Bolsas Avançam Após Alguns Índices Registrarem Novos Topos Históricos

Bolsas Avançam Após Alguns Índices Registrarem Novos Topos Históricos

Haramoto  | 08.05.2013 07:21

ÁSIA: Os mercados da Ásia subiram nesta quarta-feira, após outro recorde para os índices da Alemanha, o pan-índice Europe Stoxx 600, que terminou em seu nível mais alto desde junho de 2008 e também nos EUA, onde DJI fechou acima de 15.000 pontos.

Na China, Xangai Composite subiu 0,5% e Hang Seng de Hong Kong adicionou 0,9%, após dados oficiais mostrarem um superávit comercial de 18.160 milhões de dólares em abril. As exportações saltaram 14,7% em relação ao ano anterior e as importações cresceram 16,8%, superando as expectativas. Outros mercados que contam com a China como um parceiro comercial fundamental avançaram.

O Nikkei do Japão subiu de 0,7%, terminando em 14,285.69, seu maior fechamento desde 18 de junho de 2008, TAIEX de Taiwan ganhou 1,3%, S&P/ASX 200 da Austrália subiu 1,1% e Kospi da Coréia do Sul subiu 0,1%.

O setor de recursos foi destaque em toda a região, após salto nas importações chinesas. PetroChina avançou 2,9% e Cnooc subiu 1,4% em Hong Kong e em Shanghai, a mineira de carvão China Shenhua Energy ganhou 0,4% e China Coal Energy adicionou 0,2%.

Em outros mercados, Fortescue Metals cravou 5,4% e Rio Tinto fechou 2,6% maior em Sydney. Em Tóquio, a produtora de energia Inpex ganhou 1,8% e a trading Marubeni saltou 1,1%.

Em Hong Kong, HSBC saltou 1,7%, um dia depois que relatou aumento no lucro do primeiro trimestre. Em contrapartida, Esprit Holdings caiu 4,8% em Hong Kong, após a varejista de vestuário emitir um alerta de lucro. A operadora de bolsa Hong Kong Exchanges & Clearing deslizou 1,1% depois que seu lucro trimestral cresceu apenas 1% em relação ao ano anterior, embora a receita tenha aumentado 20%.

Em Tóquio, as ações da prestadora de serviço móvel Softbank avançaram 2,9% depois que Alibaba Holding, na qual tem participação, disse que quase triplicou seus lucros no quarto trimestre de 2012. Sharp saltou 6,3% depois de um jornal nikkei informar que dois bancos aumentaram a linha de crédito para a empresa.

Alguns exportadores avançaram na sequência das fortes altas em Wall Street. Olympus ganhou 5% e Sony subiu 2,1%, mas as ações da Toshiba caíram 5% após boato que os lucros da empresa pode ficar abaixo de sua previsão para o ano fiscal encerrado em 31 de março.

Na Austrália, os mercados terminaram menor na terça-feira, depois que o Reserve Bank of Australia (RBA) surpreendeu a maioria dos economistas com um corte da taxa de juros, recuperando parte da queda. Ações da Commonwealth Bank of Australia ganharam 1,3% e Australia and New Zeland Banking adicionou 0,9%, enquanto a empresa de telecomunicações Telstra subiu 1,2%.

EUROPA: Os mercados europeus avançam, somando-se aos ganhos do dia anterior quando o índice de referência da região postou um novo recorde em 2013, o índice alemão fechou em seu melhor nível em todos os tempos e DJIA fechou acima da marca de 15 mil pela primeira vez. O cenário otimista também se deve pelos fortes dados comerciais chineses.

O Stoxx Europe 600 avança 0,2% para 302,40, após alta de 0,3% na terça-feira. As ações da Delhaize sobem 2,8%, após a varejista de alimentos belga relatar um aumento de 13% no lucro operacional no primeiro trimestre e anunciou que o CEO Pierre-Olivier Beckers planeja se aposentar no final do ano.

Em uma nota pessimista, as ações do Standard Chartered perdem 5,3% em Londres. O banco registrou queda no lucro do primeiro trimestre, com aumento na inadimplência e crescimento moderado da receita. Empresas de recursos, que tendem a subir com sinais otimistas da China, estavam entre os destaques de alta.

A mineradora Anglo American ganha 2,1%, BHP Billiton adiciona 1,3% e Antofagasta sobe 0,8%. A mineradora Rio Tinto sobe 0,8%, depois que o presidente da Rio Tinto Iron Asia, Alan Smith, disse que espera aumentar as vendas de minério de ferro para a China, em um nível recorde este ano, devido ao aumento da demanda do país por aço.

Empresas de petróleo também avançam. BG Group sobe 1,1% e Royal Dutch Shell avança 1%, sustentando o índice FTSE 100 do Reino Unido. Na Alemanha, o índice DAX 30 sobe. Deutsche Telekom avança 3,8% e a seguradora Allianz cai 4,1%. Na França, o índice CAC 40 também sobe. Societe Generale sobe 1,8% e BNP Paribas recua 0,5%.

AGENDA DE HOJE:

EUA: 11h30 - Relatório de Estoques de Petróleo (relatório sobre o nível das reservas americanas de petróleo).

AGENDA DA PRÓXIMA SESSÃO

EUROPA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
ALEMANHA: Não está prevista a divulgação de indicadores econômicos.
REINO UNIDO: Industrial Production de Março (números da produção industrial do Reino Unido); Decisão da Reunião do Banco da Inglaterra (BoE) de Maio para deliberar sobre a taxa básica de juros britânica que está fixada em 0,50% ao ano).
EUA: 09h30 - Initial Jobless Claims (mede a quantidade de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos); 11h00 - Wholesale Inventories de Março (dados decorrentes das vendas e dos estoques no atacado americano).

ÍNDICES MUNDIAIS (7h05):

ÁSIA
Austrália: +1,09%
Nikkei: +0,74%
Hang Seng: +0,86%
Xangai Composite: +0,48%

EUROPA
London - FTSE: +0,27%
Paris Cac 40: +0,68%
Frankfurt - Dax: +0,56%
Madrid IBEX: +0,47%
Milão MIB 40: +0,47%

COMMODITIES
BRENT: -0,36%
WTI: -0,09%
OURO: -0,03%
COBRE: +0,81%
NÍQUEL: +0,75%
SOJA FUTURO: +0,77%
ALGODÃO FUTURO: -0,14%

INDICES FUTUROS
Dow: +0,09%
SP500: +0,04%
NASDAQ: +0,10%

BALANÇOS CORPORATIVOS:

EUA: AOL, CommonWealth, Deutsche Telekom, Huntington Ingalls, Starwood Property Trust, Groupon, Tesla Motors, Transocean

BRASIL: AES Tiete, BRASILAGRO, Eletropaulo, Energias BR, EVEN, Lojas Renner,
MILLS, MPX Energia, QGEP Participações, Randon Participações, SLC Agrícola, Sonae Sierra Brasil

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuíto, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório.

Haramoto

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.