Mercados Mundiais Iniciam Outubro e o Quarto Trimestre com Ganhos

Mercados Mundiais Iniciam Outubro e o Quarto Trimestre com Ganhos

Haramoto  | 02.10.2017 07:41

ÁSIA: As bolsas da Ásia fecharam em alta nesta segunda-feira, mas com vários mercados importantes fechados durante a maior parte da semana.

No Japão, o benchmark Nikkei 225 subiu 0,22%, para 20.400,78 pontos, após o Banco do Japão divulgar números melhores do que esperado para a pesquisa "Tankan", mostrando que a confiança das empresas no Japão melhorou nos três meses frente à pesquisa de junho. O número ficou em +22 na pesquisa de setembro, em comparação com +17 de junho, mas analistas acreditam que a leitura deve cair para +19 nos próximos três meses. Os números são derivados da diferença entre aqueles que acreditam em condições comerciais favoráveis ​​e aqueles que profetizam um cenário desfavorável. Uma leitura positiva indica que mais empresas estão em condições favoráveis.

Na Austrália, o ASX 200 fechou 0,84% maior, para 5.729,30 pontos, puxado pelas principais ações de bancos. ANZ fechou em alta de 1,01%, o Commonwealth Bank aumentou 1,45%, o Westpac aumentou 1,07% e o National Australia Bank avançou 0,73. O benchmark também foi apoiado pela queda de 0,2% do dólar australiano em relação ao dólar norte americano, que ajudou o setor de exportação. Entre as exportadoras, as mineradoras se beneficiaram. BHP subiu 1,3%, enquanto a Rio Tinto (LON:RIO) subiu 2,5% e a Fortescue Metals avançou 1,6%. South32 atingiu um recorde após saltar 4,9%.

O otimismo também veio por conta dos números divulgados pela agência oficial de estatísticas da China no sábado, que mostrou um aumento da atividade de manufatura do país, crescendo no ritmo mais rápido desde 2012 em setembro, enquanto uma pesquisa separada do PMI privado conteve o entusiasmo, mostrando que o crescimento no setor privado diminuiu em setembro em meio a uma alta pressão de preços e ao crescimento mais lento de novos pedidos.

O índice PMI oficial de fabricação de setembro do país aumentou para 52,4, ante 51,7 em agosto, o décimo quarto mês consecutivo de expansão da atividade manufatureira na China e a leitura mais alta desde abril de 2012. Os dados foram divulgados antes do Congresso do Partido Comunista, em meados de outubro, uma reunião que acontece a cada cinco anos, na qual novos líderes são nomeados e as principais iniciativas políticas e econômicas do governo são divulgadas.

Os fabricantes chineses estão reportando seus melhores lucros em anos, impulsionados por gastos do governo em infraestrutura, forte atividade de construção, preços mais altos e recuperação das exportações, mas um levantamento privado apresentado separadamente neste sábado pode conter parte desse entusiasmo em relação à atividade industrial chinesa no mês de setembro. O índice PMI apurado pela Markit/Caixin caiu para 51,0 em setembro, ante 51,6 em agosto, devido recuo de novas encomendas no setor de exportação.

Embora a leitura tenha permanecido acima de 50, marca que separa crescimento de retração, pelo quarto mês consecutivo, o indicador aponta uma melhora apenas marginal na saúde do setor industrial chinês. A produção industrial continuou se expandindo modestamente, enquanto novas encomendas aumentaram no ritmo mais lento em três meses, sugerindo uma desaceleração na demanda tanto interna quanto externa, ainda que a pesquisa não tenha fornecido mais detalhes.

Os produtores de ouro australianos tiveram um dia ruim, já que o metal precioso caiu na segunda-feira, uma vez que o apetite de risco dos investidores melhorou.

O índice SET da Tailândia negociou 1% maior, a 1.689,93 pontos, níveis não vistos desde 1993.

Os mercados sul coreano, Hong Kong e Índia permaneceram fechados, assim como os mercados da China por conta de feriados nacionais.

Segundo analistas, o fechamento dos mercados na China nesta semana pode afetar a negociação nos mercados de commodities e pressionar os preços, já que estes esperam uma demanda limitada durante o feriado de uma semana.

