O Fim do Maior Bull Market da História

O Fim do Maior Bull Market da História

Felipe Miranda  | 23.03.2020 12:41

"Homens fortes criam tempos fáceis
e tempos fáceis geram homens fracos,
mas homens fracos criam tempos difíceis
e tempos difíceis geram homens fortes."
Provérbio oriental

"Ninguém pode afirmar o que nos mantém fechados, o que nos confina e o que nos parece enterrar, mas ainda assim sentimos que existem barreiras, paredes, muros. Será tudo imaginação ou fantasia? Não acredito. Então fazemos a pergunta: Meu Deus, será assim por muito tempo, para sempre, por toda a eternidade? Você sabe o que nos liberta dessa escravidão? É o afeto realmente profundo. Ser amigo, ser irmão, amar, é isso que abre as portas da prisão, por meio de um poder supremo, de uma espécie de força mágica."
Vincent van Gogh


Na tarde de sábado, peguei a autobiografia do Andre Agassi para ler. Era uma tentativa, talvez não deliberada, de me afastar do esgotamento físico e mental alcançado diante do comportamento dos mercados nas últimas semanas. Em certos momentos, você precisa se afastar para poder olhar as coisas em perspectiva. Debruçado sobre as nervuras das folhas, não conseguimos enxergar a floresta.

Eu sabia que a pausa não duraria muito. Nossas almas têm seus próprios ancestrais. E é impossível fugirmos de nós mesmos. Não sabia, porém, que nem mesmo um intervalo de meia hora seria possível. Logo de cara, apareceu a epígrafe acima, a frase de Van Gogh sobre o isolamento. Sincronicidade. Será assim por muito tempo?

Agassi nunca escolheu jogar tênis. Se você parar pra pensar, ele nasceu tenista, ainda que possa atribuir a suposta escolha a seu pai. Talvez seja algo diferente: ele tinha seu próprio daimon, jogar tênis. E o tênis é um esporte de isolamento, solitário.

No fim, a minha tentativa de sair mentalmente do tema “distanciamento social” encontrou a própria solidão, seja pela epígrafe de Van Gogh, seja pela solidão da quadra de tênis, “o esporte mais solitário de todos”, segundo o próprio Agassi. Não há como escapar do cenário distópico, nem como fugir de si. No tênis e no mercado, acho que a gente joga contra a gente mesmo.

Enquanto eu lia, era interrompido por apitos de mensagens no WhatsApp. Manchetes e gráficos das mais variadas fontes, capas de jornais e relatórios de bancos. “O Fed vai emprestar US$ 4 trilhões para estimular a economia.” “Pacote fiscal dos EUA soma US$ 2 trilhões.” “Cada americano vai receber automaticamente um cartão com US$ 2 mil”. Trilhões, trilhões. Trilhões por toda a parte.

Na Alemanha, com direito a quarentena de Angela Merkel, prepara-se um pacote de 350 bilhões de euros. A Austrália, por sua vez, lançou um plano de US$ 38,2 bilhões.

Mario Draghi e seu “whatever it takes” são nenezinhos perto do que está acontecendo agora. Vamos para o maior pacote, em termos nominais, já feito na história da humanidade. Caminhamos para salvar todo o mundo, com a impressora de dinheiro rodando a juro negativo de curto prazo. Como percentual do PIB, o déficit público encontra paralelo apenas nas duas grandes guerras mundiais, enquanto os governos batem cabeça para identificar o que seria um Plano Marshall factível agora. A infraestrutura da Europa não está destruída, nem sequer podemos sair às ruas para criar buracos só com o objetivo de tapá-los depois — a menos que o façamos de escafandro.

Precisamos defender a renda e, ainda mais importante, a vida daqueles mais afetados pela crise, pois se trata, de forma literal, de uma questão de sobrevivência. Agora, como ter uma resposta keynesiana efetiva, tipicamente desenhada para situações de fraqueza da demanda agregada, diante de rupturas de oferta?

Daí chegamos ao título deste texto. Talvez os três leitores tenham pensado se tratar de uma referência à queda superior a 20% (a rigor, já superior a 30%) dos índices de ações nos EUA. Mas não é isso. Falo aqui do grande bull market do mercado de bonds, iniciado em 1981.

Com tamanha injeção de recursos na economia, a tendência é haver uma perda do valor do dinheiro e um aumento da inclinação das curvas de juro.

Por aqui, em terra brasilis, com incremento da pressão para soltar o gasto público, o problema pode ser pior. Não temos espaço no Orçamento, enquanto começam medidas aqui e ali para flexibilizar, disfarçadamente e sob a prerrogativa de ser algo “one off” e não estrutural, o teto de gastos. Não há saída. Estamos com um cobertor curto nas mãos.

Qual é o corolário disso tudo? Surpreendentemente, que as ações podem ser menos arriscadas do que parte das aplicações de renda fixa. Se o dinheiro não vale muito, você corre para ativos reais. Estamos possivelmente presenciando a mudança de paradigma preconizada por Ray Dalio. Tenha um bocado de ouro, ainda que ele possa flutuar no curto prazo (em momentos de fuga desesperada pela liquidez, correlações históricas tendem a ser quebradas e até o ouro pode cair; veja as coisas em perspectiva mais ampla). Evite posições em juros longos. Acredite: eles ficaram mais arriscados do que as ações.

Para encerrar com um pouco de poesia em tempos tão cruéis, vamos de T. S. Elliot: o mundo acaba não com uma explosão, mas com um gemido. Esse é o meu medo diante da chegada da cavalaria.

