Depois de um Impressionante Rali de 5 Anos, Vale a Pena Investir na Starbucks?

Depois de um Impressionante Rali de 5 Anos, Vale a Pena Investir na Starbucks?

Investing.com  | 10.02.2020 10:26

Em um ambiente de juros cada vez menores, os investidores de longo prazo têm poucas opções disponíveis para obter bons retornos. A poupança vem pagando quase nada, enquanto os rendimentos dos títulos governamentais estão extremamente baixos.

Uma estratégia que funcionou durante o ano de 2019 foi investir em ações de qualidade e pagadoras de dividendos, capazes de oferecer tanto ganhos de capital quanto uma distribuição cada vez maior de proventos. A operadora da popular rede de cafés Starbucks (NASDAQ:SBUX) ficou entre as melhores opções nesse grupo, permanecendo entre as escolhas favoritas dos analistas que previam que seus bons resultados gerariam ainda mais ganhos.

O impressionante rali de cinco anos da vendedora de Frappuccinos e Pumpkin Spiced Lattes torna ainda mais difícil a tarefa dos investidores de tentar decidir ser ainda vale a pena investir nessa ação pagadora de dividendos.

Preços Semanais Starbucks

As ações da fornecedora de cafés especiais estão enfrentando dificuldades para registrar nova máxima, depois de atingirem o pico em julho. De fato, elas caíram mais de 10% nos últimos seis meses, fechando a US$ 86,42 na sexta-feira.

O recente ciclo de baixa começou quando a Starbucks declarou, no dia 28 de janeiro, que fecharia temporariamente mais da metade das suas lojas na China por causa da disseminação do coronavírus. Esses fechamentos no seu segundo maior mercado, onde opera 4.292 lojas, tornará mais difícil para que a empresa sediada em Seattle atinja sua meta de crescimento de 10% no lucro por ação.

Saída de um investidor ativista

Outro evento que tem contribuído para que alguns investidores considerem que o bom momento da ação acabou ocorreu quando o investidor ativista Bill Ackman encerrou sua grande posição na Starbucks, depois de conseguir um retorno de mais de 70% em 19 meses.

O fundador bilionário e CEO da Pershing Square (NYSE:SQ) Capital Management disse aos acionistas, na semana passada, que os retornos futuros da rede podem “ficar mais modestos”.

A Starbucks “deve continuar gerando um crescimento robusto de resultados através de uma das marcas mais dominantes, atraentes e rentáveis do mundo”, de acordo com a apresentação. As vendas nas mesmas lojas da Starbucks nos EUA superaram as expectativas, com um crescimento médio de 5% ao longo do período do investimento da Pershing Square (NYSE:SQ).

Apesar desses reveses temporários, não há muitas indicações de que essa fantástica história de crescimento esteja ficando menos atraente aos investidores de longo prazo que buscam lucrar com o crescimento constante dos dividendos. No mês passado, a empresa registrou um forte primeiro trimestre fiscal em 2020, superando as estimativas dos analistas. Na América do Norte, a Starbucks continuou crescendo graças às suas iniciativas de inovação tecnológica, planos de recompensa a clientes e melhores formatos de loja. As vendas comparáveis cresceram 6% nos EUA e 3% na China durante o período.

Pelo lado da estratégia, a Starbucks continua no caminho certo, na medida em que a rede ganha fãs de cafés não só em seus mercados domésticos, mas também na China, um país que assumiu o centro do palco em sua estratégia de crescimento. O programa de fidelidade da Starbucks cresceu para 18,9 milhões de membros ativos nos EUA, uma alta de 16% ano a ano durante o 1º tri.

Com esse crescimento, os dividendos cada vez maiores da Starbucks são outro atrativo para investidores em busca de renda. Raramente encontramos uma ação que renda mais de 2% e ofereça um crescimento tão impressionante de dividendos. Os proventos distribuídos aos acionistas da Starbucks atualmente são de US$ 1,64 ao ano, com yield de 1.9%.

Nos últimos cinco anos, a Starbucks apresentou um crescimento médio de dividendos por ação de quase 23% e, com um payout ratio de cerca de 50%, não parece que o ritmo de retorno financeiro vai desacelerar no curto prazo. A ação é negociada a 29 seus resultados prospectivos, com uma taxa de crescimento de resultados estimada em 12-15% no longo prazo.

Resumo

Não vemos qualquer obstáculo substancial para as ações da Starbucks em 2020, já que as principais metas operacionais da empresa continuam no caminho certo. Ao mesmo tempo, não vemos uma repetição do seu desempenho de 2019, principalmente pelo fato de a economia chinesa estar enfrentando um grande risco de desaceleração por causa do coronavírus.

Dito isso, a Starbucks continua sendo uma atraente candidata para estratégias de buy-and-hold, principalmente graças ao seu robusto crescimento de dividendos. O recente recuo no valor das suas ações oferece um bom ponto de entrada.

Investing.com

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Felipe Ribeiro
Felipe Ribeiro

Muito bom!   ... (Leia Mais)

12.02.2020 09:34 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App