O equívoco de Buffett e outros grandes erros

O equívoco de Buffett e outros grandes erros

Dentro do Investing.com  | 09.04.2019 19:25

O equívoco de Buffett e outros grandes erros

Qualquer pessoa que tenha acompanhado as notícias financeiras recentemente viu a história de como a Berkshire Hathaway (NYSE:BRKa) perdeu US$ 4,3 bilhões devido a uma aposta não tão boa na Kraft Heinz (NASDAQ:KHC). Esta não é a primeira ou a última vez que acontecerá com os investidores, mas ter em mente os erros realmente grandes pode ajudar você a evitar cometer erros semelhantes no futuro. Veja abaixo os 5 maiores erros, arrependimentos e más decisões na área de investimento ocorridos na história recente.

1. (Primeiro) Erro bilionário de Buffett na Berkshire

Você sabia que Warren Buffett investiu pela primeira vez na Berkshire Hathaway em 1962? Naquela época, a Hathaway era apenas uma empresa têxtil falida; a Buffett comprou um monte de ações, planejando lucrar quando outras fábricas têxteis fechassem. Vendo dinheiro, a Hathaway tentou conseguir mais capital de Buffett, o que irritou Oráculo. Como represália, a Buffett comprou o controle acionário da Hathaway e demitiu seu CEO, depois tentou fazer que o negócio se tornasse rentável novamente por 20 anos. Quando questionado sobre este assunto, a Buffett disse que estima que perdeu cerca de US$ 200 bilhões no negócio. UAU…

 

2. Não dar uma mordida na maçã

Ao lado de Steve Jobs e Steve Wozniak, a Apple (NASDAQ:AAPL) teve um terceiro fundador: Ronald Wayne. O sr. Wayne teve um papel fundamental na empresa durante os primeiros anos da Apple, mas após 11 dias ele decidiu que a empresa não tinha futuro, vendeu aos outros dois fundadores sua parte da empresa por US$ 800 (sim, apenas oitocentos dólares). Se ele tivesse mantido suas ações, elas agora valeriam mais de US$ 32,5 bilhões. Às vezes, você só tem que manter em vez de vender...

3. Como a 20th Century Fox passou a perna em si mesma

Em 1977, um diretor jovem e não muito famoso chamado George Lucas lançou o que seria o primeiro filme Star Wars (Guerra nas Estrelas). Naquela época, os executivos da 21st Century Fox tinham muito pouca fé no projeto, tanto que cederam os direitos de licenciamento da marca a Lucas. Em 2012, Lucas vendeu sua empresa (a Lucasfilm) para a Disney (NYSE:DIS), atual dona da 20th Century Fox, por apenas US$ 4 bilhões, e em 2018 o valor total da franquia Star Wars ficou em US$ 65 bilhões.

 

4. Como US$ 70.000 viraram US$ 1,1 bilhão (de perda)

Em 1983, Toshihide Iguchi estava trabalhando como gerente de portfólio na filial de Nova York do banco japonês Daiwa (OTC:DSEEY). Iguchi negociou FRN (Federal Reserve Notes, títulos dos EUA), mas incorreu em perdas no valor de US$ 70.000. Em um esforço para esconder suas perdas e salvar sua reputação, Iguchi manteve os erros em segredo por vários anos, enquanto as perdas continuavam crescendo. Em 1992, Iguchi jogou a culpa - no que agora era uma perda de US$ 350 milhões - em dois operadores iniciantes, o que levou a uma investigação federal que não encontrou nada. Em 1995, as perdas de Iguchi chegaram a mais de US$ 1 bilhão. Sentindo a consciência pesar, Iguchi enviou uma carta de confissão ao presidente do banco e acabou sendo preso. Exemplo de não saber quando aceitar suas perdas...

5. Não se animar o suficiente com a Google

Muitas pessoas não se recordam, mas em 1999 a guerra dos mecanismos de busca ainda estava em alta. Entre os gigantes da época estavam o Yahoo!, a Excite e a Altavista, com o Google (NASDAQ:GOOG)com quase 3 anos de existência e ainda não tendo uma participação de mercado relevante. O então proprietário do Google, Larry Page, foi para a Excite e ofereceu a venda da tecnologia da Google por US$ 750.000. A Excite recusou. A Excite não existe mais hoje, ao passo que o Google (agora parte da Alphabet) vale US$ 777 bilhões.

 

Agora, qual foi a SUA pior decisão de investimento? Compartilhe com a gente nos comentários.

Seja o primeiro a comentar sobre o

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+