Tônica da Semana: Chegou o "Tradicional" Rali do Santa Claus?

Tônica da Semana: Chegou o "Tradicional" Rali do Santa Claus?

William Alves  | 25.11.2019 11:19

Bom vamos lá srs. Semana passada não consegui postar, então bora compensar hoje!

AGORA VAI?

Começo chamando atenção para o fluxo das últimas semanas. 2 gráficos que mostram a mesma coisa, para não deixar dúvida! Gráfico 1 mostra que houve forte entrada de recursos para mercados emergentes (EM) nas últimas semanas.

Gráfico 2 junta equities e bonds, mas veja que virou e fluxo passou a ser positivo!

Não por acaso olhando o desempenho no mês de novembro, vemos a bolsa da Turquia com +6,4%, Hungria +4,5%, Índia +3,3%, Taiwan e Rússia com +2,5%. Sim, é verdade que não vimos esse fluxo para o Brasil AINDA! Alta da bolsa tem como driver principal o investidor local que reage a queda dos juros. No ano os estrangeiros retiravam mais de R$ 5 bilhões da bolsa brasileira (dado sem considerar IPO`s).

Mas esse semana tivemos uma enxurrada de novas “recomendações” positivas acerca do Brasil, vários bancões gringos falando que agora é a hora de investir em Brasil! Alguns exemplos:

  • Morgan dando target de 125 mil pontos para o IBOV para o fim de 2020.

  • JP Morgan colocando Brasil como principal aposta de Latam para 2020.

  • Barclays (LON:BARC) revisando crescimento para cima: +2,3% em 2019.

Será que dessa vez os gringos vêm?

TÁ TUDO CERTO, TALQUEI?

Isso aqui não é um post político! Mas a meu ver essa enxurrada de avaliações positivas são reflexo da compreensão, por parte dos gringos, que:

1. A economia está sendo bem gerida, e que, apesar dos ruídos de comunicação, esse governo está no caminho certo! “Talquei?”

2. Que o Brasil está em franca recuperação, e olhando globalmente somos um hub interessante para investimentos.

Se pudesse fazer um resumo de todos esses reports (olhei um por um) diria que é muito isso: uma aposta em recuperação dos mercados emergentes no mundo e uma visão de que o Brasil está muito bem posicionado nesse contexto.

E OLHANDO PRA FORA?

O que vemos?

Bolsas americanas nas máximas, inclusive esticadas historicamente ante os emergentes; VIX nas mínimas. Tudo muito tranquilo para ações!

Também pudera, a orquestra está afinada! Gráfico abaixo mostra a proporção de Bancos Centrais espalhados pelo mundo direcionando sua política monetária para um mesmo caminho, ou seja, o do corte de juros:

Fora isso o mercado resolveu apostar na frente, bolsas tem andado antes dos PMI’s (indicadores de atividade) mostrarem melhora consistente.

Ações globais vs PMIs globais

Fora isso, as notícias do final de semana sobre trade war me pareceram deveras positivas! China apertando o cerco contra os roubos de propriedade intelectual, um baita passo para que os dois cheguem a um acordo, dado que isso era pleito antigo dos americanos! Notícia boa para começar a semana!

No mais, esse bom momento nas bolsas tem a ver com aquilo que comentei semanas atrás sobre sazonalidade favorável do período, quem lembra?

UM PARÊNTESES CHATO!

Sei que o post está mais otimista mas me deixe fazer um parêntese para falarmos de coisas meio chatas.

Cara, o Gugu morreu! Que bizarro! Confesso que faço parte da geração que foi agraciada com a Banheira do Gugu nas tardes do Domingo….RIP Gugu!

O Flamengo ganhou a Libertadores e o Brasileiro! Merecido! Time deles está um cano! Mas é chato de aturar! Pelamordedeus!!

E o DÓLAR teima em não cair!

