Dólar bate recorde acima de R$4,38, mas fecha em queda após BC atuar via swap depois de 1 ano e meio

Dólar bate recorde acima de R$4,38, mas fecha em queda após BC atuar via swap depois de 1 ano e meio

Reuters  | 13.02.2020 17:57

Dólar bate recorde acima de R$4,38, mas fecha em queda após BC atuar via swap depois de 1 ano e meio

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda moderada ante o real nesta quinta-feira, após o Banco Central realizar a primeira injeção líquida de moeda via swaps cambiais em um ano e meio, depois de a cotação ter disparado logo no começo dos negócios e batido novo recorde histórico acima de 4,38 reais na venda.

A força do dólar logo no começo do pregão ocorreu na esteira de mais um dia sólido para a moeda no exterior, mas no Brasil teve como pano de fundo comentários feitos na véspera pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em que voltou a defender um câmbio depreciado.

Poucas horas depois, questionado sobre o movimento do câmbio e o potencial efeito dos comentários de Guedes, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, repetiu em entrevista à GloboNews que a desvalorização do real tem acontecido sem aumentos de prêmios de risco e que o importante para o BC é como isso afeta as expectativas de inflação, que, reiterou, estão ancoradas.

Estrategistas do Morgan Stanley (NYSE:MS) avaliaram que a recente depreciação do real esteve ligada à percepção de que o BC estava "confortável" com o atual patamar de câmbio --entendimento reforçado pelas falas tanto de Campos Neto quanto de Guedes na noite da véspera.

Na outra ponta, na manhã desta quinta, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a cotação do dólar está "um pouquinho" alta.

O dólar chegou a acumular alta de mais de 8% ante o real em 2020, o que faz do real a moeda de pior desempenho entre 33 rivais do dólar neste ano.

Mas o Morgan Stanley também avaliou que o BC provavelmente se tornaria mais "proativo" em caso de aumento da volatilidade.

De fato, a volatilidade implícita de três meses para opções de dólar/real chegou a flertar com máximas do ano nas últimas sessões. Até mesmo o cupom cambial --uma medida da liquidez do mercado-- voltou a subir nas últimas sessões, evidência de um maior grau de nervosismo do mercado.

"Com a intervenção do BC, o real deve voltar a operar mais em linha com seus pares", disse Luciano Rostagno, estrategista-chefe do banco Mizuho do Brasil.

Por volta de 10h, quando o dólar bateu 4,3840 reais na venda --novo pico histórico intradiário--, o Banco Central anunciou oferta líquida de até 20 mil contratos de swap cambial tradicional --derivativos que funcionam como uma venda de dólar no mercado futuro.

O BC colocou todo o lote ofertado, no equivalente a 1 bilhão de dólares. Desde agosto de 2018 a autoridade monetária não fazia tal operação. Naquele mês, o BC vendeu um total de 1,5 bilhão de dólares nesses ativos. Veja gráfico da variação do estoque de swaps cambiais tradicionais. Valores positivos indicam venda líquida desses contratos.

O dólar à vista fechou em baixa de 0,34%, a 4,3356 reais na venda.

Na máxima do dia, alcançada na primeira hora de pregão, a divisa alcançou 4,3840 reais na venda, novo pico histórico intradiário.

Na B3, o contrato futuro de maior liquidez tinha queda de 0,22%, a 4,3490 reais.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Wiesehofer
Wiesehofer

Aos Receosos, há um novo leilão de SWAP de 1Bilhão de dólares programado para amanhã às 9:30.Mas como está anunciado, não deve ter o mesmo impacto de hoje.   ... (Leia Mais)

14.02.2020 02:25 GMT· Responder
Wiesehofer
Wiesehofer

Aos Receosos, há um novo leilão de SWAP de 1Bilhão de dólares programado para amanhã às 9:30.Mas como está anunciado, não deve ter o mesmo impacto de hoje.   ... (Leia Mais)

14.02.2020 02:25 GMT· Responder
Lucas Ávila de Oliveira
Lucas Ávila de Oliveira

e eu comprado a 4.38500, perdi R$1250.00 quando despencou! vou mandar a boleta pro seu Beto Campos.  ... (Leia Mais)

14.02.2020 01:48 GMT· 14 · Responder
Mateus chiacchio
Mateus chiacchio

Tem muito comunista aqui achando que entende de economia kkkkk. O brasileiro está acostumado com a antiga política monetária e associa dólar alto a fatores negativos, mas pela primeira vez em décadas estamos vendo uma alta benigna para o dolar. Sabe aquela correlação de bolsa pra cima e dólar pra baixo e vice versa ?! Pois e esqueçam isso pois agora e tendência de alta pra dólar e bolsa juntos, bem vindos ao novo normal em que o Brasil finalmente está acabando com a hostilidade a negócios e se tornando competitivo no mercado internacional.  ... (Leia Mais)

