BC do Japão lança sua versão de esquema de empréstimo a pequenas e médias empresas

BC do Japão lança sua versão de esquema de empréstimo a pequenas e médias empresas

Reuters  | 22.05.2020 09:05

BC do Japão lança sua versão de esquema de empréstimo a pequenas e médias empresas

Por Leika Kihara e Tetsushi Kajimoto

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão apresentou sua própria versão do programa de empréstimo a pequenas e médias empresas nesta sexta-feira, para canalizar quase 280 bilhões de dólares a companhias afetadas pelo coronavírus e impedir que a economia caia ainda mais recessão.

Em reunião de emergência, o Banco do Japão também prorrogou por seis meses o prazo para uma série de medidas adotadas mais cedo este ano para injetar dinheiro a empresas.

As decisões vieram pouco depois de dados mostrarem que os preços ao consumidor no Japão voltaram a ter deflação pela primeira vez em três anos.

Com a série de medidas de alívio de crédito lançadas até agora, o banco central espera injetar ao menos 75 trilhões de ienes (697 bilhões de dólares) na economia.

"Com a decisão de hoje, o Banco do Japão pode fornecer suporte financeiro suficiente para pequenas e médias empresas", disse Yoshimasa Maruyama, economista-chefe do at SMBC Nikko Securities.

"Eu daria aprovação tanto em termos de tamanho quanto duração das medidas."

As medidas desta sexta-feira destacam preocupações em Tóquio de que a pandemia possa levar a um salto nas falências e perdas de emprego se não houver medidas mais fortes para injetar crédito a empresas afetadas.

Como esperado, o Banco do Japão manteve sua meta de juros de curto prazo de -0,1% e a promessa de guiar os rendimentos dos títulos do governo em torno de 0%.

O Japão entrou em recessão no último trimestre pela primeira vez desde 2015, com as medidas de restrição ao coronavírus afetando o consumo e a atividade empresarial.

Segundo o novo esquema de empréstimo, o Banco do Japão injetará cerca de 30 trilhões de ienes (279 bilhões de dólares) a bancos comerciais que emprestem a pequenas empresas que usam programas de ajuda ao financiamento lançados pelo governo.

© Reuters. Sede do banco central do Japão

O banco central também pagará juros de 0,1% aos bancos que ampliarem esses empréstimos. Ele começará a ofertar os empréstimos a partir de junho.

O banco central também prorrogou até março de 2021 o alívio emergencial anunciado em março e abril. Essas medidas incluem compras de títulos corporativos e papéis comerciais e empréstimos a juros zero oferecidos a bancos comerciais contra uma série de colaterais.

A maioria das medidas que o banco central havia adotado até agora eram direcionadas a grandes empresas que têm melhor acesso a empréstimos bancários e mercados de crédito.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Luciano Machado
Luciano Machado

Se observarmos o BRASIL saiu na frente a 45 dias   ... (Leia Mais)

22.05.2020 15:49 GMT· Responder
Everton Santos
Everton Santos

Um país primeiro mundo e outro nível...  ... (Leia Mais)

22.05.2020 10:44 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.