Pontos de Análise Técnica para Identificar a Reversão dos Mercados Mundiais

Pontos de Análise Técnica para Identificar a Reversão dos Mercados Mundiais

Chris Vermeulen  | 07.05.2020 10:35

Recentemente, recebemos diversos comentários e mensagens por e-mail a respeito do nosso último artigo sobre o Bitcoin e a maneira como tentamos explicar a tendência/análise técnica do mercado. Ao que parece, não deixamos muito clara nossa interpretação aos nossos amigos e seguidores. Este artigo tem por objetivo ajudar a esclarecer nossa interpretação sobre as principais tendências do mercado, bem como nossas avançadas ferramentas de análise técnica.

Como traders puramente técnicos, gostaríamos de esclarecer alguns pontos. Primeiramente, prestamos atenção ao que está acontecendo, aos fundamentos e aos dados econômicos mundiais assim que são divulgados. Em diversos artigos anteriores, expressamos nossa crença de que “o capital é como uma entidade que vive, respira e tenta sobreviver (gerar ROI com pouco risco) em diversos ambientes de mercado ao redor do mundo”. Para que nós, enquanto traders técnicos, consigamos identificar oportunidades reais para realizar excelentes operações, devemos estar atentos ao que está acontecendo no "ambiente" que nos rodeia.

Um exemplo perfeito foi o recente colapso no petróleo. Continuamos lendo artigos que relatam que milhares de investidores acreditavam que os preços superbaixos do petróleo eram um presente e, por isso, assumiram grandes posições de compra esperando um repique mais elevado. Isso acontece quando traders técnicos não compreendem o ambiente em que o instrumento está sendo negociado. Neste momento, o lado da oferta no petróleo excede em muito o lado da demanda, o que faz com que o ambiente esteja inclinado para uma atividade de preço muito mais fraca. A chance de que ocorra uma recuperação moderada dos preços é mínima até que haja uma diminuição do excesso de oferta.

Uma das formas mais simples entender como pensa um trader realmente técnico é que para nós não importa se os preços vão subir ou cair; nossa única preocupação é que nossos indicadores e gatilhos técnicos apresentem oportunidades claras e mais assertivas do que os métodos tradicionais de negociação.

Para tanto, acreditamos que é preciso entender o ambiente no qual estamos operando, assim como as condições técnicas presentes nos gráficos. Tecnicamente, o preço pode subir dentro de uma tendência de baixa estabelecida. Isso não significa que o movimento de alta seja um “gatilho operacional” tecnicamente válido. O oposto pode ser verdade para um movimento de baixa em uma tendência altista de mercado. Sem a devida confirmação do viés técnico geral, do ambiente e dos gatilhos técnicos de curto prazo, é como se alguém lançasse um dardo contra um alvo na parede esperando obter o melhor resultado.

Enviamos diversos relatórios de pesquisas publicadas aos nossos amigos e seguidores, para que os leiam e revisem a cada semana. Mostramos possíveis resultados tanto de alta quanto de baixa e, dependendo do lado para o qual o mercado fizer o rompimento, executaremos as operações naquela direção. O que não fazemos é operar com base em previsões e estimativas. Em vez disso, seguimos os preços. Nossa interpretação dos gatilhos técnicos, dados econômicos, expectativas futuras e outros setups tem por objetivo ajudar a entender como conduzimos nossa pesquisa e auxiliamos na descoberta de oportunidades nos mercados. Nossos membros recebem essa mesma pesquisa e muito mais: eles recebem nossos gatilhos operacionais selecionados a dedo. São setups técnicos/gatilhos operacionais conhecidos como BAN (“Best Asset Now”) onde oferecemos as melhores oportunidades para traders habilidosos.

O gráfico abaixo mostra nossos resultados históricos nos últimos dois anos e meio. Você verá que às vezes registramos perdas – sim. Mas também notará a consistência dos lucros. Esperamos que você perceba que trabalhamos intensamente para garantir que o sucesso dos nossos membros seja a maior prioridade em tudo o que fazemos. O ano de 2020 tem sido lento em termos de valorização geral da carteira simplesmente por causa do crash do mercado e da extrema volatilidade.

Meu objetivo número 1 é operar quando o risco é gerenciável e o mercado é previsível. Não me entenda mal, nós ganhamos dinheiro no SPY, mais de 20% em TLT, 9,5% em GDXJ e anteontem garantimos 11% no gás natural; portanto, estamos operando. Mas os tamanhos das posições são pequenos em comparação com o valor geral do nosso portfólio, portanto não tivemos um crescimento significativo da carteira. Quando índices, setores e commodities se movimentam 10-90% no dia, o tamanho da posição se torna crucial para a sobrevivência.

O crash do mercado neste ano não teve impacto em nossa conta, pois fizemos uma das melhores operações durante essa queda inesperada e imprevisível: movemos 100% do nosso capital para o caixa. Nossos resultados se baseiam em uma conta de US$ 20.000 e, nos últimos dois anos e meio, tivemos uma média de 33% de ROI com pouquíssimas perdas.

Fonte: Technical Traders

Agora, vamos voltar à análise técnica.

Nossa equipe de pesquisa acredita que os mercados estabeleceram um grande avanço de queda nos preços (criando uma mínima muito mais profunda que confirma a teoria de preços de Fibonacci e se alinha aos nossos Arcos de Amplitude de Preços de Fibonacci), configurando um padrão técnico bastante singular. Até que o preço seja capaz de estabelecer uma série de novos pontos de máximas mais altas através de avanços consecutivos de alta e até que os gráficos semanais e mensais confirmem um novo rompimento de máxima, tecnicamente falando, ainda estamos em uma tendência de baixa.

