Petróleo cai com notícias da China, fim de semana do Memorial Day será teste

Petróleo cai com notícias da China, fim de semana do Memorial Day será teste

Investing.com  | 22.05.2020 16:47

Petróleo cai com notícias da China, fim de semana do Memorial Day será teste

Por Barani Krishnan

Investing.com - Os preços do petróleo caíram pela primeira vez em mais de uma semana depois que a China, o principal comprador, retirou sua meta de crescimento do PIB para 2020 e renovou seu confronto com manifestantes pró-democracia em Hong Kong. A queda vem antes do fim de semana do Memorial Day dos EUA, que será o próximo teste de estresse para o WTI a US$ 30.

“A tendência do mercado de petróleo de corrigir e superar muitas vezes acontece antes dos fins de semana de feriado. Ainda assim, esse mercado merece mais correção ”, escreveu Phil Flynn, analista do Price Futures Group de Chicago, que normalmente é otimista em relação ao petróleo.

“Após a reviravolta histórica do preço abaixo de zero a um retorno incrível, é lógico que o mercado queira estabilizar e se consolidar enquanto tenta medir a demanda e o impacto durante o início da temporada de verão, o Memorial Day."

Os traders e investidores estarão atentos a dados sobre o tráfego nos EUA e o uso de gasolina entre a noite de sexta-feira e o feriado do Memorial Day na segunda-feira, dada a ausência da típica previsão de viagens de carro pela American Automobile Association. A AAA disse que está deixando de lado sua pesquisa anual com motoristas no Memorial Day pela primeira vez em 20 anos, já que a pandemia de covid-19 havia impossibilitado a coleta apropriada de dados. No ano passado, cerca de 43 milhões de americanos pegaram a estrada no Memorial Day, segundo maior número desde 2005, informou a associação.

O WTI de julho caía 50 centavos de dólar, ou 1,5%, a US$ 33,42 às 16h45 (horário de Brasília).

O Brent, benchmark global para o petróleo negociado em Londres, caía 86 centavos, ou 2,4%, para US$ 35,20.

Ainda assim, o WTI subiu 12% na semana e o Brent, 7%, em busca de um quarto ganho semanal consecutivo que marca a melhor sequência de vitórias do petróleo desde dezembro.

O WTI também se recuperou das mínimas de sexta-feira após a contagem semanal de plataformas publicada pela empresa Baker Hughes mostrar que as perfuradoras fecharam mais 21 plataformas de petróleo, elevando para quase 450 o número fechado desde a semana que terminou em 18 de março, quando os bloqueios pelo coronavírus começaram a ser seriamente implementadas nos Estados Unidos e em todo o mundo depois que a China iniciou o fenômeno em janeiro.

"A dinâmica do petróleo melhorou, sem dúvida, mas as perspectivas ainda são altamente incertas e existem numerosos riscos no horizonte, mesmo sem levar em consideração as recentes tensões na China", disse Craig Erlam, da OANDA, de Nova York. “Não haverá nada normal ou direto nessa recuperação”.

Mais cedo, o WTI caiu para US$ 30,74 depois que o Congresso Nacional Popular da China iniciou uma reunião de uma semana dizendo que retirava a meta de crescimento econômico de 2020, enquanto prometeu emitir 1 trilhão de yuans (US$ 140 bilhões) em títulos do tesouro especiais para apoiar empresas e regiões atingidas pela pandemia.

O Partido Comunista, no poder da China, também desencadeou uma lei de segurança nacional controversa para Hong Kong, um movimento visto como um grande golpe para as liberdades da cidade. A lei para proibir "traição, secessão, sedição e subversão" poderia dispensar os legisladores de Hong Kong.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Alexandre Cesar
Alexandre Cesar

E caramba agora os comentários aqui tem que ser aprovados .  ... (Leia Mais)

25.05.2020 10:03 GMT· Responder
Alexandre Cesar
Alexandre Cesar

Em São Paulo petróleo mal começou a subir e a gasolina que nem baixou já aumentou.PORRA É ESSA QUE PORRA É ESSA ?Monopólio do caralho Cadê o Bozo que não vê isso ?tem que fazer que n o gás de cozinha porra limitar o preço a 80 reais toda vez jogo de empurra com distribuidor ICMSPORRA É ESSA  ... (Leia Mais)

25.05.2020 10:02 GMT· Responder
Paulo Lima
Paulo Lima

Sempre a China, seja na economia, na política mas doenças. Estão dominando o mundo aos poucos, seja influencia das suas " compras" seja pela imposição de suas vontades. EUA se mantém como único a combater essa tentativa de " supremacia" , o problema e de que lado ficar. de um lado uma nação capitalista e do outro uma pseudo comunista que tem no seu dna um capitalismo talvez mais selvagem que o dos EUA com a desvantagem de que os EUA não exportam seu excedente humano. percebo a China enviando para o mundo, principalmente os países emergentes, seu " excedente populacional" fruto da extinção da política do filho único.  ... (Leia Mais)

23.05.2020 18:03 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.