Dólar avança mais de 3% ante real com aversão a risco no exterior

Dólar avança mais de 3% ante real com aversão a risco no exterior

Reuters  | 15.06.2020 12:40

Dólar avança mais de 3% ante real com aversão a risco no exterior

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar registrava alta acentuada contra o real nos primeiros negócios desta segunda-feira, voltando a superar a marca de 5,20 reais em início de semana marcado pela aversão a risco nos mercados internacionais.

Às 12:31, o dólar avançava 3,55%, a 5,2243 reais na venda, bem perto da máxima da sessão, de 5,2269 reais, salto de 3,60%.

O dólar futuro negociado na B3 tinha alta de 3,34%, a 5,2250 reais.

Depois de um início de mês positivo para ativos arriscados, os mercados globais pareciam retomar posições cautelosas em meio a temores sobre uma segunda onda de infecções por Covid-19, principalmente depois que Pequim e alguns Estados norte-americanos registraram altas nos casos da doença no fim de semana.

Na capital chinesa, alguns distritos voltaram a estabelecer restrições ao movimento e às atividades comerciais em tentativa de frear a disseminação do vírus.

"Hoje, o sentimento de fuga do risco volta a dominar os mercados globais em meio a sinais de que o coronavírus voltou à ganhar força", escreveu Ricardo Gomes da Silva Filho, da Correparti Corretora. "Além disso, a divulgação de indicadores piores que o esperado na Ásia (...) ajudam a definir um cenário ruim para o dia."

Dados divulgados nesta segunda-feira mostraram uma recuperação mais fraca do que a projetada na produção industrial da China, enquanto contrações sustentadas nas vendas no varejo e no investimento colaboraram para os sinais de que muitos setores da segunda maior economia do mundo ainda estão enfrentando os efeitos das paralisações causadas pelo coronavírus.

Refletindo o clima cauteloso, moedas de países emergentes ou ligadas a commodities --como rand sul-africano, dólar australiano, lira turca e peso mexicano-- operavam em queda contra a divisa dos Estados Unidos. Outros ativos arriscados, como as bolsas de valores europeias e de Wall Street, também registravam perdas.

Enquanto isso, no cenário doméstico, "o foco retorna às tensões entre o Executivo e o Supremo Tribunal Federal", disseram em nota analistas da XP Investimentos.

No domingo, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, afirmou que a Corte jamais se sujeitará a qualquer tipo de ameaça e irá recorrer a todos os meios constitucionais e legalmente postos para sua defesa, de seus ministros e da democracia, após novos protestos no fim de semana contra o STF por parte de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

A notícia de que o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, deixará o cargo em agosto deste ano, em uma decisão tomada de comum acordo com o Ministério da Economia, também estava no radar dos investidores.

© Reuters. (Blank Headline Received)

Na última sessão, na sexta-feira, o dólar à vista fechou em alta de 2,14%, a 5,0454 reais na venda.

O dólar já perdeu muito terreno desde que tocou máximas recordes em meados de maio, mas também recuperou alguma força após ter ficado abaixo de 5 reais pela primeira vez em mais de dois meses na primeira semana de junho.

O caminho do dólar daqui para frente ainda é incerto para os agentes do mercado, com riscos negativos --como a possibilidade de uma segunda onda de coronavírus e tensões políticas no Brasil-- compensando esperanças de uma retomada econômica global após a pandemia.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Rodrigo Fernandes
Rodrigo Fernandes

Tem um mico que está prometendoFSRF11  ... (Leia Mais)

15.06.2020 19:01 GMT· Responder
Daniel Santos
Daniel Santos

Paulo Guedes disse em Fev que o Dolar só chegaria a 5 reais se o governo fizesse muita besteira.. Tirem suas proprias conclusões ..  ... (Leia Mais)

15.06.2020 14:34 GMT· 7 · Responder
Charles Manoel
Charles Manoel

Dia de compra para vários ativos, oportunidade na empresa Azul.venda nós R$:31,15  ... (Leia Mais)

15.06.2020 14:33 GMT· 1 · Responder
Alex Tavares Dias
Alex Tavares Dias

Amanhã o mercado sobe para especular com a nova baixa e o dólar cai e eles esquecem te tudo que escreveram hoje   ... (Leia Mais)

15.06.2020 14:32 GMT· Responder
claubher Nascimento
claubher Nascimento

Mesmo lenga lenga de sempre  ... (Leia Mais)

15.06.2020 13:56 GMT· 2 · Responder
Matheus Alves
Matheus Alves

essa correção irá até uns 80 mil pontos, menos que isso só si o Paulo Guedes sair !  ... (Leia Mais)

15.06.2020 13:44 GMT· Responder
Paulo Guedes
Paulo Guedes

Complicado cara. Quando dólar cai 3% eu compro dólar, quando sobre 3% eu compro dólar. Comecei a comprar dólar desde os 3,68. Vou continuar comprando mesmo que chegue a 25 reais. É muito gratificante saber que você está em posse de uma moeda de inflação baixa e reserva mundial.  ... (Leia Mais)

15.06.2020 13:33 GMT· Responder
Paulo Guedes
Paulo Guedes

First  ... (Leia Mais)

15.06.2020 13:32 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.