Melhor Mês para Lucrar com Ações? Não é Agosto...

Melhor Mês para Lucrar com Ações? Não é Agosto...

Investing.com  | 16.08.2019 18:58

Prever a direção do mercado com base no desempenho passado não é novidade. Os investidores e traders sempre estão em busca de vantagem ou qualquer ideia que os ajude a obter grandes retornos.

No início deste ano, verificamos se um princípio geralmente aceito – o famoso “vender em maio e cair fora” – realmente tinha algum respaldo nos dados. Apesar de o período de maio a novembro realmente apresentar baixo desempenho, descobrimos que a melhor estratégia era comprar ações e mantê-las em carteira, em vista dos custos e impostos das transações.

Desta vez, vamos analisar melhor o desempenho mensal do mercado acionário norte-americano nos últimos dez anos. Nosso objetivo: testar hipóteses geralmente aceitas sobre os resultados mês a mês. Também procuramos saber quais realmente eram os melhores e piores meses para os investidores. Além disso, verificamos se existe algum mês em que os mercados se mostram mais ou menos voláteis.

Performance Mensal da Última Década

Melhores e piores meses

Primeiro, nos últimos 10 anos, o desempenho médio mensal do S&P 500 foi de +0,94%. A esse ritmo, seriam necessários 74 meses, ou um pouco mais de seis anos, para dobrar um investimento inicial. No entanto, o mercado tende a ser muito mais volátil e muito menos previsível, entregando de forma menos constante 0,94% por mês.

Portanto, quais são os meses que oferecem os melhores retornos? Para a surpresa de muitos, o mês que entregou o melhor resultado nos últimos 10 anos, em média, foi fevereiro. Os retornos médios foram de +2,34%, ou 2,5 vezes os retornos mensais médios. O segundo melhor mês – e o único outro a apresentar ganhos frequentes de mais de 2% – foi julho, com um retorno médio de 2,18%.

Por outro lado, para o mesmo período, três meses apresentaram resultados negativos com mais frequência. Maio, ao que tudo indica, foi o mês com o pior desempenho, com um retorno de -1,23%, seguido de agosto, com -0,77%, e junho, com -0,36%.

Se você busca limitar a queda dos resultados, o mês de abril deve ser seu mês favorito. Nove dos últimos dez meses de abril fecharam com os mercados em território positivo.

O mês de abril 2012 foi a única exceção, com um retorno de -0,75%. Fevereiro, julho e novembro fecharam com retornos positivos oito vezes nas últimas 10 ocorrências.

Com um histórico misto de cinco meses positivos e cinco negativos, agosto foi o pior mês em termos de retonos negativos. Janeiro, maio, junho, setembro e outubro registraram seis resultados positivos e quatro negativos para o desempenho mensal.

Mais volatilidade

Na última década, o mês menos previsível de todos foi outubro. Apesar de o retorno médio mensal de todos os meses ser de 1,19%, os retornos de outubro foram de mais de 2% nos meses positivos e cerca de -2% nos meses negativos.

De fato, a volatilidade se mostrou mais presente em outubro, com um desvio-padrão dos retornos de 5,02%, ou seja, os retornos de outubro variam muito em relação à média. Isso se reflete no fato de que dois dos últimos três melhores meses da última década caíram em outubro (2011, +10,77%; e 2015, +8,30%). Por outro lado, o mês de outubro de 2018 foi o quarto pior dos últimos 10 anos, com -6,94%.

Janeiro tende a ser o segundo período mais volátil, com um desvio-padrão de 4,41%, seguido de setembro, com 4,02%.

Se o que você quer é calmaria, abril foi o mês mais previsível e estável, com um desvio-padrão de 1,29% em retornos mensais. O melhor desempenho de abril foi em 2019, com um retorno de 3,93%, enquanto o pior foi em 2012, com um retorno de -0,75%.

Na verdade, parece que não há muita ação em abril. Os meses destacados acima foram os 19º melhores e 31º piores meses, respectivamente. Os outros meses relativamente tranquilos depois de abril são novembro, com um desvio-padrão de 1,88%, e junho, com um desvio-padrão de 2,4%.

Conclusões adicionais

Na última década, houve 12 meses de 120 (10%) em que os retornos foram superiores a 5%, e 10 meses (8%) em que os retornos foram piores que -5%. O desempenho médio durante esses meses anormais foi surpreendentemente equilibrado: os meses com desempenho superior a 5% tiveram média de +6,96%, enquanto os meses negativos tiveram média de -6,68%.

Do ponto de vista do desempenho, três dos cinco piores meses ocorreram no ano passado. Dezembro de 2018 lidera todos os meses negativos, com um retorno de -9,18%; outubro de 2018 vem em quarto lugar, com um retorno de -6,94%; e maio de 2019 fecha o grupo com um retorno de -6,58%.

