Guerra Comercial, Dados Ruins e Semana Curta. Vol à Vista

Guerra Comercial, Dados Ruins e Semana Curta. Vol à Vista

Jason Vieira  | 11.11.2019 08:55

O ensurdecedor silêncio de Trump no caso da guerra comercial foi quebrado e de modo que não agradou aos investidores como um todo.

A renovação da volatilidade causada pela guerra comercial EUA-China veio quando Trump disse na sexta-feira que não havia concordado em descartar tarifas sobre produtos chineses.

Seus comentários contradisseram as notícias do início da semana passada, após o Ministério do Comércio chinês afirmar que os dois lados concordaram em cancelar as tarifas existentes para avançar a fase-1 do acordo.

Portanto, as tensões comerciais entre EUA e China devem a nortear os ativos como um todo durante esta semana. Com a agenda internacional limitada em termos de indicadores econômicos e a agenda corporativa em sua fase final, volatilidade à vista.

Além do meio-feriado do dia dos veteranos nos EUA, a semana começa também com o PIB britânico levemente abaixo das projeções médias, porém ainda na expansão, acompanhado de resultados piores de atividade industrial, serviços e balança comercial. O Brexit surtindo seus efeitos na terra da rainha.

Na China uma série de indicadores também amargou um início de semana negativo, com a inflação ao varejo no maior nível em quase 8 anos, puxada pelos preços da carne suína, que quase dobraram em outubro, comparado a 2018. A deflação industrial se aprofundou, com a maior queda de preços em 3 anos, além da queda das vendas de automóveis de passeio em 6% aa em outubro, o 16º declínio em 17 meses.

Localmente, a semana igualmente curta foca, porém, tem foco numa série de indicadores de atividade econômica, como IBC-Br, vendas ao varejo, pesquisa mensal de serviços e algumas inflações, além da agenda corporativa, onde encerra de maneira pesada a divulgação de resultados do terceiro trimestre.

No âmbito político, a queda de Evo Morales tem um efeito local limitado, porém de certa maneira limita o evento da soltura do ex-presidente lula.

Em primeiro ano de mandato, a Bolsonaro a preocupação deve vir somente se a economia não performar, de resto, é somente mais um ruído típico da oposição derrotada.

Como diria James Carville: "É a economia, Estúpido!"

Atenção aos resultados de Walt Disney, Softbank, Sumitomo, Viacom, Mariott, Activision Blizzard, Mitsubishi, Dr Pepper Snapple, Bridgestone, Shiseido, Nissan e Fannie Mae. Localmente, em destaque os balanços de Banrisul (SA:BRSR6), Pine, Biotoscana (SA:GBIO33), BR Distribuidora (SA:BRDT3), Itaúsa (SA:ITSA4), Rumo (SA:RAIL3) e São Martinho (SA:SMTO3).

ABERTURA DE MERCADOS

A abertura na Europa é negativa na sua maioria e os futuros NY abrem em baixa, pelos retrocessos na guerra comercial.

Na Ásia, fechamento negativo pelo recuo de Trump nas tratativas comerciais.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas, enquanto os Treasuries não operam pelo feriado nos EUA.

Entre as commodities metálicas, quedas, exceção ao ouro e prata.

O petróleo abre em queda, com perspectivas de super oferta.

O índice VIX de volatilidade abre em alta de 9,61%

CÂMBIO

Dólar à vista : R$ 4,1676 / 1,59 %

Euro / Dólar : US$ 1,10 / 0,136%

Jason Vieira

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+