ABERTURA: Ibovespa futuro inicia dia em alta mesmo com exterior negativo

ABERTURA: Ibovespa futuro inicia dia em alta mesmo com exterior negativo

Investing.com  | 16.10.2019 09:17

ABERTURA: Ibovespa futuro inicia a quarta-feira com moderada elevação

Investing.com - A jornada desta quarta-feira inicia com moderada alta para o índice futuro do Ibovespa, em meio a um cenário com dados positivos, mas com a cautela persistindo com ameaça da China em retaliar EUA após o Congresso americano aprovar lei favorável a manifestantes em Hong Kong. Com isso, a alta é de 0,31% aos 105.362 pontos, com o dólar negociado a R$ 4,1735.

- Cenário Interno

Reestruturação

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira a Medida Provisória 886, que reformula a estrutura do Poder Executivo, e a matéria tem agora de ser aprovada pelo Senado até o final da quarta-feira para não perder validade.

A MP fez alterações administrativas na estrutura do Palácio do Planalto —como a mudança da articulação política das mãos do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Cessão Onerosa

O Senado aprovou nesta terça-feira o projeto que define os critérios de distribuição de parte dos recursos obtidos com o megaleilão de petróleo da cessão onerosa, marcado para novembro, entre Estados e municípios.

O avanço da proposta sobre a partilha dos recursos entre os entes da Federação facilita o ambiente para o andamento de outra proposta de peso na Casa, a reforma da Previdência, que deve ser votada na próxima semana em segundo turno pelos senadores.

Parcerias Internacionais

O Brasil pretende concluir acordos de livre comércio entre o Mercosul e Cingapura e entre o bloco e a Coreia do Sul até o próximo ano, e também negocia com vários outros países asiáticos, afirmou nesta terça-feira um diplomata brasileiro.

O Mercosul manterá conversações comerciais iniciais com o Vietnã e a Indonésia ainda este ano, ao mesmo tempo que pode procurar expandir um acordo comercial existente com a Índia e também está interessado em um acordo com o Japão, disse Reinaldo José de Almeida Salgado, secretário de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério de Relações Exteriores.

O Brasil é a maior economia do bloco de quatro países do Mercosul, que também inclui Uruguai, Paraguai e Argentina e, portanto, desempenha um papel importante nas negociações comerciais realizadas pelo grupo.

- Cenário Externo

Impeachment de Trump

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, se recusou nesta terça-feira a enviar documentos para os comitês da Câmara dos Deputados dos EUA que realizam uma investigação de impeachment contra o presidente norte-americano, Donald Trump, disse seu gabinete, que classificou a investigação de “autoproclamada” e os pedidos de informações de muito amplos.

O advogado de Pence, Matthew Morgan, disse em uma carta a três parlamentares democratas que lideram a investigação que o escopo dos documentos solicitados incluía alguns “que claramente não são registros vice-presidenciais, de acordo com um auto-proclamado ‘inquérito de impeachment’”.

Morgan disse que o gabinete de Pence estava preparado para trabalhar com os comitês se eles “desejassem retornar à ordem regular de pedidos legítimos de supervisão legislativa, e os comitês tenham pedidos de informações apropriados sob custódia do gabinete do vice-presidente”.

Rudy Giuliani, advogado pessoal de Trump, também não vai cooperar com uma investigação de impeachment que está concentrando seus esforços para pressionar um governo estrangeiro a investigar um dos rivais políticos de Trump.

“Parece ser um ‘inquérito de impeachment’ inconstitucional, infundado e ilegítimo”, disse o advogado de Guiliani, Jon Sale, em carta ao Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados.

As informações solicitadas relacionadas ao trabalho de Giuliani na Ucrânia são protegidas pela prerrogativa advogado-cliente e outras, segundo a carta.

Parlamentares dos EUA estavam ouvindo o depoimento a portas fechadas de um diplomata sênior dos EUA, George Kent.

Zona do euro

A inflação na zona do euro caiu para o ritmo mais lento em mais de três anos em setembro, mais do que o estimado anteriormente, informou nesta quarta-feira a agência de estatísticas da União Europeia.

