Pós-carnaval: Ata do Copom, IGP-10, Serviços, Huck e Teste da Inflação a Americana

Pós-carnaval: Ata do Copom, IGP-10, Serviços, Huck e Teste da Inflação a Americana

Angelo Pavini  | 13.02.2018 07:31

O destaque da curta semana de Carnaval nos mercados locais, fechados na segunda e terça-feira, e que retomam os negócios a partir da uma da tarde da Quarta-Feira de Cinzas, será conferir o comportamento das bolsas internacionais, especialmente as americanas, já que enquanto os brasileiros estavam na folia os negócios continuaram lá fora. O cenário externo é ainda mais importante desta vez porque as bolsas brasileiras estão seguindo mais de perto o ânimo dos estrangeiros do que os indicadores locais. E os mercados americanos estão no meio de um processo de ajuste de preços que fez o Índice Dow Jones cair mais de 4% por dois dias na semana passada.

Nesta segunda-feira, porém, as bolsas americanas se recuperaram e voltaram para perto dos níveis do começo do ano. Mas o mercado vai ser testado agora a cada vez que sair um número novo da economia americana sobre inflação, emprego ou consumo, a começar nesta quarta-feira, quando será divulgado o Índice de Preços ao Consumidor (CPI) de janeiro dos EUA.

Ata do Copom e novas quedas dos juros

No Brasil, o grande evento será a divulgação da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, na quinta-feira. Nela serão detalhados os fatores que levaram a autoridade monetária a cortar os juros de 7% para 6,75% e, mais importante ainda, se há espaço para uma flexibilização moderada adicional, com mais um corte de 0,25 ponto percentual, em março ou mais adiante, lembram analistas da Rosenberg Associados (RA).

Destaque também para a apresentação do Boletim Focus, que poderá refletir redução das projeções de inflação no ano, após a surpresa do IPCA de janeiro, e para a Pesquisa Mensal de Serviços, com o encerramento de 2017, a ser divulgada na sexta-feira.

A agenda internacional ganha relevância por conta da instabilidade dos mercados acionários e do receio de uma alta mais forte dos juros nos Estados Unidos. O destaque fica com os dados sobre vendas no varejo americano e principalmente informações sobre a inflação nos EUA, ambos relativos ao mês de janeiro, que devem sair na quarta-feira (14). Também devem ser conhecidos números de produção industrial e dados imobiliários. Na Europa, saem dados de PIB e produção industrial, além da inflação no Reino Unido, que também pode reforçar o receio de um aumento dos juros e de um enxugamento maior dos mercados financeiros também do outro lado do Atlântico.

De olho na inflação dos EUA

A semana pré-carnaval, conforme lembra a equipe do Banco Votorantim, foi marcada pela escalada da aversão a risco no mundo. Os dados de inflação nos EUA serviram como gatilho para uma forte alta nos juros e uma rápida correção das bolsas. O impacto sobre o mercado local, que havia sido relativamente contido na semana anterior, se mostrou significativo. A bolsa teve forte queda, o real voltou a operar próximo a R$ 3,30 e os juros mais longos futuros voltaram a subir.

A equipe da RA também lembra que, na semana passada, o mercado caminhava para uma reavaliação dos ativos, e que “o dado de inflação será mais relevante”, pois se tornou o ponto central de vigilância do Fed, na medida em que o ritmo de recuperação da atividade segue sólido”.

Reforma da Previdência: fica para semana que vem

No cenário político, a semana curta pós-carnaval, a princípio, não deve ter novidades no Congresso Nacional, sobretudo em relação à reforma da Previdência. Deputados e senadores só devem voltar ao trabalho na semana que vem, quando vão tratar do tema e decidir se irão colocá-lo ou não em votação.

Pré-candidatura de Huck no centro das atenções

No campo eleitoral, a movimentação do apresentador Luciano Huck nos bastidores para construir sua pré-candidatura à Presidência da República deve continuar concentrando atenções, embora sem indicação de desdobramentos imediatos. A discussão de seu nome, entretanto, provocou a “primeira denúncia” contra o apresentador: ele teria usado um empréstimo de R$ 17,7 milhões do BNDES para comprar um jatinho.