EUROPA: As bolsas europeias iniciam a semana em um clima positivo nesta segunda-feira, recebendo um impulso de um euro mais fraco após confrontos violentos na Catalunha, Espanha, durante o referendo de independência realizado no fim de semana. O índice Stoxx Europe 600 sobe 0,21% para 389,06, a oitava alta consecutiva.

O índice IBEX 35 da Espanha vai na contramão dos mercados regionais e recua 1,19% após o caótico referendo de independência da Catalunia, a rica região Nordeste da Espanha. Mais de 800 pessoas ficaram feridas em confrontos com a polícia durante o referendo que o governo central de Madrid declarou ilegal. As autoridades catalãs disseram que cerca de 90% dos eleitores votaram a favor de uma separação e que uma declaração de independência poderia ocorrer nos próximos dias. Os bancos na Espanha estiveram entre os maiores perdedores na segunda-feira. Banco de Sabadell despenca 4,42%, CaixaBank recua 3,16% e Banco Santander (SA:SANB11) perde 2,17%.

O rendimento dos títulos do governo espanhol de 10 anos sobe 3,89% para US $ 1,671%, enquanto o euro cai 0,5925% frente ao dólar, comprando a $ 1,1749 em comparação com US $ 1,1814 no final da sexta-feira em Nova York. Um euro mais fraco pode ajudar empresas europeias exportadoras, uma vez que seus produtos se tornam mais baratos para detentores de outras moedas.

Os construtores de casas do Reino Unido lideraram o benchmark europeu na segunda-feira de manhã, depois que a primeira-ministra Theresa May prometeu no domingo uma extensão de £ 10 bilhões (US $ 13,34 bilhões) para o programa de compras do governo. O índice FTSE 100 do Reino Unido sobe pela quarta sessão consecutiva na segunda-feira, negociando em torno de seu nível mais alto desde 12 de setembro. O índice de blue-chip de Londres fechou sexta-feira com um ganho de 0,8% no terceiro trimestre, já que também obteve um avanço de 0,8% no mês de setembro.

O início positivo de outubro é liderado pelas altas de 3,5% para as ações da easyJet e 2,5% para as ações da Ryanair, depois do maior colapso da companhia aérea Monarch. Segundo analistas, o fracasso da Monarch é uma boa notícia para as rivais. As mineradoras também ajudam a sustentar o índice britânico. Anglo American (LON:AAL) sobe 2,2%, Antofagasta (LON:ANTO) avança 0,8%, BHP Biliton sobe 1,6% e Rio Tinto adiciona 1,4%.

Entre as notícias econômicas, o setor manufatureiro do Reino Unido continuou a crescer em setembro, mas a um ritmo mais lento do que em agosto. O índice PMI chegou a 55,9, abaixo de 56,7 em agosto e das previsões de 56,4 dos analistas, enquanto isso, a leitura final do PMI de fabricação da zona do euro em setembro foi revisada para 58,1, abaixo da leitura flash de 58,2, no entanto, maior do que os 57,4 de agosto.

EUA: Os futuros de ações dos EUA apontam para uma abertura positiva nesta segunda-feira, colocando os principais benchmarks no caminho para marcar novos recordes no início do quarto trimestre deste ano.

Os três principais benchmarks americanos apresentaram ganhos semanais, mensais e trimestrais e alguns estrategistas estão otimistas, já que o quarto trimestre, historicamente é o mais forte do mercado de ações.

Entre os dados econômicos, dois relatórios de setembro sobre a manufatura são devidos pouco depois do sino de abertura, com um da Markit programado para sair às 10h45, seguido pelo da ISM às 11h00. Os economistas esperam uma leitura de 58,1% para o índice ISM, abaixo de 58,8% de agosto.

Um lançamento sobre as despesas de construção também está programado para ser anunciado às 11h00 e os economistas esperam um crescimento de 0,4% em agosto.

Entre as autoridades do Federal Reserve, o presidente do Fed de Dallas, Rob Kaplan, deverá participar de um evento de perguntas e respostas moderado pelo Fed às 15h00 em El Paso.

ÍNDICES FUTUROS - 7h20:
Dow: +0,15%
SP500: +0,12%
NASDAQ: +0,17%

OBSERVAÇÃO:
Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Haramoto

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+