Dollar is the New Black

Dollar is the New Black

Jason Vieira  | 26.11.2019 08:23

As palavras ontem de Paulo Guedes sobre o câmbio e juros se uniram ao déficit de conta corrente acima das expectativas médias dos analistas, com redução do Investimento Externo Direto e reforçou a desvalorização do Real contra o dólar como o mote do curto prazo, independente do cenário local e internacional.

Já citamos anteriormente aqui a conjunção de fatores que de certa maneira determinam a forte desvalorização do Real frente ao dólar americano, todavia, a realidade é que este processo tem ultrapassado inclusive nossos pares internacionais em termos de intensidade.

O alento para tal movimento já se esperou que viesse da aprovação das reformas como a da previdência, da cessão onerosa e de mais outros fatores, porém a realidade se impõe ao demonstrar que talvez somente o fim da guerra comercial EUA-China dê ao investidor internacional a segurança para retornar a países como Brasil.

Neste sentido, o principal negociador comercial da China, Liu He, diz que conversa com o Lighthizer e Mnuchin, sobre "resolver os principais problemas”.

"Ambas as partes discutiram a resolução de questões centrais de interesse comum, chegaram a um consenso sobre como resolver problemas relacionados (e) concordaram em permanecer em contato sobre as questões remanescentes para um acordo de fase um", disse o comunicado em chinês.

Ou seja, somente retorica, nada de concreto ocorre em meio ao desalento causado pela guerra comercial.

Enquanto isso, o investidor internacional retém seus ativos onde lhe melhor convém, como as bolsas de valores americanas, com seus ativos hiperinflacionados ou juros de baixos a negativos em nível global.

Neste sentido, Guedes disse ontem que a economia brasileira estava começando a se recuperar e ele não estava preocupado com as flutuações da taxa de câmbio que viram o Real fechar o dia mais fraco do que nunca em relação ao dólar.

"Temos um câmbio flutuante, então ela flutua," diz o ministro.

Ele está correto e ao mesmo tempo o mercado evitar a demanda por intervenções governamentais sempre que se julgar afetado também faz parte do jogo de um governo com viés econômico liberalizante.

A agenda hoje reserva dados do mercado imobiliário aqui e no exterior, com o setor registrando o seu maior valor de mercado neste mês no Brasil.

Vendas de casas, Case-Schiller e licenças nos EUA e custos de construção no Brasil estão na agenda do dia.

ABERTURA DE MERCADOS

A abertura na Europa é negativa na sua maioria e os futuros NY abrem em alta, com correções das altas recentes.

Na Ásia, fechamento positivo, com o lançamento da AliBaba em Hong Kong.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas, enquanto os Treasuries operam negativos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, altas, exceção ao cobre.

O petróleo abre em alta, com expectativa do acordo EUA-China. O índice VIX de volatilidade abre em alta de 1,01%

CÂMBIO

Dólar à vista : R$ 4,227 / 0,75 %

Euro / Dólar : US$ 1,10 / -0,018%

Dólar / Yen : ¥ 108,95 / 0,000%

Libra / Dólar : US$ 1,29 / -0,240%

Dólar Fut. (1 m) : 4212,57 / 0,52 %

JUROS FUTUROS (DI)

DI - Julho 20: 4,46 % aa (-0,12%)

DI - Janeiro 21: 4,65 % aa (0,00%)

DI - Janeiro 23: 5,94 % aa (1,02%)

DI - Janeiro 25: 6,54 % aa (1,40%)

BOLSAS DE VALORES

FECHAMENTO

Ibovespa: -0,2469% / 108.424 pontos

Dow Jones: 0,6846% / 28.066 pontos

Nasdaq: 1,3216% / 8.632 pontos

Nikkei: 0,35% / 23.373 pontos

Hang Seng: -0,29% / 26.914 pontos

ASX 200: 0,83% / 6.788 pontos

ABERTURA

DAX: -0,291% / 13207,90 pontos

CAC 40: -0,130% / 5917,19 pontos

FTSE: 0,013% / 7397,24 pontos

Ibov. Fut.: -0,11% / 108766,00 pontos

S&P Fut.: 0,364% / 3144,10 pontos

Nasdaq Fut.: -0,060% / 8370,75 pontos

COMMODITIES

Índice Bloomberg: -0,09% / 78,49 ptos

Petróleo WTI: 0,34% / $58,22

Petróleo Brent:0,17% / $63,91

Ouro: 0,16% / $1.458,06

Minério de Ferro: 0,60% / $84,29

Soja: -0,11% / $15,17

Milho: -0,34% / $369,75

Café: 2,79% / $117,80

Açúcar: 0,16% / $12,85

Jason Vieira

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.

';