Demanda de Títulos do Governo Britânico Indica que Investidores Buscam Segurança

Demanda de Títulos do Governo Britânico Indica que Investidores Buscam Segurança

Investing.com  | 07.07.2020 09:30

Coitado do pobre Reino Unido, você poderia pensar. Tudo é nebuloso sobre a nação: seu futuro após o Brexit, a perspectiva de Londres como centro financeiro e seu estado de bem-estar social sob um primeiro-ministro errático e de cabelos rebeldes. Quem se atreveria a comprar um título de 30 anos de um país com um futuro tão incerto?

UK 30Y Semanal TTM

Muitas pessoas, ao que parece. O rendimento do título superlongo do governo britânico caiu abaixo dos papéis do governo japonês com vencimento similar, sendo que o gap aumentou em mais de 25 pontos-base, já que os rendimentos dos gilts de 30 anos, como são chamados os títulos do Reino Unido, caíram para cerca de 0,6%, em comparação com quase 3% há um ano.

Não é por acaso que analistas dizem que o Banco da Inglaterra está cogitando adotar taxas de juros negativas, o que deve dar suporte aos preços dos títulos, haja vista que a cotação se move no sentido inverso dos rendimentos. Mas o Banco do Japão adota uma taxa básica de juros de curto prazo de -0,1% desde 2016.

E, sim, o Banco da Inglaterra prometeu, durante a pandemia de Covid-19, comprar mais £ 300 milhões em títulos do governo depois de adicionar £ 100 milhões há duas semanas e meia (embora tivesse dito que diminuiria o ritmo de compras). Mas o Banco do Japão vem comprando papéis do governo há anos e agora detém cerca da metade dos títulos de dívida soberana em circulação.

Oferta crescente de títulos; segurança é mais importante que rentabilidade

Tudo isso acontece à medida que a oferta de gilts dispara, uma vez que o governo do Reino Unido, assim como os governos de todas as partes do mundo, estão incorrendo em enormes déficits para combater a crise do coronavírus. Não obstante, os investidores estão comprando os papéis, impulsionando os preços para cima e os rendimentos para baixo de dívidas soberanas de todo tipo, desde letras de 2 anos até títulos de 30 anos.

Esse movimento recente pegou muitos operadores de surpresa, na medida em que os investidores começaram a priorizar a segurança em vez da rentabilidade, diante da perspectiva de novas medidas de isolamento social. Os rendimentos dos gilts de 2 e 5 anos acabaram caindo abaixo de papéis considerados como portos seguros, como os bunds da Alemanha e os treasuries dos EUA, obrigando quem estava operando vendido nos títulos britânicos a cobrir suas posições.

Apesar de todo o alvoroço criado em torno do Brexit, o Reino Unido já era uma das principais economias do mundo antes de ingressar na União Europeia e com certeza continuará sendo por muito tempo após sua saída. A libra esterlina é uma das moedas mais antigas do planeta, o Banco da Inglaterra é um dos mais tradicionais e respeitados bancos centrais entre seus pares, sem falar que Londres é o centro financeiro do mundo há séculos. Em suma, o Reino Unido é um exemplo paradigmático de estabilidade.

Mas nem toda mudança no sentimento dos investidores é positiva. A adoção de juros negativos pelo Banco da Inglaterra seria um sinal de preocupação com a economia, em vez de um impulso para a disparada dos títulos.

Com o aumento da incerteza sobre a Covid-19, os títulos soberanos têm sido negociados ativamente. O giro financeiro médio diário dos papéis do governo do Reino Unido atingiu a máxima recorde de £ 47 bilhões no último trimestre, de acordo com a Associação de Mercados Financeiros da Europa. Na Europa como um todo, a negociação desses papéis cresceu 25% na média diária trimestre a trimestre.

As preocupações com a Covid-19 deprimiram as ações britânicas, já que as empresas estão cortando seus dividendos e a recuperação econômica é uma dúvida. Com isso, os gilts ficaram entre os ativos com melhor desempenho no primeiro semestre, gerando um retorno de cerca de 10%, de acordo com o Financial Times. Os gilts indexados à inflação tiveram uma performance ainda melhor, retornando 13,7%.

Os títulos do governo britânico receberam esse nome porque, há muito tempo atrás, tinham bordas literalmente revestidas em ouro. Agora, a despeito de todos os desafios que o Reino Unido tem pela frente, os gilts são uma espécie de raio de esperança para os investidores em tempos de pandemia.

Investing.com

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.