Gráfico semanal do S&P 500 (SPY)

O gráfico semanal do S&P 500 (NYSE:SPY) abaixo mostra três importantes fatores técnicos que sinalizam um risco maior de rompimento para baixo no preço do que de continuidade da tendência de alta:

A. O mercado definiu um novo fundo abaixo da mínima de dezembro de 2018 (nova mínima mais baixa).
B. O nível de preço no ARCO VERDE representa um Arco de Amplitude de Preço de Fibonacci de 1.618, sugerindo uma forte resistência nesse patamar. O fato de o preço se mover acima desse nível e depois voltar a cair sugere que um tipo de “padrão de sondagem” ocorreu e falhou.
C. O rali a partir das mínimas recentes novamente confirma o nível de resistência no ARCO VERDE. Acreditamos que esse Arco de Amplitude de Preços de Fibonacci estabelece um importante teto para os preços na divulgação de dados do 2º e 3º trimestres, impulsionando os preços para baixo com o tempo e eventualmente atingindo o nível de suporte VERMELHO perto de US$ 208 em julho ou agosto.

Talvez você se lembre de que temos insistido no fato de que não teremos um fundo completo até o fim de julho ou agosto de 2020 em nossas publicações de pesquisas anteriores. Agora você sabe de onde tiramos essas projeções e expectativas; usamos a análise técnica e nossas avançadas ferramentas de modelagem preditiva para “enxergar o futuro”. Acredite ou não, já mapeamos a atividade de preços do SPY para os próximos 10 anos.

S&P 500 Semanal

Gráfico semanal do índice de transporte (TRAN)

Este gráfico semanal do TRAN também ajuda a confirmar nossa pesquisa em análise técnica. Estamos aplicando as mesmas ferramentas de análise de técnica nestes gráficos para mostrar como nossa equipe de pesquisa tenta identificar as tendências e oportunidades. É possível ver um forte Arco de Amplitude de Preços de Fibonacci em VERMELHO CLARO perco do pico de fevereiro de 2020. Esse arco representa um importante canal de resistência. Você também notará um Arco de Amplitude de Preços de Fibonacci mais fino na cor LARANJA que toca as mínimas recentes. Esse arco atua como suporte em sua forma atual.

Nosso sistema proprietário de modelagem adaptativa de preços de Fibonacci está desenhando um nível-alvo projetado em CIANO desde as mínimas recentes, onde uma forte linha em CIANO é exibida no gráfico. Além disso, um nível-alvo anterior em AZUL é exibido no gráfico, o qual foi originado a partir do último pico em fevereiro de 2020. Agora, preste atenção a onde o preço do índice TRAN encontrou uma resistência e estancou – exatamente nesses níveis. Acreditamos que o fato de o SPY e o TRAN não conseguirem se movimentar acima dos arcos e dos preços-alvo de Fibonacci sugere que houve uma importante falha na tendência de alta dos preços. Uma falha dessa natureza deve gerar um novo movimento de queda nos preços no futuro próximo, pois o preço sempre deve tentar estabelecer novas máximas ou mínimas segundo a Teoria de Preços de Fibonacci (análise técnica).

TRAN Semanal

Índice Dow Jones Industrial Mensal

Neste último gráfico, o INDU mensal provavelmente é o mais impressionante até agora. Os Arcos de Amplitude de Preços de Fibonacci sugerem uma forte resistência perto dos picos de fevereiro de 2020. Um canal de preços bastante claro a partir das mínimas de fevereiro de 2018, fazendo a transição pelas mínimas de dezembro de 2018 até as mínimas atuais. Um preço-alvo no Sistema Adaptativo de Modelagem de Preços de Fibonacci (CIANO) perto de 8108 (bem próximos dos atuais níveis de preço) e um padrão técnico bastante claro (Dojis) sugerem a formação de um possível tipo ou preço de reversão.

Por fim, a última mínima mais baixa se formou bem perto do canal de preços em amarelo tracejado que abrange os picos de 2000 e 2007.

A interpretação conjunta de toda essa análise técnica à luz da Teoria de Preços de Fibonacci sugere que, até que os mercados possam nos provar que o preço é capaz de estabelecer estruturas de alta nos preços, a última mínima mais baixa (perto de 18.265) indica que a ação futura dos preços aponta para um colapso ainda maior na tentativa de estabelecer uma nova mínima mais baixa antes que os fundos reais se configurem nos mercados. Nesse gráfico de INDU, tudo indica que uma nova mínima mais baixa pode ocorrer bem abaixo do canal de preços em amarelo tracejado desde 2000/07 e tentar se mover para o preço-alvo de Fibonacci em vermelho perto do nível de 14.000.

Conclusão

Obviamente, ainda estamos bastante pessimistas em relação à atual tendência geral dos mercados. Nenhuma técnica de análise gráfica nos mostra que as tendências intermediárias e de longo prazo mudaram de direção para a alta.Sim, nossos sistemas diários identificaram um gatilho de alta dentro da tendência de baixa no SPY, o qual executamos com sucesso com nossos membros. É possível realizar uma operação de alta dentro de uma tendência de baixa quando a análise técnica confirma o gatilho e é executada adequadamente.

Chris Vermeulen

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Orlando Peraza Filho
Orlando Peraza Filho

parabéns pela matéria  ... (Leia Mais)

07.05.2020 18:05 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.