Balanços corporativos ditam o ritmo das bolsas.

Balanços corporativos ditam o ritmo das bolsas.

Haramoto  | 25.10.2012 07:37

ÁSIA: A maioria das bolsas da Ásia fecharam em alta nesta quinta-feira, divergindo de Wall Street, que caiu em meio a cautela contínua com a temporada de balanços corporativos. Netflix caiu depois de cortar sua previsão de crescimento e Boeing que também terminou a sessão com perdas depois de atualizar os investidores. Além disso, presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, comentou que a atividade econômica continuou a se expandir em um ritmo moderado, a geração de emprego ainda é fraca e a taxa de desemprego continua elevada. O mercado de trabalho deve melhorar gradualmente, mas a inflação está sob controle. O Fed não fez nenhuma alteração na sua terceira rodada de compras de ativos de 40 bilhões de dólares por mês. Nikkei do Japão subiu 1,13%, S & P / ASX 200 da Austrália subiu 0,1%, enquanto Kospi da Coreia do Sul subiu 0,55%. No comércio chinês, Hang Seng de Hong Kong subiu 0,12%, enquanto o Xangai Composite Index recuou 0,68%. O nervosismo não impediu que algumas empresas fechassem em alta. Telecom KDDI saltou 5,5% em Tóquio, enquanto a trading Sumitomo subiu 1,4%, após uma reportagem dizer que as empresas planejam unir suas atividades de televisão por cabo. O iene caiu contra o dólar depois de um relatório dizer que o Banco do Japão, provavelmente anunciará novas medidas flexibilização em sua reunião em 30 de outubro. Exportadores foram beneficiados. Mitsubishi Motors subiu 4,4% e Casio Computer subiu 3,4%. Telecoms ganharam em Sydney. Telstra terminou a sessão 1% maior. O banco Australia and New Zeland Banking caiu 0,9% depois de soltar alerta, onde espera condições comerciais cada vez mais desafiadoras e registrar um aumento de 6% no lucro líquido do primeiro semestre. No comércio sul coreano, Hyundai Motor subiu 4,1%, após reportar um aumento de 13% no lucro líquido no terceiro trimestre, ligeiramente mais forte do que o esperado. A operadora de casino Wynn Macau subiu 3,00% em Hong Kong, com o mercado aparentemente aceitando a queda de 4,3% da receita da empresa no último trimestre, como anunciado pela Wynn Resorts. A rival Sands China subiu 2,8%. A gigante de petróleo Cnooc saltou 1,37% em Hong Kong depois que registrar um aumento de 5,2% na receita do terceiro trimestre e elevou sua meta de petróleo e de gás em 2012, mas empresas relacionadas a outras commodities em Hong Kong ficou sob pressão de venda. Aluminum Corp of China caiu 2,3% e China Coal Energy perdeu 1,2%. Em Xangai, Dongfeng Automobile caiu 5,9%, enquanto Poly Real Estate perdeu 2,41%.

EUROPA: As bolsas europeias sobem, impulsionado pelos bem-recebidos resultados corporativos. O índice Stoxx Europe 600 sobe 0,60%, quebrando uma sequência de três dias de perdas. O setor de alimentos apresenta ganhos, com a Unilever subindo 4% depois que reportou vendas mais elevadas, impulsionados pelo aumento dos preços. A gigante de bens de consumo advertiu sobre a continuidade da incerteza global. A empresa química alemã BASF também divulgou seus resultados e sobe 2,47%, após confirmar sua perspectiva para o ano, mesmo postando uma queda no lucro líquido do terceiro trimestre, o que ajuda a elevar o índice alemão DAX 30. Por outro lado, a montadora Daimler caem 3% depois de alertar que o lucro antes juros e impostos cairá em 2013. France Telecom postou uma queda no lucro do terceiro trimestre, disse que 2013 poderia ser mais difícil do que este ano e propôs cortar seu dividendo. As ações sobem 0,5% em Paris. O francês CAC 40 sobe, apoiado por um ganho de 2% para a seguradora peso pesado AXA, depois de reportar um aumento de 3,7% nas vendas nos primeiros nove meses do ano, por conta de um dólar mais forte. Em Londres, o índice FTSE 100 sobe, com as ações da Anglo American avançando 1,5% após a empresa registrar ganhos de produção em cinco de suas sete commodities no terceiro trimestre. O aumento nos preços dos metais apoiam outras mineradoras. BHP Billiton sobe 1,13% e Rio Tinto avança 1,07%. Os bancos também subem em toda a Europa. Barclays sobe 1,35% e Deutsche Bank avançam 1,7%.

AGENDA DE HOJE :
EUA: 10h30 - Initial Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);
10h30 - Durable Good Orders de setembro (avalia o volume de pedidos e entregas de bens duráveis no período);
12h00 - Pending Home Sales de setembro (mede a venda de casas existentes nos EUA com contrato assinado, mas ainda sem transação efetiva).


AGENDA DO PRÓXIMO PREGÃO
EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: GFK Consumer Confidence Survey de Novembro (mede o nível de confiança do consumidor alemão sobre o futuro da economia local); Import Prices de Setembro (mede os preços de bens importados na Alemanha).
REINO UNIDO: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
EUA: 10h30 - Quarta prévia do PIB e de seu deflator, todos baseados no terceiro trimestre; 11h55 - Versão final do Michigan Sentiment de outubro (mede a confiança dos consumidores na economia norte-americana).

ÍNDICES MUNDIAIS (7h25):

ÁSIA
Austrália: +0,10%
Nikkei: +1,13%
Hong Kong: +0,12%
Xangai Composite: -0,68%

EUROPA
London - FTSE: +0,43%
Paris Cac 40: +0,62%
Frankfurt - Dax: +0,60%
Madrid IBEX: +0,22%
Milão MIB 40: +0,53%

COMMODITIES
BRENT: +0,85%
WTI: +0,96%
OURO: +0,76%
COBRE: +0,08%
NÍQUEL: +0,41%
SOJA FUTURO: +0,02%
ALGODÃO FUTURO: +0,26%

INDICES FUTUROS
Dow: +0,48%
SP500: +0,62%
NASDAQ: +0,68%

RESULTADOS CORPORATIVOS:
EUA: Apple, Procter & Gamble, Amazon.com, ConocoPhillips, Occidental Petroleum, Altria Group, Colgate-Palmolive, Simon Property, The Dow Chemical, Biogen Idec, National Oilwell Varco, Celgene Corporation, Dominion Resources, Franklin Resources, Precision Castparts, The Chubb Corporation, McKesson Corporation, CME Group, Raytheon, Sprint Nextel, Noble Energy, International Paper, Hershey, Sherwin-Williams, Aetna, Mead Johnson Nutrition Company, PACCAR, Xcel Energy, Cerner Corporation, CA Technologies, Zimmer Holdings, Starwood Hotels & Resorts Worldwide, Roper Industries, Mylan, Coca-Cola, Cabot Oil & Gas Corporation, EQT Corporation, Principal Financial, CONSOL Energy, KLA-Tencor Corporationn, Eastman Chemical, VeriSign, Expedia, PulteGroup, Ball Corporation, Cincinnati Financial, CMS Energy, Varian Medical Systems, AutoNation, DENTSPLY International, Dun & Bradstreet, Bemis Company, PerkinElmer, FLIR Systems, Federated Investors.

BRASIL: Autometal, Grendene, Klabin, Odontoprev, Santander, Tractebel.

AMANHÃ: A PETROBRAS divulga sexta-feira seu balanço do 3T2012.

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuíto, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório.

Haramoto

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.