções:

Projeções 2020. Fonte: Itaú

Se por um lado existe uma pressão na receita por conta da maior competição, o banco tem como uma de suas principais armas o corte de custos para se adaptar à nova realidade.

Em 2019, a busca por eficiência e a maior demanda por atendimento via canais digitais levaram à redução anual de -10,5 por cento das agências físicas no Brasil. Além disto, o quadro de colaboradores foi reduzido em -5,4 por cento.

Com a melhora na economia, vem também uma expansão da carteira de crédito do banco e, consequentemente, das receitas. Mas os braços mais modernos como a XP ou o iti também mostram que o banco não está assistindo à chegada das fintechs de braços cruzados.

E, comparando as projeções de 2020 com as de 2019, o banco manteve a expectativa de expansão na carteira de crédito, mas com margem financeira (spread) subindo bem menos e com custo do crédito mais elevado (inadimplência).

O Itaú elevou bem a expansão de serviços e seguros e reduziu bem sua expectativa com despesas administrativas (não decorrentes de juros).

Um bom resumo é: o banco vai voltar a ganhar mais dinheiro com serviços e seguros e menos com empréstimos – o que é ótimo. Serviços possuem rentabilidade (ROE) muito maior e menor sensibilidade ao PIB.

O fato é que o Itaú tem se mostrado um banco cada vez mais digital, mais eficiente e atento a toda evolução no mercado bancário brasileiro. O Itaú, definitivamente, não será pego de surpresa.

Se ele vai vencer a corrida para encontrar a inovação antes que os novos entrantes encontrem a escala, só o tempo dirá.

Mas…

É tudo uma questão de preço

Enquanto o mercado nos permitir pagar apenas 12x lucros e 2x seu patrimônio líquido, não temos motivos para retirar ITSA4 (holding controladora de Itaú. Itaúsa é Itaú mais barato. Itaúsa é a mesma coisa que Itaú) da primeira posição do ranking do Investidor de Valor.

Itaúsa não é a ação que mais subirá em nossa bolsa. Mas, também, não é a que mais cairá. Caso o pior aconteça, o mercado sempre tende fugir para onde se sente seguro, e o Itaú, com todo seu excepcional histórico de entrega, certamente é um destes destinos.

Atualmente, as empresas em nossa bolsa negociam em média a 18x lucros e entregam um ROE de 11 por cento.

O Itaú, a 12x lucros e com ROE de 23,7 por cento, é barata demais pela capacidade de geração de lucros que tem.

Com rentabilidade elevada e preço baixíssimo, Itaúsa aguenta muito desaforo.

Estamos atentos à entrada de novos bancos digitais, mas o Itaú é o banco que está melhor preparado para a competição – sua capacidade de segurar custos e se reinventar é prova da capacidade de gestão do banco.

Durma tranquilo. Seja feliz. Compre ITSA4.

Rafael Ragazi

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Outlander Brazil
Outlander Brazil

kkkk... ação é time de futebol ?  é isso?  o pessoal agora tem ação e vira torcedor, caro, barato, inflado... isso quem importa é só o Buffet e o Graham,  aqui o negócio é torcer, é isso mesmo? kkkkk. é divertido de ver  ... (Leia Mais)

17.02.2020 21:36 GMT· Responder
TraderAgressivo
TraderAgressivo

engraçado pq Itaú não se vende. devia vir com a opção de desabilitar a venda da ação no hb. Itaú só se compra, é aquela ação pra depois da aposentadoria, especificamente pro testamento, pra ficar de herança pras crianças....  ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:45 GMT· Responder
Outlander Brazil
Outlander Brazil

SIM. é hora de vender Itaú (banco ótimo porém tudo precificado, está caro...) e comprar Banco do Brasil (BBAS) que está super descontado perante os pares e reporta resultado robusto e tem upside muitíssimo superior a Itaú e Bradesco, esses últimos já precificados.... convicção absurda no BBAS3  ... (Leia Mais)

13.02.2020 14:21 GMT· Responder
Jean Lemes
Jean Lemes

É sim, vende pra mim rsrs   ... (Leia Mais)

12.02.2020 22:36 GMT· Responder
Jose Costa
Jose Costa

Comprei e vou comprar mais...Dividendos otimos   ... (Leia Mais)

12.02.2020 16:10 GMT· Responder
Fabio Luiz Honda
Fabio Luiz Honda

Kkkkk  ... (Leia Mais)

12.02.2020 05:15 GMT· Responder
Marcello Paolo Moretto Tumelero
Marcello Paolo Moretto Tumelero

concordei contigo. p/l de 12 lucrando 30 bi por ano, fala sério, é barata. cadê o premio por ser a empreasa que mais lucra no país?  ... (Leia Mais)

12.02.2020 02:01 GMT· Responder
Luiz Ferreira Santos
Luiz Ferreira Santos

Comecou com ITUB.e terminou com ITSA. Ficou confusa essa matéria. São papéis com PL diferentes  ... (Leia Mais)

12.02.2020 01:09 GMT· Responder
Glauco Mendes
Glauco Mendes

Que texto ruim. Repete muita informação e não faz uma análise resumida do contexto do artigo.  ... (Leia Mais)

12.02.2020 00:09 GMT· Responder
Silva Renato
Silva Renato

Sobre a matéria, faz sentido.. Sobre a autoria do texto, acredito que a autoria seja do Bruce Barbosa, da NORD.  ... (Leia Mais)

11.02.2020 23:07 GMT· 1 · Responder
Lucas At
Lucas At

espero que caia pra comprar mais.  ... (Leia Mais)

11.02.2020 22:05 GMT· Responder
Cristiano Freitas
Cristiano Freitas

Menos de 1% dasAções do itaú (itub3 ou itub4) são negociadas por dia. O resto fica parado.Hora de vender é praSardinha que sustenta o sistema e nunca fica rico. Rico compra, o resto mede rentabilidade e realiza lucro. Vende o bom praComorar uma aposta. Por isso que na próxima crise voltaremos para os 400 mil cpfs na rendaVariável.   ... (Leia Mais)

11.02.2020 20:29 GMT· Responder
Carlos Vena
Carlos Vena

70% das ações do Itaú estão na mão de estrangeiros. Ou seja, o preço delas e das dos outros bancos refletem a expectativa dos estrangeiros com o Brasil. Essa história de que as ações estão travadas por causa de fintechs e regulamentação é papo-furado. Estão travadas, pois o mundo não está confiante no Brasil e elas é que absorvem o impacto. Fintech já existe em país desenvolvido e não acabou com banco nenhum, nenhum estrangeiro cai nessa baboseira. Banco só anda quando o humor do mundo com o Brasil melhora. resumindo, concordo que estão baratas, mas não é pelo motivo que você diz.  ... (Leia Mais)

11.02.2020 20:12 GMT· Responder
MagnataOpcoes
MagnataOpcoes

Pm em itsa em 6 reaus  ... (Leia Mais)

11.02.2020 19:05 GMT· Responder
Solano Gomes
Solano Gomes

porra ate que fim um cara de coragem! esta merda é de especulador, quando esta na alta os executivos compra fudendo o povo Brasileiro. parabéns pela sua atitude. compartilhando sua analise na minha empresa!  ... (Leia Mais)

11.02.2020 18:28 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App