Valuation: Arte, Ciência ou Nenhum dos Dois?

Valuation: Arte, Ciência ou Nenhum dos Dois?

Tiago Reis  | 21.05.2020 07:05

Uma das coisas que estou aproveitando para fazer durante este momento de pandemia é aprimorar algumas de minhas habilidades. Nos últimos dias, assisti as aulas do professor Aswath Damodaran sobre como fazer valuation de empresas, presentes em seu canal do YouTube. Isso me provocou algumas reflexões, que gostaria de compartilhar neste artigo.

Seu curso começa com uma pergunta que me chamou muito atenção: qual das alternativas abaixo você concorda mais? As opções: a) Valuation é uma ciência; b) Valuation é uma arte; c) Valuation é mágica ou d) Nenhuma das anteriores.

A grande maioria das pessoas, eu inclusive, ficaria em dúvida entre a primeira e a segunda alternativa. E, se possível, diria que é um mix entre ciência e arte.

No entanto, para uma das maiores autoridades em valuation no mundo, o processo de avaliação de uma empresa é um ofício. Valuation não pode ser a alternativa A, pois a ciência exige que, caso as premissas estiverem corretas, os resultados devem, necessariamente, ser corretos.

Pense nas leis da física e da matemática, por exemplo, elas são universais, não há exceções. 2+2 são = 4 e sempre serão = 4. Acontece que no valuation precisamos trabalhar com o futuro e estimar os resultados da empresa nos próximos anos. O que, como sabemos, é uma tarefa extremamente difícil.

Por conta disso, o investidor que chega em um valor exato para uma empresa e se convence que está certo é ingênuo, pois o futuro é extremamente incerto. Dessa forma, é muito mais fácil, e recompensador, estimar um intervalo de valor para a empresa, e se certificar de que está pagando muito menos por ele, exigindo uma confortável margem de segurança.

Os analistas que afirmam com convicção que a empresa XYZ, por exemplo, vale R$ 23,84 por ação soam precisos, mas, na verdade, são extremamente imprecisos. Os números possuem esse poder, de passar uma noção de controle, precisão. Informação que, em muitos casos, podem refletir justamente o contrário.

Portanto, valuation não é uma ciência, pois não conseguimos chegar em um resultado exato. Ou seja, não há uma resposta 100% correta.

E quanto à arte? Damodaran também não concorda com essa afirmação. Pois, para ele, em uma arte existem elementos que podem ser ensinados, como algumas técnicas de pintura e sombreado. Mas também há uma certa mágica, ou seja, um talento necessário, que ou você possui, ou não. A essência da arte é que ou você já nasce um ótimo artista, ou não. Eu, particularmente, sou um péssimo artista.

Mas então o que é valuation? É um ofício, pois é uma habilidade que você aprende praticando. Quanto mais você fizer, melhor vai ficar. Simples assim, não há segredo. Todos com uma base de contabilidade e um conhecimento prévio de finanças, nada complexo, podem estimar o valor intrínseco de uma empresa.

Acontece que muitos profissionais querem complicar o que deveria ser simples. Dessa forma, criam modelos com centenas de variáveis, utilizam termos complexos e assustam os investidores de varejo, que, infelizmente, começam a acreditar que não são capazes de fazer aquilo.

O valor de uma empresa é derivado de três características: seus fluxos de caixa, seu crescimento e o risco desses fluxos de caixa se materializar. Ao focar em muitas estimativas, você está perdendo a oportunidade de focar maior tempo e esforço nas poucas e principais premissas que realmente criam valor para a empresa.

Sendo assim, em valuation, muitas vezes, menos é mais. Não acredite nas pessoas (muitas vezes, essa pessoa é você mesmo) que lhe falam que você não é capaz. Damodaran não nasceu sabendo como avaliar uma empresa, e também não nasceu com um talento para tal. O professor colocou horas de esforço em aprimorar essa habilidade e, portanto, depois de muito treinamento, transformou-a em um ofício que pode ser ensinado.

Sou suspeito para falar, mas creio que é uma habilidade que todos deveriam ter. Se você é um investido, por exemplo, precisa se certificar de que está comprando US$ 1 por US$ 0,75. Por outro lado, se você é um empreendedor, precisa aumentar o valor de sua empresa. Mas, como você irá aumentar o valor de sua empresa se: a) não sabe quais são os drivers de criação de valor; e b) não consegue medir e se certificar de que a estratégia adotada está gerando retornos? Sendo assim, pratique, pratique e pratique. É o único jeito de aprender e dominar um importante ofício, como a habilidade de avaliação de empresas

Tiago Reis

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
flavellans Flavellans
flavellans Flavellans

Ótimo artigo!! é bom ver trabalho sério em meio a muitos vendedores de sonhos....  ... (Leia Mais)

26.05.2020 01:28 GMT· Responder
Ginez Romero júnior
Ginez Romero júnior

Tiago já está em estado de nirvana !  ... (Leia Mais)

