Café: Ritmo de Negócios é Lento e Preços Recuam

Café: Ritmo de Negócios é Lento e Preços Recuam

Cepea  | 21.06.2017 09:54

O feriado de Corpus Christi (15) e as oscilações nos preços internacionais do café na última semana reduziram o ritmo de negócios no mercado brasileiro. Além disso, conforme pesquisadores do Cepea, produtores estão retraídos, focados nas atividades de colheita. Nesse cenário, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, caiu 1,26% entre 13 e 20 de junho, fechando a R$ 445,37/saca de 60 kg nessa terça-feira, 20. Quanto ao robusta, as negociações têm ocorrido apenas quando há necessidade de caixa ou de repor estoques. Nessa terça-feira, 20, o Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6, peneira 13 acima fechou a R$ 409,97/saca de 60 kg, baixa de 2,05% na mesma comparação.

ARROZ: INDÚSTRIA ATIVA E VENDEDOR RECUADO ELEVAM PREÇO DO CASCA

Com necessidade de repor estoques e atender à demanda dos setores atacadista e varejista dos grandes centros consumidores, parte das indústrias está ativa no mercado para novas aquisições, impulsionando os valores do arroz em casca. Do lado vendedor, boa parte dos orizicultores segue recuada, focada na venda de gado e/ou soja. Apenas produtores com necessidade de “fazer caixa” e cumprir com pagamentos de safra têm vendido lotes de arroz em casca. Nesse cenário, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, subiu 0,21% entre 13 e 20 de junho, indo a R$ 39,81/sc de 50 kg nessa terça-feira, 20.

ALGODÃO: RETRAÇÃO COMPRADORA PRESSIONA VALORES

A demanda por algodão em pluma está baixa no mercado brasileiro, o que tem pressionado as cotações. Depois de adquirir alguns lotes nas últimas semanas, parte das indústrias se retraiu, aguardando o avanço da colheita da safra 2016/17. Do lado vendedor, conforme colaboradores do Cepea, agentes têm cedido à pressão de compradores, que estão descontentes com a qualidade dos lotes disponíveis. De 13 a 20 de junho, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias recuou 0,86%, fechando a R$ 2,7671/lp nessa terça-feira, 20.

ALFACE: CHUVA REDUZ OFERTA E COTAÇÕES AUMENTAM EM SP

As cotações das alfaces estão em alta nas regiões paulistas de Ibiúna e Mogi das Cruzes. Conforme colaboradores do Hortifruti/Cepea, as chuvas da última semana causaram apodrecimento, pintas e mela, que levaram ao descarte de parte das folhosas. Além disso, o clima mais frio atrasou o desenvolvimento das alfaces. Entre 12 e 16 de junho, a americana se valorizou 9,84% em Ibiúna, com média de R$ 15,20 por caixa com 12 unidades. A lisa teve preço médio de R$ 14,65/cx com 20 unidades na praça paulista, alta de 13,08% na mesma comparação. Em Mogi das Cruzes, a americana teve média de R$ 17,12/cx com 12 unidades, aumento de 7,17%. O preço da crespa, por sua vez, subiu 9,14%, com média de R$ 17,50 entre 12 e 16 de junho.

Cepea

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+