Mercados Mundiais Registram um Dia de Alta

Mercados Mundiais Registram um Dia de Alta

Haramoto  | 07.08.2018 08:38

RESENHA DA BOLSA - TERÇA-FEIRA 07/08/2018

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta na madrugada de terça-feira, recuperando da baixa da sessão anterior, seguindo a alta em Wall Street na segunda-feira, com os investidores ignoraram incerteza sobre a disputa comercial, preferindo se concentrar em notícias sobre lucros das empresas.

O índice Nikkei do Japão subindo 0,69%, para fechar em 22.662,74 pontos. A maioria dos setores fechou em território positivo, com o de telecomunicações liderando os ganhos. O peso pesado SoftBank disparou 6,54% depois de ​​registrar um salto de 49% em seu lucro trimestral.

O Kospi da Coreia do Sul avançou em 0,6% para fechar em 2300,16 pontos. O setor de tecnologia terminou em alta, com a Samsung Electronics ganhando 1,97%, enquanto corretoras e varejistas ficaram sob pressão.

As ações chinesas se recuperaram após o deslizamento de segunda-feira. O Shanghai Composite subiu 2,74%, fechando em 2.779,30 pontos, após uma série de quatro dias de queda, enquanto o índice CSI 300 das "blue chips" subiu 2,92%. O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 1,54%, ampliando os ganhos obtidos durante a sessão de segunda-feira, após cinco dias consecutivos de queda. O setor de energia, bem como propriedade e construção lideraram o avanço, ambos acima de 3% antes do fechamento do mercado, com Country Garden disparando 6,24%.

A mídia estatal chinesa afirmou que o país está sendo "racional" em suas contramedidas, feitas depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, pediu a autoridades comerciais que considerassem o aumento das tarifas propostas de US$ 200 bilhões em bens chineses para 25%. Tanto o Shanghai como a Shenzhen Composite fecharam em território de baixa no final de segunda-feira. O índice de referência de Xangai fechou em baixa de 1,26% na sessão anterior, registrando uma nova baixa de vários anos.

Em sentido contrário, o ASX 200 australiano terminou o dia em queda, após o Reserve Bank of Australia manter suas taxas estáveis. O índice caiu 0,3%, para fechar em 6.253,90 pontos, com queda nos índices de materiais e telecomunicações pesando sobre o índice mais amplo. A mineradora BHP Biliton caiu 1,5% e Rio Tinto (LON:RIO) recuou 1,1%.

O índice de ações da MSCI para a região Ásia-Pacífico, exceto Japão, foi negociado em alta de 0,75%.

EUROPA: As bolsas europeias registram uma sessão positiva nesta terça-feira, com investidores inspirando nos ganhos em todo o mundo e ignorando as ansiedades sobre comércio global.

O índice Stoxx Europe 600 avança 0,52%, para 390,72 pontos, depois de fechar em queda de 0,1% na segunda-feira.

Os mercados ignoram os dados que mostraram um declínio na produção industrial alemã, após a atualização econômica de segunda-feira, quando revelou uma queda nos pedidos das fabricas da maior economia da União Europeia, com o Ministério da Economia do país colocando a culpa por esse resultado nas tensões comerciais. O DAX 30 da Alemanha registra ganhos na sessão europeia.

O FTSE 100 do Reino Unido também opera em alta após fechar em queda de 0,1% na segunda-feira. A libra recupera frente ao dólar após sofrer na segunda-feira depois que Liam Fox, secretário de Comércio Internacional do Reino Unido, disse em uma entrevista de fim de semana que há 60% de chance de o país sair da União Europeia sem um acordo com o bloco.

O setor de commodities dá sustentação ao benchmark londrino com a alta nos preços de metais. O cobre sobe 1,10% e os preços da platina avança 1,37%. Os preços do petróleo avançam e somam aos ganhos de segunda-feira, inspirados em parte pela imposição das sanções dos EUA ao Irã, algo que poderia bloquear as exportações de petróleo bruto do país árabe. Entre as mineradoras listadas em Londres, Anglo American (LON:AAL) sobe 3,4%, Antofagasta (LON:ANTO) sobe 3%, BHP Biliton avança 3,2% e Rio Tinto opera em alta de 2,8%.

EUA: Futuros de ações dos EUA apontam para uma abertura positiva em Wall Street, após os papéis dos EUA terminarem em alta na segunda-feira, om o Nasdaq subindo pelo quinto dia consecutivo, com os investidores focados em lucros corporativos saudáveis, que até agora ajudaram a impulsionar o mercado nas últimas sessões. As ações de tecnologia e consumo discricionário lideraram os ganhos, sustentando a alta do mercado.

Na segunda-feira, O índice S&P 500 subiu 0,35%, com nove de seus 11 principais setores fechando em território positivo. O Nasdaq Composite Index subiu 0,61%, para 7.859,68 e o Dow Jones Industrial Average avançou 0,16%, para 25.502,18 pontos.

Na agenda econômica, às 11h00 será divulgado o JOLTS Job Openings (pesquisa mensal em diferentes indústrias em que analisa contratações, abertura de emprego, demissões, recrutamentos, etc.) e às 16h00 será publicado o Consumer Credit (mede o total de crédito ao consumidor).

ÍNDICES FUTUROS - 8h20:
Dow: +0,33%
SP500: +0,21%
NASDAQ: +0,28%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Haramoto

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+