Visões Tolas e Enviesadas Sobre Economistas do Mercado Financeiro

Visões Tolas e Enviesadas Sobre Economistas do Mercado Financeiro

Julio Hegedus Netto  | 13.01.2021 15:08

Por muitos momentos, escuto (ou leio) de economistas da academia um olhar meio viesado, de desprezo até, sobre a atuação dos profissionais do mercado financeiro. Muitos dizem, inclusive, que estes só visam ganhar dinheiro, só rentabilizar seus fundos e produtos financeiros. São como "tubarões" só visando o ganho imediato, sem atuação intelectual mais aprofundada.

Na opinião deles, são os economistas de repartições públicas, das universidades, os que realmente atuam aplicando seus conhecimentos acumulados nos bancos das universidades, não se desviando da função profícua da profissão.

Tolices, tolices, tolices. Aliás, como existe vaidade neste ambiente? O economista atua em várias frentes, nas empresas privadas, em áreas de análise, planejamento, custos, avaliação de projetos; nas empresas públicas, mais em grandes projetos de longo prazo, formulação, planejamento, mas também análises de empresas, de investimentos, e também no mercado financeiro. Me atrevo até a dizer que neste ambiente o economista se realiza bastante e aplica seus conhecimentos acadêmicos.

De primeira, é preciso dizer que os economistas do mercado financeiro não são muito diversos dos da academia, das universidades, dos centros de pesquisa. Não há nada muito excludente em ambas as atuações. Talvez o timing de atuação seja diferente, os do mercado mais pragmáticos e rápidos nas análises e avaliações, os acadêmicos, mais lentos e eruditos na abordagem de temas.

No mercado financeiro, estes profissionais são obrigados a se certificarem para poder atuar nas tomadas de decisão. São variadas as certificações, como CEA, CFA, CFP, CNPI, e por aí vai. Sim, porque predomina neste mercado a chamada "auto-regulação". Como as agências de regulação, Apimec, ANBIMA e até CVM não possuem capilaridade suficiente, usam como pré-condição para um profissional atuar no mercado a necessidade de certificação. E estas não são nada fáceis de serem obtidas. Muitos consideram, inclusive, a Chartered Financial Analyst (CFA) a mais difícil por este profissional atuar em instituições financeiras globais, equivalendo à cursos de pós-graduação nas melhores escolas de finanças e economia do mundo.

Sendo assim, os profissionais de mercado financeiro, muitos economistas, outros engenheiros, administradores, físicos, matemáticos, são altamente qualificados e só assim, com muito estudo, construção de modelos, e acompanhamento estreito, conseguem sobreviver neste ambiente. Há de considerar também que muitos destes profissionais administram grande montante de recursos de terceiros, o que aumenta ainda mais sua responsabilidade. Assim sendo, acabam se tornando meio que uma "bússola" para os investidores, aumentando o peso e a responsabilidade nas decisões, alocações e estratégias a serem seguidas. Por isso, prezam por um mercado mais previsível, embora isso se torne, muitas vezes, algo difícil. Talvez em momentos de calmaria, com a economia (local ou global), em "velocidade de cruzeiro", sem solavancos, como pandemias, ataques terroristas, escorregadas populistas, crises cambiais ou de crédito, entre outras. Mas este cenário pode ser considerado "um sonho numa noite de verão". Algo muito difícil nos dias de hoje, tal a velocidade dos acontecimentos.

O economista de mercado é antes de tudo um pragmático, deve atuar sempre atento, não perdendo o timing dos eventos, até porque só assim é possível se antecipar e angariar ganhos ou evitar perdas. Seu grau de conhecimento é o que lhe diferencia dos outros. Um economista-chefe de uma Consultoria, banco, corretora, enfim, precisa de excelência acadêmica, muitos, em alguns casos egressos de importantes cargos no setor público, e sua formação acadêmica também é um "selo de qualidade". Podemos destacar também que os economistas de mercado podem atuar como assessores de investimento, analistas, de empresas, de renda variável, ou de renda fixa, na retaguarda das instituições financeiras, orientando os clientes, ou formulando estratégias e cenários futuros.

Na academia, ao contrário, o ritmo de produção é outro, em outra patamar, mais erudita, mais restrita a um ambiente de discussões e debates acadêmicos intermináveis. A excelência acadêmica também é um diferencial, mas não acredito, em termos de qualidade, que estes sejam mais preparados do que os do mercado, São apenas esferas de atuação distinta, mas não menos ou mais nobres. Muitas vezes, um economista acadêmico, ao se confrontar à um ambiente frenético de uma corretora, um banco de investimento, acaba revendo muitos dos seus preconceitos e avaliações viesadas. Acho, inclusive, saudável, que isso acontecesse. As avaliações viesadas, muitas vezes, partem do desconhecimento.

Vamos conversando.

Julio Hegedus Netto

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Ismael De Moura
Ismael De Moura

Saudade dos amigos na Faculdade de Economia. Aprendi muito pouco. Na época aprendi a fazer gráficos no papel quadriculado com uma professora linda. Dava vontade de ver a aula.  ... (Leia Mais)

14.01.2021 07:43 GMT· Responder
Ricardo Bueno
Ricardo Bueno

E temos um presidente do BC eleito como o melhor do mundo enquato o Brasil tem a moeda mais desvalorizada e volátil do globo. Ou seja, um lixo!  ... (Leia Mais)

14.01.2021 00:47 GMT· Responder
Júnior Alves
Júnior Alves

Não são visões tolas e enviesadas, mas sim, diferentes e que ajudam a compor uma visão mais abrangente do que é a Economia de modo mais amplo. Hoje temos um ministro que se diz entendido de mercado financeiro e olha o situação do Brasil: Sem plano econômico algum. A única coisa que se fala é privatizar, como se fosse a resolução dos problemas.   ... (Leia Mais)

13.01.2021 22:59 GMT· 4 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Polski Português (Portugal) Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.