Como a paralisação do governo dos EUA afetou os mercados

Como a paralisação do governo dos EUA afetou os mercados

Dentro do Investing.com  | 09.04.2019 19:04

Como a paralisação do governo dos EUA afetou os mercados

A paralisação mais longa do governo dos EUA já registrada ocorreu entre 22 de dezembro de 2018 e 25 de janeiro de 2019. Ela durou 35 dias e foi a segunda paralisação durante a gestão do presidente Trump. A principal causa da paralisação do governo (o “shutdown”) foi um desacordo entre Trump e a oposição com relação a recursos na ordem de US$ 5,7 bilhões para a construção de um muro na fronteira sul do país (com o México).

O que é uma paralisação e por que isto acontece?

Na política dos Estados Unidos,as paralisações do governoreferem-se a um período de hiato na liberação de verbas que causa a paralisação total ou parcial dos órgãos e operações do governo federal. Elas ocorrem quando legislações voltadas ao financiamento não são aprovadas para custear o governo no próximo ano fiscal e/ou uma medida temporária de financiamento não é igualmente aprovada; isso ocorre primariamente quando há um desacordo acerca de um projeto de lei proposto para gastos dentro do governo dos Estados Unidos.” (retirado da Wikipedia)

 

Como o mercado reagiu à paralisação

Segundo o Escritório de Orçamento do Congresso dos EUA (CBO, na sigla em inglês), a paralisação mais recente custou à economia do país cerca de US$ 11 bilhões em custos diretos, mas ficamos curiosos para saber como o mercado reagiu a isso. Para medir os efeitos, olhamos os dados históricos de 7 dos principais índices mundiais, principais títulos do governo dos EUA e os números foram bastante interessantes. Durante a paralisação, todos os índices que medimos aumentaram em valor, variando de cerca de 2% para mais de 15%, ao passo que os títulos do governo dos EUA caíram cerca de 1% (com uma exceção).

 

Títulos do governo: o que aconteceu?

Nós examinamos 4 principais títulos: 1, 5, 10 e 30 anos. O US 1Y caiu 1,44%, o US 5Y cedeu 1,48%, o US 10Y recuou 1,04% e, curiosamente, o US 30Y subiu 1,19%. A possível razão para isso não foi a paralisação. Conforme afirma nosso analista sênior, Clement Thibault: “foi o Fed elevando as taxas de juros, o que geralmente tem um efeito adverso sobre os títulos do governo”.

 

Índices: o que aconteceu?

Em oposição aos títulos do governo, os índices que examinamos subiram. Na ponta inferior, o FTSE subiu 1,84%, seguido pelo Nikkei com ganhos de 3,01%. O DAX e o Euro Stoxx apresentaram alta de 6,09% e 6.37%, respectivamente. Quando o assunto foram os índices dos EUA, a alteração foi consideravelmente mais alta: o S&P e o Dow subiram 13,34% e 13,51%, e o NASDAQ saltou 15,69%. Clement sugere que “O mercado sabe que as empresas privadas conseguem operar muito bem sem o governo federal. Na maior parte, a paralisação não terá nenhum efeito sobre os negócios dessas empresas, então não há motivo para pânico”.

Conclusão

Embora inconclusivo, a mensagem principal a ser considerada com base nos resultados que vimos é que uma paralisação do governo pode realmente empurrar o mercado. Tem uma opinião diferente? Compartilhe com a gente na seção de comentários abaixo.

 

Aviso: Este post não deve ser considerado como um endosso nem um conselho de investimento. Faça suas pesquisas e devida diligência antes de investir em qualquer ativo específico ou classe de ativos.

Seja o primeiro a comentar sobre o

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+