14.02.2020 01:42 GMT· 6 · Responder
Coyote
Coyote

5 Reais  ... (Leia Mais)

14.02.2020 00:40 GMT· Responder
sardinha marxista
sardinha marxista

"tá um pouquinho alto"   ... (Leia Mais)

14.02.2020 00:10 GMT· Responder
Trump Trade r
Trump Trade r

“Vender reservas” é a forma informal de falar... Na teoria, o BC não está vendendo o dólar no mercado futuro. Mas, na prática sim porque está colocando em JOGO a compra de um INDEXADOR de juros. Depois do vencimento do contrato deste derivativo, ou o BC pega um lucro ou um prejuízo. — — — Informalmente, seria o mesmo que vender dólar por $4,38 e REcomprar meses depois por $4,99 ; )  ... (Leia Mais)

13.02.2020 22:51 GMT· Responder
Elienay
Elienay

Swaps são derivativos e não envolve venda de reservas que continuam em $360 bilhões.   ... (Leia Mais)

13.02.2020 22:45 GMT· 1 · Responder
Ederaldo Semioni
Ederaldo Semioni

Calma minha gente, o pixuleco foi pro exterior,, deve vir um bocado de dólares,,pra acalmar o mercado,,, porque por aqui nem com 2 bi amanhã o bc segura o rojão,,,, Selic nunca devia ter caído abaixo de 5,5 ,%  ... (Leia Mais)

13.02.2020 22:45 GMT· 1 · Responder
Maurilio Rodrigues Cordeiro
Maurilio Rodrigues Cordeiro

"Inflação aleija, mas o câmbio mata!" Mario Henrique Simonsen. Abra o olho neoliberalista!  ... (Leia Mais)

13.02.2020 22:43 GMT· Responder
Maurilio Rodrigues Cordeiro
Maurilio Rodrigues Cordeiro

"Inflação aleija, mas o câmbio mata!" Mario Henrique Simonsen. Abra o olho neoliberalista!  ... (Leia Mais)

13.02.2020 22:43 GMT· Responder
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara

governo não quer gastar recursos pra baixar o dólar. exportações aumentam mas outras coisas pioram. pq é tudo importado. ué tem dinheiro pra que então...pra guardar caixa?   ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:54 GMT· Responder
Rosildo da Silva
Rosildo da Silva

Bozo-Guedes, depois de atacar as empregadas domésticas; gostaria de ver a mesma valentia em reverter este quadro político-econômico tenebroso se formando na esteira do neoliberalismo.  ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:48 GMT· 1 · Responder
Cogu Melos
Cogu Melos

Torrando as reservas para fechar em R$ 4,33 é muita ineficiência dessa administração, paulo jegues quer que o brasileiro volte a comprar pirataria, chega de produtos originais importados, brasileiro tava se vestindo muito bem, onde já se viu brasileiro com iphone, brasileiro comprando carro importado, isso é surreal, paulo jegues não aceita isso, isso é um absurdo, brasileiro tem que usar nokia 3310, tenis kichute de novo, comprar fusca e chevette e ir comprar roupa barata na feira, se coloquem no lugar de vocês brasileiros. Ass: Paulo Jegues  ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:34 GMT· 3 · Responder
Jardel Farias
Jardel Farias

ontem: Paulo Guedes - Não ha porque temer a alta do Dolar.. essa flutuação é normal.hoje: BC intervem nos futuros para controlar subida de dolar....^ ^ kkkkkkkkkk!  ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:31 GMT· 1 · Responder
Diego de Almeida
Diego de Almeida

chororo kkkk capital alocado 100% em R$   ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:30 GMT· Responder
Marcio Moraes
Marcio Moraes

Ual... foi d+,estava posicionando vendido a R$4,378.00   ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:07 GMT· Responder
Marcio Moraes
Marcio Moraes

Ual... foi d+,estava posicionando vendido a R$4,378.00   ... (Leia Mais)

13.02.2020 21:07 GMT· Responder
Trump Trade r
Trump Trade r

QUEIMANDO RESERVAS cambiais pela cotação de $4,38 para recomprar em outrubro por $5,00 “Grande dia” ; )  ... (Leia Mais)

13.02.2020 20:24 GMT· 6 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+