Ibovespa Despenca Com Briga Entre Bolsonaro e Maia!

Ibovespa Despenca Com Briga Entre Bolsonaro e Maia!

Fabio Louzada  | 28.03.2019 09:16

Bom dia Investidores,

Ontem o Ibovespa despencou 3,57% e fechou aos 91.903 pontos. Depois que o mercado ousou chegar aos 100 mil pontos na semana passada, está em queda livre! E o volume financeiro já veio acima da média, com R$ 17,8 bilhões, o que mostra que os investidores estão realmente preocupados.

E não é pra menos, as ofensas trocadas entre o Poder Executivo, com presidente Jair Bolsonaro, e o Poder Legislativo, com o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, passaram dos limites. Bolsonaro cutucou Maia em relação a prisão de seu sogro Moreira Franco e Maia pediu para Bolsonaro parar de brincadeira e começar a governar.

Isso preocupa muito os investidores, pois Maia é o principal articulador para a aprovação da reforma da previdência, e apesar de todos saberem da importância da reforma, a postura de Bolsonaro, e principalmente de seus filhos, tem gerado a ira dos deputados, e quando o Executivo não se entende com o Legislativo, é o país inteiro que sofre.

Por isso ontem foi um dia de queda de todos os ativos, uma única ação fechou positiva, e se você acompanha o mercado já sabe qual foi. As ações da Suzano (SA:SUZB3) subiram 1,87%, pois tem boa parte da receita dolarizada.

Em compensação o mercado ontem foi uma sangria, com 17 ações caindo mais de 5%. Os bancos sofreram bastante, com as ações do Bradesco (SA:BBDC4) caindo 3,46%, do Itaú (SA:ITUB4) com perdas de 3,39%, do Banco do Brasil (SA:BBAS3) despencando 5,54%, do Inter (SA:BIDI4) caindo 1,87% e do Santander (SA:SANB11) recuando 4,83%.

As blue chips também sofreram, a Petrobras (SA:PETR4) devolveu todo o ganho da terça, recuando 4,51%, sentindo o efeito também da queda do preço do barril de petróleo. Já a Vale (SA:VALE3)) caiu 1,35%, mesmo com um lucro surpreendente (ainda sem o efeito de Brumadinho) e bem acima do esperado. Depois da sangria de ontem, a Vale cair apenas 1% pode se considerar uma conquista.

Já o dólar disparou 2,28% e fechou aos R$ 3,96, porém o dólar futuro já chegou aos R$ 4,00, obrigando o presidente do BC a agir. Roberto Campos Neto chamou para hoje leilão de linha de US$ 1 bilhão. Das principais moedas do mundo, o real foi a moeda que mais desvalorizou, ganhando apenas do peso argentino. Em relação ao euro, a alta foi de 1,86%, fechando em R$ 4,44.

Os DIs também dispararam. Quanto maior a incerteza em investir em um país, maior será a taxa que ele irá pagar, como por exemplo a Venezuela. Quanto você gostaria de ganhar de taxa para investir em um título venezuelano? Aposto que não menos de 20%. Por essa lógica com uma maior desconfiança com a aprovação da reforma, a taxa de juros subiu. O DI jan 2021 subiu de 7,09% para 7,27%, enquanto o DI jan 2025 subiu de 8,83% para 9,05%.

Na agenda teremos o Relatório Trimestral de Inflação às 8 horas, com o Roberto Campos Neto comentando esse relatório às 11 horas. Além disso teremos o IGP-M às 8 horas, arrecadação federal de fevereiro às 11 horas e as contas do Governo Central às 14h30. No calendário de balanços teremos uma chuva de resultados, com Copel (SA:CPLE6), CPFL (SA:CPFE3), Gafisa (SA:GFSA3), GP Investimentos, JBS (SA:JBSS3), Light (SA:LIGT3), Sabesp (SA:SBSP3) e Ser Educacional (SA:SEER3).

Indo para os Estados Unidos, o dia foi de baixa, com a continuação da preocupação com a taxa de juros invertida, conforme expliquei ontem. Os T-Bills, títulos norte-americanos de curto prazo estão pagando 2,42%, enquanto o Note de 10 anos, está pagando 2,37%. Isso ajudou a derrubar as bolsas, com o Dow Jones recuando 0,13%, o S&P 500 caindo 0,47% e o Nasdaq caindo 0,63%.

Na agenda norte-americana teremos a segunda revisão do PIB dos EUA às 9h30, além de 5 membros do FED, que tem direito a voto, discursando durante o dia.

Na Europa as bolsas abriram em alta, com Frankfurt subindo 0,42%, Londres subindo 0,49% e Paris com alta de 0,13%. A exceção é a bolsa de Madri que abriu caindo 0,24%. Na agenda por lá, apenas o CPI(equivalente ao nosso IPCA) da Alemanha.

Já na Ásia as bolsas sofreram mais. Tóquio recuou 1,61%, Shanghai caiu 0,92% e Seul caiu 0,82%, a exceção foi Hong Kong, que subiu 0,16% hoje.

Indo para o petróleo, o relatório de estoques veio acima do esperado, causando uma maior oferta do ativo, o que faz com que o preço caia. O WTI caiu 0,88%, enquanto o Brent recuou 0,28%.

Para finalizar as criptomoedas estão em queda, com Bitcoin caindo 0,06%, Ethereum caindo 0,15% e a Ripple caindo 0,91%. A quarta maior moeda digital do mundo, a EOS, está subindo 3,68% nas últimas 24 horas.

Ótima quinta e bons negócios.

Por Fabio Louzada – Eu me banco!

Acorda Mercado – Ano II, Edição 137

Youtube: www.youtube.com.br/eumebanco

Spotify (NYSE:SPOT): Eu me Banco!

SoundCloud: Eu me Banco!

ITunes: Eu me Banco!

Instagram: @fabioalouzada / @eu_mebanco

Linkedin: www.linkedin.com/in/fabiolouzadain

Fabio Louzada

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Diego Thekking
Diego Thekking

Impressionante como a teoria só vem pra explicar a prática. Ninguém fala nada antes, só chegam pra justificar o que estão vendo. rsrs. O fato é: O mercado é forte, sempre resistirá.   ... (Leia Mais)

28.03.2019 15:38 GMT· Responder
Ítalo Marcio
Ítalo Marcio

notícia chegou tarde, bolsa já está subindo de novo.  ... (Leia Mais)

28.03.2019 14:27 GMT· 1 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.

';