Mercados Recuam Após Encontro Entre Trump e Kim Terminar Sem Acordo

Mercados Recuam Após Encontro Entre Trump e Kim Terminar Sem Acordo

Haramoto  | 28.02.2019 07:50

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa no pregão de quinta-feira, com investidores cautelosos em meio à uma série de preocupações geopolíticas mundiais, incluindo a reunião do presidente Donald Trump com o líder norte-coreano Kim Jong Un, declarações comerciais entre EUA e China, testemunho do ex-advogado de Trump, Michael Cohen, Brexit e conflito entre a Índia e o Paquistão.

As ações da Coreia do Sul e o won coreano caíram, depois que a Casa Branca anunciou que a reunião no Vietnã entre o presidente dos EUA, Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong Un, na quinta-feira que visava reduzir o programa de armas nucleares do país comunista, terminaram sem acordo devido a um desentendimento sobre a suspensão das sanções.

O Kospi na Coreia do Sul caiu 1,76%, enquanto o Kosdaq recuou 2,78%. As ações da gigante Samsung Electronics e da fabricante de chips SK Hynix caíram 3,53% e 5,02%, respectivamente. Ações de empresas com potencial exposição à Coréia do Norte também foram prejudicadas, com o Hyundai Elevator despencando 18,55%. O won coreano caiu 0,42%, para cerca de 1,121.90 contra o dólar.

Em outras partes da Ásia, as bolsas da China continental fecharam sem direção. O índice de Xangai caiu 0,44%, enquanto o Shenzhen Composite subiu 0,35%. O índice Hang Seng de Hong Kong caiu mais de 0,43%.

A atividade fabril da China diminuiu pelo terceiro mês consecutivo em fevereiro. O índice PMI oficial caiu para 49,2 em fevereiro, o mais fraco desde fevereiro de 2016. A marca de 50 pontos separa a expansão da contração em uma base mensal.

O Nikkei do Japão caiu 0,79%. O ASX 200 da Austrália se recuperou de perdas iniciais para terminar seu dia em alta de 0,3%.

Entre as mineradoras australianas, BHP caiu 1,1%, Fortescue Metals recuou 5,5%. Rio Tinto (LON:RIO) fechou em alta de 1,4%, depois de divulgar dividendo especial na quarta-feira.

Os investidores também observam a evolução das atuais tensões entre a Índia e o Paquistão, depois que ambos os lados realizaram ataques aéreos.

EUROPA: As bolsas europeias operam em baixas na quinta-feira, com investidores mantendo-se a par das notícias geopolíticas em todo o mundo.

O pan-europeu Stoxx 600 recua 0,4% com quase todos os setores no vermelho. O setor de recursos básicos registra um dos piores desempenhos no pan-índice, devido novas preocupações comerciais. As mineradoras listadas em Londres tem um dia de baixa. Anglo American (LON:AAL) cai 1,3%, Antofagasta (LON:ANTO) recua 2,3%, BHP perde 2,4% e Rio Tinto recua 2,1%.

Na quarta-feira, o representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, afirmou ao comitê da Ways and Means que previa obstáculos de longo prazo à frente. Em seu depoimento, a autoridade afirmou que mais precisaria ser feito pela China, do que apenas comprar bens dos EUA, para as duas nações conseguirem um acordo.

Os balanços de empresas também impactam nas negociações. A Adecco cai mais de 4% nos primeiros negócios, depois de reportar seus resultados do quarto trimestre.

Zalando lidera o topo do índice, com um aumento de 15%, após anunciar que espera um crescimento sólido neste ano. A varejista francês Carrefour (SA:CRFB3) sobe 3% depois de elevar as metas de economia.

O Partido Trabalhista da oposição confirmou que apresentará uma moção parlamentar pedindo um novo referendo até 12 de março, data em que a primeira-ministra, Theresa May, prometeu realizar uma segunda votação sobre seu acordo de retirada. Na quarta-feira, os deputados rejeitaram os planos alternativos do Brexit, abrindo caminho para o movimento do novo referendo.

Enquanto isso, a reunião cúpula entre Trump e o líder norte-coreano Kim Jong Un, no Vietnã, foi interrompida após o último pedir o fim das sanções. As duas nações trabalharam no sentido de firmar relações mais fortes e a desnuclearização da península coreana.

Não há dados econômicos importantes para a área do euro.

EUA: Os futuros do índice de ações dos Estados Unidos recuam na manhã de quinta-feira, depois que o encontro no Vietnã terminou sem um acordo.

O presidente Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong Un não conseguiram chegar a um acordo no final de dois dias de reuniões em Hanói, informou a Casa Branca nesta quinta-feira. Mais cedo Trump e Kim, sentados juntos em uma mesa de conferência, pareciam confiantes sobre a perspectiva de melhorar as relações diplomáticas. Mas, em última análise, os dois não conseguiram um acordo depois que os EUA recusaram as exigências norte-coreanas de alívio de sanções. "Eles queriam que as sanções fossem suspensas na íntegra e não poderíamos fazer isso", disse Trump em entrevista coletiva. O presidente dos EUA disse que não havia planos para um terceiro encontro.

Durante seu depoimento diante de deputados americanos na quarta-feira, Michael Cohen, o ex-advogado pessoal de Donald Trump, mostrou alguns documentos que podem complicar ainda mais a vida do presidente dos EUA. Um desses papeis foi um cheque assinado por Trump, que seria parte do reembolso pelo pagamento de US$ 130 mil (cerca de R$ 484 mil) feito à atriz pornô Stormy Daniels para que ela não falasse publicamente sobre um caso que ela e o presidente tiveram na década passada. O Comitê de Supervisão da Câmara dos Representantes dos EUA, que tomou o depoimento de Cohen, é o mais importante órgão investigativo do Congresso americano.

Na agenda de dados econômicos, a primeira leitura do PIB do quarto trimestre será divulgada por volta das 10h30, assim como as reivindicações de seguro desemprego. Os números do PMI de Chicago para fevereiro será divulgado as 13h45.

Em notícias corporativas, a AB InBev, Encana e PG&E estão entre as principais empresas esperadas para relatar seus últimos números antes do início do pregão. Dell, VMWare e Autodesk estão programados para publicar seus últimos resultados trimestrais após o fechamento do mercado.

ÍNDICES FUTUROS - 7h35:
Dow Jones: -0,23%

S&P 500: -0,29%

NASDAQ: -0,45%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Haramoto

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+