Mirae Asset faz quatro trocas na carteira de janeiro; confira a nova composição

Mirae Asset faz quatro trocas na carteira de janeiro; confira a nova composição

Investing.com  | 02.01.2020 12:24

Mirae Asset faz quatro trocas na carteira de janeiro; confira a nova composição

Investing.com - A Mirae Asset divulgou na manhã desta quinta-feira a atualização da carteira recomendada para janeiro, com realização de importantes mudanças em sua composição. Os analistas optaram por realizar quatro trocas, dos dez ativos que fazem parte. Deixaram a lista Br Malls, Cemig (SA:CMIG4), Itaú (SA:ITUB4) e Pão de Açúcar (SA:PCAR4), dando espaço para os ingressos de CCR (SA:CCRO3), Romi (SA:ROMI3), MRV (SA:MRVE3) e Qualicorp (SA:QUAL3).

Em dezembro, as recomendações da Meta acumularam ganhos de 8,50%, superando assim o Ibovespa, que somou 6,85% no último mês do ano. O destaque positivo do período ficou para os papéis da Ultrapar (SA:UGPA3), que saltaram 16,8%. Na ponta oposta, BRF (SA:BRFS3) cedeu 3,8%.

Na carteira de dividendos, os ganhos foram de 7,2%, perdendo para o índice e referência da bolsa, que somou 9,9% no período. A maior alta ficou para Engie (SA:EGIE3), com 12,3% e a menro alta para Qualicorp (SA:QUAL3), em 0,8%.

Na de small caps, os ganhos foram de 11,8%, perdendo para o índice e referência da bolsa, que somou 12,7% no período. A maior alta ficou para Via Varejo (SA:VVAR3), com 26,8% e a menor alta para Qualicorp (SA:QUAL3), em 0,8%.

Para janeiro, os analistas apontam que em todo início de mês a agenda econômica ganha importância, pois serão divulgados vários dados de atividade em diferentes países, como dados de indústria, serviços, vendas no varejo e inflação.

Na segunda semana do mês saem os dados oficiais do mercado de trabalho nos EUA e o grande evento esperado para o mês será a assinatura oficial do acordo comercial entre EUA e China.

No mês passado só a sinalização de que houve entendimentos para o acordo já ajudou muito no desempenho do mercado acionário global. Eles esperam que com este acordo o pessimismo sobre a proximidade de uma recessão econômica global seja minimizada.

Para estas condições a equipe acredita que o rali do mercado acionário global iniciado em dezembro possa continuar em janeiro.

Por aqui aguardamos que os trabalhos relacionados às reformas sejam retomados com vigor, inclusive com desburocratização da máquina do governo, o que seria uma excelente indicação de avanços da aceleração da economia doméstica.

Composição:

Meta: BRF (SA:BRFS3), CCR (SA:CCRO3), Cogna, Romi (SA:ROMI3), Magazine Luiza (SA:MGLU3), MRV (SA:MRVE3), Petrobras (SA:PETR4), Qualicorp (SA:QUAL3), Ultrapar (SA:UGPA3) e Vale (SA:VALE3).

Dividendos: BB Seguridade (SA:BBSE3), Engie (SA:EGIE3), Itaú Unibanco (SA:ITUB4), Itaúsa (SA:ITSA4), Porto Seguro (SA:PSSA3), Qualicorp (SA:QUAL3), Sanepar (SA:SAPR11), TAESA (SA:TAEE11) e CTEEP (SA:TRPL4).

Small Caps: Bradespar (SA:BRAP4), CVC (SA:CVCB3), Cyrela (SA:CYRE3), EDP (SA:ENBR3), Yduqs, Fleury (SA:FLRY3), Qualicorp (SA:QUAL3), Sanepar (SA:SAPR11), TAESA (SA:TAEE11) e Via Varejo (SA:VVAR3).

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
decio cavallieri
decio cavallieri

recomendar e trocar depois de 8 dias até eu que não sou analista  ... (Leia Mais)

09.01.2020 18:52 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App