Lucro do Barclays recua com provisão de US$2,1 bi

Lucro do Barclays recua com provisão de US$2,1 bi

Reuters  | 29.07.2020 15:00

Lucro do Barclays recua com provisão de US$2,1 bi

Por Lawrence White e Sinead Cruise

LONDRES (Reuters) - O Barclays (LON:BARC) reservou 1,6 bilhão de libras (2,1 bilhões de dólares), valor acima do esperado, para cobrir um possível aumento nas perdas com empréstimos no segundo trimestre e alertou para uma perspectiva sombria e baixas taxas de juros que devem prejudicar seus lucros até 2021.

O Barclays registrou lucro antes dos impostos no primeiro semestre do ano de 1,3 bilhão de libras, abaixo dos 3 bilhões de libras de um ano atrás, uma vez que as provisões contra potenciais dívidas incobráveis superavam a receita melhor de seu banco de investimentos.

O desempenho da área de trading do Barclays foi um ponto positivo, pois a volatilidade do mercado, causada pela pandemia, provocou um salto de 60% nas receitas de negociação de câmbio, taxas de juros e crédito.

No entanto, as ações do banco caíram nesta quarta-feira, em meio a temores de maiores prejuízos futuros e de que a queda da receita no varejo supere as receitas do banco de investimento.

A divisão de mercados registrou um aumento de 49% na receita, para 2,1 bilhões de libras, endossando a estratégia adotada pelo presidente-executivo Jes Staley, que defendeu o banco de investimento contra os desejos do acionista ativista Edward Bramson, que quer reduzir suas operações.

Era esperado que o Barclays reportasse perdas por redução ao valor recuperável de crédito e provisões para possíveis perdas com empréstimos de 1,42 bilhão de libras para abril-junho, de acordo com a previsão média dos analistas compilada pelo banco.

A provisão mais recente eleva o total do semestre para 3,7 bilhões de libras, com analistas esperando que o valor aumente para 5,79 bilhões de libras durante o ano inteiro.

© Reuters. (Blank Headline Received)

O Barclays disse que as baixas contábeis no segundo semestre não devem alcançar os níveis observados de janeiro a junho, assumindo que não haja mudança na perspectiva econômica.

Também afirmou que tem sido conservador em sua abordagem de prever uma recuperação econômica e de fazer provisões, com a cobertura de empréstimos não garantidos muito acima dos níveis de inadimplência reais vistos na crise de 2008.

"Se você observar nosso desempenho de crédito subjacente no momento, ele é relativamente benigno, nossas estatísticas de inadimplência não parecem as manchetes que você está ouvindo", disse o vice-presidente financeiro Tushar Morzaria a repórteres em uma teleconferência.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.

';