Cinco Características Comuns Entre Grandes Investidores

Cinco Características Comuns Entre Grandes Investidores

Tiago Reis  | 22.10.2020 09:56

Nada melhor do que aprender com aqueles que chegaram onde queremos chegar. Aprender sozinho como começar a investir melhor pode ser muito mais entediante, suscetível a erros e menos produtivo. Dito isso, é primordial estudar os investidores de sucesso para conseguir aumentar nossos retornos de longo prazo.

Um desses investidores de sucesso é Mark Sellers, gestor de um conceituado hedhe fund (fundo de hedge), que, em conversa com estudantes de MBA em Harvard, citou cinco características comuns a grandes investidores. O conteúdo que ele trouxe ajuda a trabalhar nas próprias fraquezas:

1. A capacidade de comprar ações quando outros estão em pânico, e vender enquanto outros estão eufóricos

Esta é muito fácil de dizer, mas extremamente difícil de realizar. Todos pensam que podem fazer isso. No entanto, quando chegam dias como a Black Monday, em 1987, e os do primeiro trimestre deste ano, poucos possuem o estômago para comprar.

Pelo outro lado, quando o mercado está em forte alta, como a que vivemos entre 2016 e o início de 2020, poucos têm coragem de vender, pois sentem medo de ficar para trás nos rendimentos.

Isto não significa que investidores devem comprar qualquer coisa no fundo, como muitos que levam o conselho ao pé da letra fazem. Nem que devemos vender nossas ações após qualquer alta, afinal, somos investidores de longo prazo.

Qualquer decisão de compra e venda deve ser tomada após uma extensa análise fundamentalista e conclusão à respeito da relação risco x retorno do ativo.


2. Obsessão pelo jogo e desejo de vencer

O mercado financeiro é a competição intelectual mais fascinante da história da humanidade. Nele, milhões de participantes, negociando trilhões de dólares, diariamente, estão competindo por retornos.

Assim como os atletas de grande sucesso, seja qual for o esporte, os grandes investidores não apenas gostam de investimentos. Eles vivem os investimentos, genuinamente. Logo que acordam, provavelmente já estão treinando, isto é, refletindo sobre o risco de seu portfólio e pensando sobre suas empresas. Trata-se de paixão. É preciso ter isso em mente.


3. Aprendem com os erros passados

Este também é muito fácil de dizer, mas difícil de realizar. Afinal, os seres humanos aprendem muito no curto prazo, mas absolutamente nada no longo prazo (por isso a história não se repete, mas rima).

Frequentemente, cito a metáfora do quão bom seria saber como/onde morreríamos, para nunca irmos lá. Pela grande maioria dos erros cometido serem razoavelmente simples, nós os ignoramos, sem analisá-los como deveríamos. Deste modo, estes erros acabam sendo cometidos novamente.

4. Senso de risco baseado no bom senso

Nesta característica, Sellers cita o exemplo do Long-term Capital Management, fundo super renomado que possuía um time de profissionais de alto nível, incluindo traders de sucesso de Wall Street e economista ganhadores do Nobel.

Os responsáveis utilizavam modelos de risco sofisticados, mas falharam em perceber algo que parecia óbvio: estavam terrivelmente alavancados. A alavancagem é cruel, pois por mais que ela amplifique seus retornos quando os tempos são bons, te tira completamente do jogo em momentos de stress.

No caso do Long-term Capital Management, os profissionais não pararam para pensar se os computadores estavam exibindo algo que fazia sentido na vida real. Eles ignoraram o bom senso completamente, e foram punidos por isso.

5. Confiança em suas próprias convicções

Mesmo quando sofrem críticas e estão do outro lado da manada, os grandes investidores permanecem firmes em seus pensamentos. Warren Buffet foi um dos únicos que não sucumbiu à irracionalidade da bolha “ponto com”, mesmo extremamente criticado na época, e tido como ultrapassado.

É importante mencionar que essa convicção é uma consequência de horas intensas de estudo. Não seja convicto sobre um assunto sem trabalhar nele incessantemente.

Este foram os cinco traços em comum entre os grandes investidores. Acredito que ainda há diversos outros, como a capacidade de lidar com a volatilidade sem mudar o racional dos investimentos e o estudo de diversas habilidades mentais, não apenas a parte matemática.

De qualquer forma, podemos – e devemos – trabalhá-las se quisermos aumentar nossos retornos.

Tiago Reis

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Fernando Franzini
Fernando Franzini

Por aí é que se vai longe. Parabéns e obrigado!  ... (Leia Mais)

22.10.2020 20:25 GMT· Responder
Gustavo Mauro Barbosa
Gustavo Mauro Barbosa

Ótimo texto ! Características muito simples, até óbvias, mas que poucos de fato tem e agem de acordo.  ... (Leia Mais)

22.10.2020 19:34 GMT· Responder
Gustavo Mauro Barbosa
Gustavo Mauro Barbosa

Ótimo texto ! Características muito simples, até óbvias, mas que poucos de fato tem e agem de acordo..  ... (Leia Mais)

22.10.2020 19:33 GMT· Responder
Louzadex
Louzadex

Parabéns, gostei do conteúdo! Um Abraço!!  ... (Leia Mais)

22.10.2020 16:30 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.

';