O recuo deve levantar novas preocupações sobre a situação da economia da zona do euro e pode reacender o debate dentro do Banco Central Europeu sobre como buscar seu objetivo de manter a inflação perto mas abaixo de 2% no médio prazo.

A Eurostat informou que os preços nos 19 países da zona do euro subiram 0,8% em setembro sobre o ano anterior, contra estimativa anterior de 0,9% e expectativa do mercado de 0,9%.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,20%, a 22.472 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,61%, a 26.664 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,41%, a 2.978 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,34%, a 3.922 pontos.

Nos mercados europeus, a quarta-feira é de indefinição de rumos, com o DAX operando com alta de 0,25% aos 12.661 pontos, enquanto o FTSE, de Londres cede 0,10% aos 7.205 pontos. Já em Paris, o CAC cai 0,10% aos 5.696 pontos.

COMMODITIES

A jornada desta quarta-feira foi marcada, mais uma vez, por desvalorização para os contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa da Dalian. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento em janeiro de 2020, cedeu 3,22%, fechando a 617,00 iuanes por tonelada, tendo como base o valor de liquidação da véspera, que foi de 637,50 iuanes/t

Na mesma direção, o dia também foi negativo para as cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na bolsa de mercadorias de Xangai, também na China. Assim, o contrato mais líquido, de janeiro de 2020, perdeu 48 iuanes para 3.291 iuanes por tonelada. Já o segundo em volume, com entrega em maio, caiu 16 iuanes para 3.105 iuanes por tonelada.

MERCADO CORPORATIVO

- Renova Energia (SA:RNEW11)

A Renova Energia (SA:RNEW11), empresa de geração limpa que tem entre seus controladores a estatal mineira Cemig (SA:CMIG4), entrou com pedido de recuperação judicial nesta quarta-feira, informou a companhia em comunicado.

O pedido de recuperação judicial contempla obrigações totais de 3,1 bilhões de reais, sendo 834 milhões correspondentes a débitos “intercompany” e 980 milhões de reais a débitos com os atuais acionistas.

O movimento acontece após o fracasso neste mês de uma tentativa da companhia de vender à AES Tietê (SA:TIET11) seu parque eólico Alto Sertão III, que está paralisado por falta de recursos após 90% das obras concluídas. O empreendimento ainda tem uma dívida de quase 1 bilhão de reais com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Criada em 2001, a Renova (SA:RNEW11) chegou a ser vista como uma das mais promissoras empresas do setor de energia limpa do Brasil e atraiu em 2011 aportes da Cemig (SA:CMIG4) e de sua então controlada Light (SA:LIGT3), que queriam utilizar a companhia como veículo para expansão em renováveis.

- MRV (SA:MRVE3)

A MRV (SA:MRVE3) teve alta de 18,8% nas vendas líquidas do terceiro trimestre, optando por uma estratégia de favorecer unidades financiadas pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) em um momento em que a Caixa Econômica Federal paralisou repasses do Minha Casa Minha Vida, informou a construtora de imóveis econômicos nesta terça-feira.

A companhia apurou vendas de 1,395 bilhão de reais de julho ao fim de setembro, enquanto os distratos recuaram para 95 milhões de reais, ante 279 milhões de reais no terceiro trimestre do ano passado. Na comparação com o período de abril a junho deste ano, os distratos caíram 22%.

“Foi observado, no terceiro trimestre, uma longa paralisação nas contratações dos financiamentos à construção e nos repasses das vendas do Minha Casa Minha Vida, que perdurou de 26 de julho a 20 de Setembro”, afirmou a MRV (SA:MRVE3) em comunicado ao mercado, informando que os repasses foram paralisados por 56 dias.

Devido à suspensão nos repasses do MCMV pela Caixa Econômica Federal no período, a MRV (SA:MRVE3) afirmou que optou por realizar as vendas de setembro fora do seu chamado processo de Venda Garantida, em que a companhia contabiliza os negócios somente após o repasse do financiamento.