Conforme comentei no post da minha carteira, chamou minha atenção uma frase que li essa semana:

“Dólar a R$ 4,20 veio para ficar!”

Essa frase é de Luis Eduardo Assis ex-diretor de política monetária do Banco Central Brasileiro.

Na sua visão, não há motivos para o Banco Central brasileiro atuar, pois a inflação se mostra controlada e o câmbio nesse patamar favorece as exportações brasileiras. Ademais, segundo ele, o fundamento econômico aponta para isso.Que fundamento tem sustentado a moeda nesses patamares? Eu comentei essa semana no meu Instagram, mas repito aqui:

  1. Juros baixos no Brasil atrai menos investidores que no passado, ou seja, menos dólares entrando;
  2. Recente leilão de áreas de exploração do pré-sal não foi bem sucedido, ou seja, menos dólares entrando no Brasil;
  3. Convulsão social na América Latina alimenta o receio de contágio para o Brasil;
  4. Falta de avanço nas reformas preocupa;
  5. Temos visto um movimento global de valorização do dólar frente a moedas de países emergentes, em especial da América Latina.

Será que é melhor já ir se acostumando com isso?

RALLY DO SANTA?

Pois bem, então chegamos ao tema dessa Tônica! Será que chegou a hora de termos o Rally do Santa Claus ou Papai Noel para nós?

Não sei.

Mas a ideia do tema veio desse gráfico que achei no twitter: seria o rally do Papai Noel uma profecia auto-realizável?

Buscas por

Pesquisas no Google (NASDAQ:GOOGL) vem crescendo, gerando aquela onda, muita gente compra sem nem saber o porquê, pois ouvir dizer que tem um tal “rally”do Papei Noel.

Fora isso, o behavioral finance ajuda a explicar: pessoas ficam mais alegres, otimistas no final do ano, acreditando que as coisas podem melhorar e tal, e isso sim influenciam suas decisões no mercado.

É doido!

PRA ACABAR!

E só para não dizer que estou entrando no “oba oba” de mercado ou que fui muito influenciado pelos reports otimistas dos gringos, vou terminar falando que o mercado é imprevisível! Abaixo um gráfico para “mapear” potenciais riscos para o mercado. Peguei do Joe Davis, que é economista e estrategista-chefe da Vanguard, uma das maiores gestoras americanas – mais sobre aqui nessa matéria.

Reforma da previdência foi aprovada e agora os gringos parecem acordar para as mudanças positivas que o Brasil está passando. Torcer para que eles tragam seus dólares para investir no Brasil.

Era isso.

Aquele Abs.

William Alves

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Valdir Lino
Valdir Lino

Parabens, pela síntese!Ficamos muito dependente dos gringos, mas o volume da Bolsa nunca esteve tao alto. Fluxo dos fundos brazucas dominando... acho que quando o gringo voltar faz a bolsa mudar de patamar, mas temos muita grana parada na RF ainda.Abs  ... (Leia Mais)

28.11.2019 10:31 GMT· Responder
Ricardo Muradas
Ricardo Muradas

Falou tantas vezes Gringos que cansou , falta de educação , nó era muito mais respeitoso falar estrangeiros ? , depois nos queixamos quando nos chamam Macacos !  ... (Leia Mais)

25.11.2019 19:02 GMT· 1 · Responder
Carlos Queiroz
Carlos Queiroz

cadê sua carteira atualizada?  ... (Leia Mais)

25.11.2019 16:41 GMT· Responder
pedro lopes
pedro lopes

preciso de um e-book com instrução do zero !  ... (Leia Mais)

25.11.2019 15:37 GMT· Responder
pedro lopes
pedro lopes

preciso de um e-book com instrução do zero !  ... (Leia Mais)

25.11.2019 15:37 GMT· Responder
Milton Carvalho
Milton Carvalho

Excekente artigo. Parabéns e obrigado.  ... (Leia Mais)

25.11.2019 14:47 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.