Eleições na Cãmara e no Senado Desafiam o Ótimo Momento de Bolsonaro

Eleições na Cãmara e no Senado Desafiam o Ótimo Momento de Bolsonaro

Fabio Louzada  | 01.02.2019 08:06

Bom dia Investidores,

Ontem o Ibovespa subiu 0,41% e fechou aos 97.394 pontos. No momento de euforia, o índice chegou aos 98.405 pontos, renovando o seu recorde histórico no intraday, porém foi devolvendo os ganhos durante o dia. O volume financeiro voltou a ficar acima da média, em R$ 19,6 bilhões. O mês foi muito positivo para a bolsa, a alta foi de 10,82%, com o governo Bolsonaro começando com o pé direito e com uma boa dose de confiança.

O grande destaque de ontem foram as ações do Bradesco(SA:BBDC4) que subiram 5,65% após os seus resultados superaram todas as estimativas. O lucro líquido anual foi R$ 21,5 bilhões, 13,4% acima do ano anterior. Além disso, vale ressaltar a qualidade dos indicadores que agradaram o mercado. O ROE, que é o retorno sobre o patrimônio líquido, subiu 1,7 ponto percentual em relação a 2017. O banco destacou no relatório o desempenho positivo das receitas de prestação de serviços e resultados com operações de seguros, previdência e capitalização.

Esse lucro do Bradesco, animou o setor como um todo e criou uma expectativa para o resultado do Itaú, que sairá na segunda. Na espera do balanço e no embalo do Bradesco, as ações do Itaú (SA:ITUB4) subiram 1,73%, as ações do Santander(SA:SANB11) subiram 0,15%, enquanto as ações do Banco do Brasil(SA:BBAS3) subiram 2,53%. Em suma, o mês foi muito bom para os bancos, com o Bradesco subindo 17,13%, o Itaú subindo 9,27%, o Santander com alta de 15,39% e o Banco do Brasil com alta de 11,55%.

As ações da Petrobras fecharam em direções mistas, com as ordinárias (SA:PETR3)), que tem direito a voto, subindo 0,37% e as preferencias (SA:PETR4)) que tem preferência no recebimento de dividendos, caindo 0,16%. As duas ações iniciaram o dia em alta, porém foram caindo juntamente com o preço do barril de petróleo. As ações também foram muito bem no mês, com as ordinárias subindo 16,34% e as preferenciais, 12,79%.

Já as ações da Vale (SA:VALE3)) estão sendo o paraíso dos traders, a ação vem oscilando muito, ontem mesmo chegou a chegou a subir mais de 1%, mas fechou com queda de 2,36%, sendo um dos piores desempenhos do mês, com baixa de 10,78%.

Ontem o dólar voltou a fechar em queda, cotada a R$ 3,65, com baixa de 1,37%. No mês, a moeda desvalorizou 5,58%, evidenciando o bom momento para Brasil. Essa foi a maior baixa para o mês de janeiro desde 2002.

Os DIs aproveitaram esse bom momento e recuaram em todas as pontas. O DI jan 2021 caiu de 7,14% para 7,01% e o DI jan 2025 recuou de 8,92% para 8,64%.

Hoje teremos na agenda o IPC-S, que é o índice de preços ao consumidor semanal, a produção industrial de dezembro e a balança comercial semanal.

Muito importante também, hoje teremos a votação para definir quem serão os presidentes da Câmara e do Senado. Rodrigo Maia e Renan Calheiros são amplamente favoritos para ganhar essa disputa.

Indo para os Estados Unidos, o dia foi misto, com o Dow Jones ficando praticamente de lado, com queda de 0,02%, o S&P 500 subindo 0,88% e o Nasdaq subindo 1,37%. O mês foi extremamente positivo, revertendo o cenário ruim deixado no final de 2018. No mês o Dow Jones subiu 7,17%, o S&P 500 subiu 7,87% e o Nasdaq subiu 9,74%, puxado pela recuperação das empresas de tecnologia.

Ontem não foi diferente, com os ótimos resultados de Facebook, as ações subiram 11%. Apesar do bom resultado da Amazon (NASDAQ:AMZN), os investidores estão preocupados com o crescimento para 2019, o que pode ajudar a derrubar o índice hoje. Na esteira de resultados, hoje teremos Chevron e Deutsche Bank.

O principal fator para esse cenário positivo em Estados Unidos, foi um FED dovish, ou seja, menos preocupado com a inflação e mais preocupado com o crescimento econômico. Com esse pensamento, a tendência é que os juros se mantenham estáveis ou até caiam em um futuro próximo, já que dentro de uma política monetária expansionista, os juros mais baixos ajudam a impulsionar o crescimento econômico.

Na agenda norte-americana, hoje vamos ter a divulgação das vagas de trabalho em janeiro, a taxa de desemprego e o PMI de janeiro.

Na Europa, as bolsas abriram em direções mistas, com o CAC-40 de Paris, subindo 0,22%, o Ibex-35 de Madri, caindo 0,18% e o DAX de Frankfurt, subindo 0,21%. Já na Ásia, as bolsas fecharam em alta, com o Nikkei 225 do Japão subindo 0,07% e o Índice Shangai subindo 1,30%. Lembrando que o PMI da China e do Japão caíram, porém o PMI da China veio abaixo do esperado, enquanto o do Japão veio acima do esperado.

O preço do barril de petróleo caiu forte com a divulgação da produção recorde nos EUA. O WTI caiu 0,81%, enquanto o Brent caiu 1,14%, porém no mês a alta foi forte, ajudando as ações da Petrobrás. O WTI no mês subiu 15,58% e o Brent subiu 10,80%.

Para finalizar, as criptomoedas voltaram a cair, com o Bitcoin recuando 0,19% e a Ripple caindo 4,67%, zerando a alta da semana.

Ótima sexta e bons negócios!
Por Fabio Louzada – Eu me banco!

Acorda Mercado – Ano II, Edição 100

Spotify (NYSE:SPOT): Eu me Banco!
SoundCloud: Eu me Banco!
ITunes: Eu me Banco!
Instagram: @fabioalouzada / @eu_mebanco

Fabio Louzada

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App