Felipe Miranda

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Hudson Azevedo
Hudson Azevedo

Esse Felipe é muito fraco, pior colunista deste site. Se apega mais no “texto-pelo-texto”, do que nos aspectos técnicos econômicos. Fosse pra ler obra literária eu pegava um Dostoievski.  ... (Leia Mais)

26.03.2020 09:41 GMT· Responder
Thiago Moret
Thiago Moret

palhaço, fanfarrão.  ... (Leia Mais)

26.03.2020 02:44 GMT· Responder
Julio Bussoli
Julio Bussoli

Ainda dão credibilidade para um cara desses?   ... (Leia Mais)

25.03.2020 12:54 GMT· Responder
Felipe Lima
Felipe Lima

por isso do notícia existir a décadas, ela se tornará a moeda mundial .  ... (Leia Mais)

25.03.2020 08:17 GMT· Responder
Regis Te
Regis Te

iae galera   ... (Leia Mais)

25.03.2020 05:50 GMT· Responder
Ítalo Marcio
Ítalo Marcio

Se não tem valor , a gente queima pra ter menos e valorizar o que ficar... Quando enviarem as notas antigas para o banco central , queime e não reponha , pois com dolar se isso. Está sobrando e eles estão botando fogo e não repondo.   ... (Leia Mais)

24.03.2020 19:21 GMT· Responder
silva marques
silva marques

odeio abrir o u tube e ver esse cara o tempo INTEIRO!!!  ... (Leia Mais)

24.03.2020 17:52 GMT· Responder
Antonio Duarte
Antonio Duarte

Não suporto mais ver esse cara a cada vídeo de YouTube que tento abrir. Só por este motivo jamais aceitaria qualquer conselho deste mala.  ... (Leia Mais)

24.03.2020 16:34 GMT· Responder
fernando salvajoli
fernando salvajoli

palhaço vendedor de sonhos   ... (Leia Mais)

24.03.2020 15:04 GMT· Responder
Jorge Eduardo Oliveira
Jorge Eduardo Oliveira

chama a Batina para te ajudar  ... (Leia Mais)

24.03.2020 14:29 GMT· Responder
José Antonio Rocha
José Antonio Rocha

Esse cara me enganou por muito tempo. Pare de fazer tanta propaganda enganosa irmão.   ... (Leia Mais)

24.03.2020 11:53 GMT· Responder
José Antonio Rocha
José Antonio Rocha

Esse cara me enganou por muito tempo. Pare de fazer tanta propaganda enganosa irmão.   ... (Leia Mais)

24.03.2020 11:52 GMT· Responder
Rauf Alencar
Rauf Alencar

Ixe Felipe, melhor você pegar  seu, e sair do mercado kkkkk  ... (Leia Mais)

24.03.2020 11:33 GMT· Responder
Sidnei Garcia Filho
Sidnei Garcia Filho

engraçado que qnd o índice batia recordes lá em 119k a retórica dele era de que a bolsa baterua 300k lembram? vendedor de ilusões.....agora que a bolsa esta na mínima e os riscos são menores, relação risco/retorno das empresas, que é a hora de entrar na bolsa adotam um discurso conservador? Essa Empiricus realmente é a casa de análise horrível!  ... (Leia Mais)

24.03.2020 11:02 GMT· Responder
Janiélson Carvalho
Janiélson Carvalho

Você é um fanfarrão! Indicaram vários papéis que afundaram e nem um pio, mas o que acertaram bradavam aos quatro ventos dando a impressão que só acertavam. Antes da derrocada estava indicando compra mesmo tendo indicadores que teríamos uma correção a qual bastava algum estopim para que viesse, o que veio. Agora fica nesse papo, mas está esquecendo até do básico: venda aos sons de violino, compre aos sons de canhão.  ... (Leia Mais)

24.03.2020 10:39 GMT· Responder
Allan Valadão
Allan Valadão

pilantra  ... (Leia Mais)

24.03.2020 10:14 GMT· Responder
Fabian Ferreira
Fabian Ferreira

desculpa Felipe mas vc n tem meu respeito vc é mau e mentiroso  ... (Leia Mais)

24.03.2020 09:27 GMT· Responder
Robinson Felix
Robinson Felix

kkk bom era comorar bolsa nós 100,119.....agora tá 63000 pontos não e bom comprar essa clássica de persona aí, kkk   ... (Leia Mais)

24.03.2020 05:23 GMT· Responder
Marcelo Santana Gomes
Marcelo Santana Gomes

Analistas Financeiro são tão ou mais patéticos do que comentaristas de futebol. Se tá bom, fala bem se tá mal, fala mal, se já passou,. diz "eu avisei". Nunca erram, incrível.   ... (Leia Mais)

24.03.2020 04:09 GMT· Responder
Denis CO
Denis CO

Eu quero a minha mãe.  ... (Leia Mais)

24.03.2020 02:53 GMT· Responder
MagnataOpcoes
MagnataOpcoes

psicopata  ... (Leia Mais)

24.03.2020 02:46 GMT· Responder
Carlos Andres
Carlos Andres

Até um relógio quebrado mostra a hora certa duas vezes ao dia...  ... (Leia Mais)

24.03.2020 02:40 GMT· Responder
ironside ironside
ironside ironside

não é o fim do Bull market é o início do crash sem precedentes  ... (Leia Mais)

24.03.2020 02:39 GMT· Responder
Weslley Soares
Weslley Soares

Tosco! A bolsa nao ia a 300mil pontos maluco?   ... (Leia Mais)

24.03.2020 02:39 GMT· Responder
Sirley Costa
Sirley Costa

O cara das PROPAGANDAS mais chatas do YouTube. EmpiriCÚs.  ... (Leia Mais)

24.03.2020 01:50 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App