Turbulência no Exterior e a Força do Dólar - O Que Esperar nesta Semana?

Turbulência no Exterior e a Força do Dólar - O Que Esperar nesta Semana?

Liora Vanessa Dopacio  | 02.09.2019 10:48

Panorama de Mercado

Encerramos a semana e também o mês de agosto, mês marcado pela volatilidade, com nosso mais importante índice de ações, o Ibovespa, fechando a semana com uma recuperação de mais de 3,5%. Mesmo com o cenário otimista do nosso índice, o mês de agosto fechou com queda de mais de meio ponto percentual após quatro meses fechando positivo. O cenário internacional é, sem sombra de dúvidas, o protagonista dessa instabilidade toda. A guerra comercial EUA e China segue sendo o foco da atenção dos investidores, pois a atitude de aumento de tarifas de importação de ambos os lados, pode confirmar a temida recessão, além de agravar o quadro de fraqueza da economia no mundo todo. Os bancos mundiais já têm adotado medidas para estimular a economia, porém as incertezas tomam conta do mercado, e os investidores só querem saber de proteger seus patrimônios. Isso significa que investidores estrangeiros tendem a se retirar de mercados emergentes, como o Brasil por exemplo, devido o risco. E realocam seus investimentos em ativos mais sólidos como dólar e o ouro. A consequência dessa saída de capital é a desvalorização das principais moedas emergentes frente o dólar. O real está sofrendo fortemente essa desvalorização pois a taxa Selic está muito baixa, o que faz com que investidores estrangeiros não se interessem em colocar dinheiro em nossa economia neste momento. Assim sendo, nosso índice fechou a semana na casa dos 101134.61 pontos e seu derivativo, o índice futuro, fechou a semana em 102220 pontos.

No cenário nacional, os resultados do PIB do segundo trimestre surgiram como a luz no fim do túnel. Houve um aumento de 0,4% em relação ao trimestre anterior. Lembrando que a projeção era de uma alta de apenas 0,2%. Apesar dos resultados serem humildes e lentos, isso animou os mercados e trouxe um impulso para vários ativos domésticos. Isso porque com uma taxa de juros mais baixa, o dinheiro está mais acessível para o consumidor, acelerando a recuperação econômica nacional. Infelizmente, a repercussão global negativa em relação as queimadas na Amazônia não podem deixar de ser citadas. Um dos trending topics mundiais foi a hashtag #prayforamazonia. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), foram registrados um aumento de 85% de incêndios na Amazônia em relação ao mesmo período de 2018. A repercussão mundial que o fato tomou é uma tentativa para que a pressão de outras nações e investidores possa ajudar a brecar o desmatamento e as queimadas no Brasil. Além disso, blocos e nações que negociam acordos comerciais com o Brasil, cogitaram impor a conservação das florestas como pré-requisito na negociação. Ou seja, além do meio ambiente, a economia também pode ser afetada. Para “ajudar” essa semana o governo mudou um decreto que permite queimadas para agricultura fora da Amazônia.

No mercado internacional, fora o conflito que já estamos cientes entre China e EUA, temos também a crise na Argentina, os PIBs caindo na Alemanha e Reino Unido… A acadêmica Isabel Schnabel, integrante do comitê de especialistas que assessora o Governo Merkel disse “A Alemanha é muito penalizada pelo conflito comercial, devido à sua dependência em relação às exportações. Se a Alemanha cair na recessão, é muito provável que o mesmo aconteça no resto da zona do euro”. Os danos da guerra comercial entre China e EUA já estão afetando a todos, além do risco de uma guerra cambial também vir à tona.

A seguir, temos o fechamento de alguns ativos e índices:

Índice Bovespa – 101134.61 pontos;

Índice Futuro de IBOVESPA - 102220 pontos

Petrobras PN (SA:PETR4) – 25,50 reais

Vale do Rio Doce (F:VALE3) ON – 45,57 reais

Banco Itaú (SA:ITUB4) PN - 33,94 reais

Banco Bradesco (SA:BBDC4) PN – 32,95 reais

Ambev (SA:ABEV3) ON – 18,72 reais

Dólar Futuro – 4138.50 reais

Índice Dow Jones – 26403.28 pontos

Índice S&P 500 – 2926.46 pontos

O que esperar para próxima semana...

Iniciamos a semana com vencimento quadrimestral da carteira teórica do Ibovespa. A nova carteira do Índice Bovespa entra em vigor já na segunda-feira (02/09) e vencerá apenas em 03 de janeiro de 2020. A nova carteira conta com a entrada de GNDI3 (SA:GNDI3) (INTERMEDICA ON) e BPAC11 (SA:BPAC11) (BTGP BANCO UNT), totalizando 68 ativos de 65 empresas. Comparando as carteira que venceu com a nova, os ativos de maior peso na composição seguem sendo: Itaú Unibanco (SA:ITUB4) PN, Vale ON (SA:VALE3), Bradesco (SA:BBDC4) PN, Petrobrás PN e a B3 ON. Lembrando ainda que na segunda-feira é feriado nos EUA, dia do trabalho, por isso a Bolsa de valores de Nova York estará fechada o dia todo e sabendo do peso que os gringos representam no nosso mercado, nossa liquidez tende a diminuir. Na sexta-feira (06/09) primeira sexta do mês, como de costume, teremos payroll. Sejam cautelosos devido a alta volatilidade que traz ao mercado quando é divulgado, além de ser um termômetro da economia norte-americana.

Fique atento para esses eventos (três touros):

  • Terça-feira - PMI Industrial ISM (Ago) às 11h;
  • Quinta-feira - Variação de Empregos Privados ADP (Ago) às 9h15, PMI ISM Não-Manufatura (Ago) às 11h e Estoques de Petróleo Bruto às 12h;
  • Sexta-feira - Relatório de Emprego (Payroll) não-agrícola (Ago) e Taxa de Desemprego (Ago) às 9h30;
  • Tenham uma excelente semana.

    Liora Vanessa

    Este conteúdo visa ambientar/informar os investidores de uma forma simples sobre como o mercado tem se comportado, jamais devendo ser considerado como indicação de compra ou venda de qualquer ativo.

    Liora Vanessa Dopacio

    Artigos Relacionados

    Últimos comentários

    Adicionar comentário
    Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
    William R Vieira
    William R Vieira

    Muito bom o conteúdo ! Parabéns pelo seu trabalho!  ... (Leia Mais)

    10.09.2019 04:23 GMT· Responder
    Paulo Almeida
    Paulo Almeida

    Ótima análise. Perdi mais tempo na foto do que na leitura.  ... (Leia Mais)

    06.09.2019 20:36 GMT· Responder
    Bispo Junio
    Bispo Junio

    Artigo excelente parabéns Liora, com todo o respeito além de bonita, és muito inteligente!!  ... (Leia Mais)

    02.09.2019 16:24 GMT· 1 · Responder
    Discussão
    Escrever uma resposta...
    Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

    Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
    Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
    A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
    É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
    A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

    English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
    Sair
    Tem certeza de que deseja sair?
    NãoSim
    CancelarSim
    Salvando Alterações

    +