22.05.2020 20:30 GMT· Responder
Julia Barbosa
Julia Barbosa

Esse texto fez muito sentido para mim. Contudo, acredito que o Valuetion seja um ofício exercido com arte, já que não basta o conhecimento das técnicas e a repetição. É necessário também o olhar da arte que consiste em realizar uma atividade de forma consciente, controlada e racional (Oxford Languages).  ... (Leia Mais)

22.05.2020 01:39 GMT· Responder
Juliana Veloso
Juliana Veloso

Olá, discordo da noção de arte apresentada. Sou artista, mestra em educação, professora de artes e investidora na bolsa, e acredito que arte se aprende. Essencializar a arte só a torna mais distante das pessoas assim como os setores de investimento que assustam e afastam muitas pessoas. Na minha opinião não existe nascer com dom ou talento. Existe oportunidade de aprendizado e muito esforço... uma educação financeira ou mesmo a de artes são apenas um pequeno exemplo de como a educação pode ser libertadora em qualquer área.  ... (Leia Mais)

21.05.2020 18:58 GMT· 3 · Responder
Eldemir lima
Eldemir lima

Belo artigo!!!  ... (Leia Mais)

21.05.2020 18:21 GMT· Responder
Alexandre Herculano Barros
Alexandre Herculano Barros

Bacana! Gostei.  ... (Leia Mais)

21.05.2020 18:15 GMT· Responder
Samuel Bertaglia
Samuel Bertaglia

Essa é a vantagem se ser amigo do Alvaro Schocair 👏🏼  ... (Leia Mais)

21.05.2020 17:57 GMT· Responder
Wander Junior Rodrigues
Wander Junior Rodrigues

Ter uma Estratégia de avaliar Empresa, é de tamanha importância. Obrigado.  ... (Leia Mais)

21.05.2020 17:16 GMT· Responder
Luiz Eismann
Luiz Eismann

Em pouco tempo, quem diria, até Mr. Paul Guetys se tornaria TOTALMENTE OBSOLETO.KKKKKKKK  ... (Leia Mais)

21.05.2020 17:14 GMT· Responder
Luiz Eismann
Luiz Eismann

No Brasil: "Até o passado é incerto".  ... (Leia Mais)

21.05.2020 17:11 GMT· Responder
Yuri Adaildo
Yuri Adaildo

excelente!!  ... (Leia Mais)

21.05.2020 17:02 GMT· Responder
Vivi de Farias
Vivi de Farias

Muito bom!   ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:57 GMT· Responder
Neiva Teresinha de Araujo guimaraes
Neiva Teresinha de Araujo guimaraes

Bom tarde bom Eu. pensó em ter uma vida financiera próspera.  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:56 GMT· Responder
Jonathas Cavalcante
Jonathas Cavalcante

blablabla  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:55 GMT· Responder
Lidia Diniz
Lidia Diniz

Gostei bastante bacana e prático.estou também aproveitando o tempo para intensificar os estudos neste tema. vlw  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:54 GMT· Responder
Raphael Dias
Raphael Dias

conceito errado, na fisica o meio em que o experimento é realizado faz toda diferenca nos calculos. qualuqer fórmula só é exata em ambientes controlados. Ainda sim é uma ciencia exata.  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:54 GMT· 1 · Responder
Viviane Correa Alves
Viviane Correa Alves

Bacana, parabéns, simples e compreensivo !!  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:42 GMT· Responder
José Carlos Ferrario
José Carlos Ferrario

Excelente artigo elucidando o lado probabilistico e pragmático deste oficio.   ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:41 GMT· Responder
Rodrigues Melo
Rodrigues Melo

Excelente artigo!  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:38 GMT· Responder
Felipe Roman
Felipe Roman

Foco na CAPACIDADE de geração de caixa. Não me refiro aqui a estimativa de caixa não, mas sim CAPACIDADE. Isso engloba todos os drivers de crescimento e riscos.   ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:38 GMT· Responder
Sant Clear Ali Costa
Sant Clear Ali Costa

Parabéns, excelente visão Tiago.   ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:37 GMT· Responder
anderson Luis
anderson Luis

Tudo enrolação, ele deve está enlatado e quer vender curso kkkkkk  ... (Leia Mais)

21.05.2020 16:34 GMT· Responder
Bruno Fagaraz Barreto
Bruno Fagaraz Barreto

Tiago, parabéns! Sempre acompanho os seus textos você é sucinto e direto ao ponto.  Excelente.  ... (Leia Mais)

21.05.2020 15:44 GMT· Responder
Miguel Matias
Miguel Matias

Obrigado pelo texto Tiago :) Abraço ;)  ... (Leia Mais)

21.05.2020 15:20 GMT· Responder
Helton Vieira
Helton Vieira

Mais um ótimo artigo Tiago. Parabéns!  ... (Leia Mais)

21.05.2020 12:45 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.