Por outro lado, apenas dois meses do último ano estão entre os 20 melhores. Janeiro de 2019 está na quarta posição, com um retorno de 7,87%, e abril de 2019 fica em 19º lugar, com um retorno de 3,93%.

Mas o ano ainda não acabou. Neste momento, estamos a apenas 3,5% da máxima história do S&P 500. Isso significa, obviamente, que novos meses ainda podem assumir a liderança.

Uma conclusão-chave a se ter em mente. Na última década, em três ocasiões o melhor desempenho de um determinado mês ocorreu imediatamente após o baixo desempenho do mês anterior.

Entre todos os meses de junho, o desempenho do mês de junho de 2010 foi o pior, com -5,39%. O S&P fez um repique imediatamente em julho daquele ano, gerando o melhor mês de julho da década, com um retorno de 6,88%.

Isso aconteceu novamente em 2011. O pior mês de setembro, com -7,18%, foi seguido do melhor mês de outubro, com +10,77%. E em 2018-2019, o pior mês de dezembro, com -9,18%, foi seguido do melhor mês de janeiro, com 7,87%.

Investing.com

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anderson santos
Anderson santos

Errou!  ... (Leia Mais)

19.08.2019 11:40 GMT· Responder
Renato Santos
Renato Santos

ou seja, não significa muita coisa. mas valeu pela pesquisa  ... (Leia Mais)

19.08.2019 02:24 GMT· Responder
Felipe Barcelos
Felipe Barcelos

No mercado de acões, sabemos que o longo prazo venceu todas as estatísticas de para cima ou para baixo. A volatilidade existe, fato! Tendo meses que se mostrou menos eficiente que outro, só diz o ritmo do mercado em avanço e/ou recuo.  ... (Leia Mais)

18.08.2019 23:19 GMT· Responder
Fabio Luiz Honda
Fabio Luiz Honda

Bom texto , mas como todos sabemos nao vale como regra geral   ... (Leia Mais)

18.08.2019 13:47 GMT· Responder
silvio ladeira
silvio ladeira

Valeu para a pesquisa  ... (Leia Mais)

18.08.2019 02:00 GMT· Responder
Fer Mafe
Fer Mafe

pura bobage essa estatistica  ... (Leia Mais)

18.08.2019 01:00 GMT· Responder
Daniel Correia
Daniel Correia

Me lembrou muito daquela história das "dezenas que estão em tendência" na Mega-Sena. Em outras palavras, a série é muito curta pra ser estatisticamente significativa.  ... (Leia Mais)

17.08.2019 18:09 GMT· Responder
Daniel Correia
Daniel Correia

Me lembrou muito daquela história das "dezenas que estão em tendência" na Mega-Sena. Em outras palavras, a série é muito curta pra ser estatisticamente significativa.  ... (Leia Mais)

17.08.2019 18:09 GMT· Responder
fabio Siqueira
fabio Siqueira

Seria mais útil um levantamento com base na sazonalidade dos setores  ... (Leia Mais)

17.08.2019 17:49 GMT· Responder
Márcio Magoo
Márcio Magoo

muito rica a análise  ... (Leia Mais)

17.08.2019 16:36 GMT· Responder
BullGreen
BullGreen

"Sell in August and dont anyone trust" Infelizmente  ... (Leia Mais)

17.08.2019 15:57 GMT· Responder
Paulo M Sousa
Paulo M Sousa

Prognósticos só no fim do jogo boa análise   ... (Leia Mais)

17.08.2019 14:28 GMT· Responder
Marcio Jonnes
Marcio Jonnes

muito boa a pesquisa  ... (Leia Mais)

17.08.2019 14:12 GMT· Responder
Mateus Schiavetto
Mateus Schiavetto

oloko kkkk recuperei 10% do meu capital em agosto. Perdido em maio...  ... (Leia Mais)

17.08.2019 14:04 GMT· Responder
Antônio Magalhães
Antônio Magalhães

agosto rima com desgosto  ... (Leia Mais)

17.08.2019 13:00 GMT· Responder
Ricardo Souza
Ricardo Souza

Resumindo... os melhores meses pra comprar são os que apresentam retorno baixissimos, e os melhores meses pra vender seria o que demonstram um otimo retorno!? (a grosso modo falando)   ... (Leia Mais)

17.08.2019 00:00 GMT· Responder
Rafael Dias
Rafael Dias

gostei  ... (Leia Mais)

16.08.2019 23:32 GMT· Responder
Ronaldo Almeida
Ronaldo Almeida

Excelente pesquisa  ... (Leia Mais)

16.08.2019 23:05 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+