Queda das bolsas abre espaço para alta mais longa

Queda das bolsas abre espaço para alta mais longa

Arena do Pavini  | 13.02.2018 07:29

Queda das bolsas abre espaço para alta mais longa

Arena do Pavini - A queda acentuada da semana passada nos mercados de ações globais pode ter sido exatamente o que os “touros” (Bulls, que apostam na alta) precisavam, afirma Luca Paolini, estrategista-chefe da gestora de recursos suíça Pictet Asset Management. Segundo ele, a correção forte, desencadeada pelos receios de uma recuperação no ritmo da inflação e ampliada por fatores técnicos, como o impacto de apostas de fundos na queda no índice de volatilidade VIX, retirou a “espuma” de alguns dos mercados mais caros, notadamente os EUA. E isso deve permitir que as ações estendam seu rali por vários meses.

Relação preço/lucro mostrava mercado caro

Em relatório enviado aos clientes, Paoli lembra que, nas semanas antes do mercado tropeçar, os indicadores de preço das ações e sentimento dos mercados – dois dos quatro fatores que a gestora monitora, ao lado do ciclo econômico e medidores de liquidez – estavam “no vermelho piscante”, o que fez a Pictet aumentar a cautela. Como exemplo desses sinais, Paoli cita o preço justo do mercado acionário americano, medido pela relação entre o preço das ações e o lucro projetado das empresas, o chamado índice preço/lucro, ou P/L de 12 meses. O preço das ações atingiu 18,8 vezes o lucro, ou seja, seriam necessários 18 anos de lucro para pagar o investimento na ação, o que era o maior número desde o início da década de 2000.

Fundos de ações globais perderam US$ 30 bilhões

Uma semana depois, esse indicador mudou, afirma Paoli. O P/E das ações dos EUA é agora de 16.5 vezes o lucro, mais razoável, de volta ao nível de novembro de 2016. A relação preço/lucro projetado das empresas do índice MSCI Global, que mede o desempenho de todas as bolsas do mundo, também caiu drasticamente (ver gráfico abaixo). As leituras do sentimento do investidor melhoraram também – indicando que as posições são muito menos otimistas – depois que os fundos de ações globais registraram saídas de US$ 30 bilhões na semana, um recorde.

Relação preço/lucro projetado das empresas do MSCI Global*

Relação preço/lucro projetado das empresas do MSCI Global*

*Relação entre o preço das ações que compõem o Índice MSCI Global e o lucro projetado para as empresas nos próximos 12 meses. Fonte: Pictet.

Paoli deixa claro que isso não quer dizer que as ações devem voltar para os picos de fim de janeiro. Segundo ele, a economia global continua forte, mas o impulso do crescimento pode ter atingido o pico. “A robusta demanda doméstica e os mercados de trabalho dinâmicos, especialmente nos mercados desenvolvidos, devem aumentar a inflação este ano”, alerta. E acrescenta que os núcleos da inflação (sem combustíveis e alimentos) dos EUA devem ultrapassar o objetivo de 2% ao ano do Federal Reserve, o Fed, banco central americano, em algum momento em 2018.

“Isso, por sua vez, aumenta a probabilidade de os bancos centrais serem forçados a reduzir seus impulsos monetários de forma mais agressiva do que a economia pode lidar”, alerta.

Por Arena do Pavini

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

A Fusion Media não aceitará qualquer responsabilidade por perdas e/ou danos resultantes do uso de informações contidas neste site, incluindo dados, cotações, gráficos e sinais de compra/venda. Por favor, informe-se sobre os riscos e custos associados à realização de operações nos mercados financeiros, pois esta é uma das formas de investimento mais arriscadas que existem. As operações de compra e venda de divisas com margem são de alto risco e não são adequadas para todos os investidores. Negociar ou investir em criptomoedas traz consigo riscos potenciais. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. As criptomoedas não são adequadas para todos os investidores. Antes de decidir negociar moedas estrangeiras ou qualquer outro instrumento financeiro ou até criptomoedas considere cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite a risco.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Todos preços de CFDs (ações, índices, futuros), divisas e criptomoedas não são fornecidos por bolsas de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços de mercado o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. Por esse motivo, a Fusion Media não é responsável por quaisquer perdas em financeiras ou em negociações sofridas como resultado da utilização desses dados.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no website, com base na sua interação com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que houver alguma discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+