IGP-10 de fevereiro sai na quinta-feira

Na quinta-feira, dia 15, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgará o IGP-10, seu primeiro índice de inflação referente a fevereiro. Analistas do Banco Fator destacam que o índice — usado para reajustes de tarifas públicas, contratos de aluguel e planos e seguros de saúde — começou o ano desacelerando para 0,79% sobre dezembro, o que agravou a deflação interanual, para – 0,51%. “Nossa projeção para fevereiro é de 0,32%(mensal) e – 0,33% contra 2017”, destaca o banco Fator.

IBGE divulga desempenho no setor de serviços

O IBGE apresenta, na sexta-feira (16), resultados da Pesquisa Mensal de Serviços relativa a dezembro. De acordo com a equipe do Fator, os Serviços, entre os demais setores de atividade, foi o último a sentir os efeitos da crise, portanto apresenta uma recuperação mais tardia. Este é o único setor que ainda apresenta cortes em relação aos valores do anterior, apesar de caminhar para o fim dessas contrações

Ao analisar a trajetória do volume de serviços mensalmente, contudo, nota-se que a recuperação não é consistente. Após quatro meses registrando contrações, novembro foi o primeiro a crescer (1%) em relação ao mês anterior, com destaque para retomada do volume de serviços prestados a famílias (0,9%). “A partir daí, verifica-se altas somente de junho a agosto, que não se mantêm nos meses seguintes, com o terceiro corte seguido no volume (-1,2%) no semestre terminado em novembro”, analisa a equipe do Fator em seu relatório. Para analistas da RA, a pesquisa de serviços relativa a dezembro deve apresentar resultados no campo negativo.

Angelo Pavini

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Antonio Carlos Nogueira
Antonio Carlos Nogueira

Excelente panorama dos acontecimentos que podem influenciar no mercado de renda variável, juros e câmbio.r. r. Quero destacar a influência dos investidores estrangeiros no mercado de ações que chegam a mais de 50% de participação. Portanto se eles começaram a realizar seus lucros aqui vamos continuar em baixa.  ... (Leia Mais)

14.02.2018 10:02 GMT· Responder
Alexandre Michiles
Alexandre Michiles

Agradecemos a concisão! Belo resumo Pavini.  ... (Leia Mais)

14.02.2018 02:54 GMT· Responder
Josue Gois
Josue Gois

Gostei do artigo, muito bom, parabéns.  ... (Leia Mais)

13.02.2018 16:20 GMT· Responder
Allan Koschdoski
Allan Koschdoski

Bom resumo  ... (Leia Mais)

13.02.2018 15:49 GMT· Responder
Rui Jorge
Rui Jorge

Parabéns e obrigado!  ... (Leia Mais)

13.02.2018 15:03 GMT· Responder
Ariel Martins
Ariel Martins

Parabéns pelo trabalho!  ... (Leia Mais)

13.02.2018 12:18 GMT· Responder
Marttinez Martins
Marttinez Martins

Parabéns Ângelo ótimo trabalho.  ... (Leia Mais)

13.02.2018 09:43 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

"Fusion Media ou qualquer pessoa envolvida com a Fusion Media não aceitará qualquer responsabilidade por perdas e/ou danos resultantes do uso de informações contidas neste site, sendo esta na forma de dados, cotações, gráficos e sinais de compra/venda. Por favor, tenha consciência dos riscos e custos referentes à negociação em mercados financeiros, pois este é um dos tipos de investimento mais arriscados que há.
Fusion Media gostaria de lembrar-lhe que os dados contidos neste site não são necessariamente atualizados em tempo real ou precisos. Os preços, índices, futuros e cotações de câmbio são indicativos, sendo assim inapropriados para uso em trading; além disso, os mesmos não são providos por bolsas de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser precisos e podem diferir do preço de mercado. A Fusion Media não aceita nenhuma responsabilidade por quaisquer perdas em negociações que você sofrer como resultado do uso destes dados. A versão em inglês deste contrato é a versão principal, que deverá prevalecer sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
"

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+