Euro Atinge Mínimas de Dois Meses; Veja o que Esperar do Banco Central Europeu

Euro Atinge Mínimas de Dois Meses; Veja o que Esperar do Banco Central Europeu

Kathy Lien  | 24.07.2019 08:22

Kathy Lien, diretora executiva de estratégia de câmbio da BK Asset Management

Na véspera de um dos anúncios de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) mais importantes do ano, o euro estava sendo cotado na mínima de dois meses em relação ao dólar estadunidense. Dois dias antes do anúncio, a moeda única perdeu o patamar de 1,12 ao longo da noite e estendeu suas perdas durante o pregão de ontem de Nova York. Na medida em que todos falam sobre a possibilidade de um corte na taxa de juros dos EUA, o BCE também pode reduzir as suas. Geralmente, eles gostam de preparar os investidores para grandes mudanças, razão pela qual devem dar um importante passo no sentido de alterar o prognóstico nesta semana.

O BCE pode facilmente aumentar a acomodação em julho, mas, com base nas mudanças na economia desde sua última reunião, tem a flexibilidade de esperar até que suas projeções econômicas sejam atualizadas em setembro. O sentimento empresarial caiu e a atividade industrial se enfraqueceu, ao passo que os gastos dos consumidores cresceram, o mercado de trabalho melhorou e a inflação subiu. Com isso em mente, a perspectiva geral ainda é nebulosa. A baixa inflação é um problema sério para o banco central, já que o índice de preços ao consumidor (IPC) gira em torno de 1,3% na zona do euro. O crescimento de 0,4% do PIB no 1T também está bem abaixo da tendência, e a ameaça de tarifas sobre a Europa pode reduzir ainda mais a perspectiva.

Alguns economistas preveem um corte de juros em setembro, mas o banco central pode ser mais agressivo, ao optar por um pacote de medidas acomodatícias que inclui compras de ativos e corte da taxa de depósito. Tecnicamente, o EUR/USD afundou completamente. Se o BCE for suficientemente moderado, o par pode perder sua mínima de dois anos a 1,1106. No entanto, se soar evasivo de alguma forma, abrirá caminho para uma enorme reversão no EUR/USD antes da reunião do FOMC na semana que vem, quando o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) deve reduzir as taxas de juros pela primeira vez desde a crise financeira global.

O dólar americano se valorizava em relação a todas as principais moedas, apesar da redução das vendas de casas usadas. O dólar neozelandês teve o pior desempenho, seguido do dólar australiano. A libra esterlina caiu devido mais ao índice CBI do que pela confirmação de Boris Johnson como primeiro-ministro. O mercado descontou sua vitória e encarou com serenidade seu comentário de respeitar a data de 31 de outubro para o Brexit. Com isso em mente, a falta de concessão na voz de Johnson pode tornar difíceis as próximas semanas para a libra.

Kathy Lien

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Lukas Medes
Lukas Medes

Pelo que entendi, sem previsões de uma reversão? Quando penso que a cotação atingiu um fundo, ela consegue cair mais ainda...  ... (Leia Mais)

24.07.2019 13:51 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.