- Airbus

A fabricante norte-americana de motores Pratt & Whitney enfrenta nova bateria de inspeções de turbinas de jatos após um problema num avião da Swiss que se ia para Genebra ser forçado a desviar para Paris. O incidente gerou uma breve suspensão de voos do restante da frota de Airbus A220 da Swiss.

Autoridades francesas de acidentes aéreos classificaram o incidente como grave e afirmaram que o caso será investigado por autoridades norte-americanas da National Transportation Safety Board (NTSB).

O episódio marcou o terceiro incidente de motor envolvendo a mesma companhia aérea e modelo de avião em vários meses e resultou em uma pequena quantidade de destroços espalhada quando a aeronave pousou no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, afirmou uma fonte do terminal à Reuters.

O incidente ocorreu horas depois de a agência francesa BEA lançar um incomum pedido para ter 150 voluntários vasculhando uma área de mata desabitada no leste da França. O objetivo era encontrar uma peça de titânio desprendida pelo primeiro incidente, em julho, envolvendo um voo entre Genebra e Londres.

- WEG (SA:WEGE3)

A fabricante de equipamentos elétricos WEG (SA:WEGE3) tem surfado em um recente “boom” no mercado brasileiro de energia solar distribuída, que envolve a instalação por consumidores ou empresas de sistemas de geração própria em telhados ou grandes terrenos, disse à Reuters um executivo da companhia catarinense.

As aplicações de geração distribuída solar já somam mais de 1,3 gigawatt em capacidade no Brasil e atendem à demanda de 151 mil clientes, sendo que a WEG (SA:WEGE3) atuou no fornecimento de componentes ou instalação de cerca de um terço disso, segundo o diretor de Novas Energias da empresa, João Paulo Gualberto.

Em meio à acelerada expansão da tecnologia, principalmente a partir deste ano, a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira consulta pública sobre proposta para reduzir subsídios concedidos aos consumidores que investem nesses sistemas, mas o movimento do regulador não assusta a companhia catarinense.

“Isso tomou uma proporção que nos surpreendeu, pelo tamanho do crescimento. Nós estamos respondendo a esse crescimento com cuidado, porque há uma possível mudança regulatória... mas isso é um fato novo no setor, e eu acho que pode representar até uma oportunidade para a WEG (SA:WEGE3) em termos de participação no mercado”, disse Gualberto.

- Energia Elétrica

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) rejeitou em reunião nesta terça-feira pedidos das distribuidoras de energia Equatorial (SA:EQTL3) Piauí, do grupo Equatorial, e Energisa (SA:ENGI4) Rondônia e Acre, da Energisa, para reajuste extraordinário das tarifas cobradas junto aos consumidores.

As concessionárias pertenciam ao grupo estatal Eletrobras (SA:ELET3) e foram privatizadas ao longo de 2018, com previsão à época de que as empresas que adquirissem as concessionárias poderiam no futuro pleitear reajuste extraordinário junto ao órgão regulador.

Mas laudos entregues pelas distribuidoras para pleitear as tarifas “apresentaram inconsistências e não atenderam a qualidade e o prazo requeridos pela legislação do setor e regulamentos da agência”, segundo a Aneel, que acrescentou que os prazos para aplicação do reajuste extraordinário ainda em 2019 “estão vencidos”.

“Em caso de informações insuficientes, a Aneel não está obrigada a arbitrar valores, sendo o ônus de apresentar as informações de forma adequada inteiramente da concessionária”, destacou a diretora da agência Elisa Bastos.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente da República inicia a quarta-feira recebendo Tarcísio Freitas, Ministro de Estado da Infraestrutura, participando em seguida da Solenidade de Assinatura da MP do Contribuinte Legal.

Na parte da tarde, recebe a escritora Thaís Oyama e, em seguida, se reúne com Luiz Eduardo Ramos, Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República; Vitor Hugo, Deputado (PSL/GO) Líder do Governo na Câmara dos Deputados; e Deputado Domingos Neto (PSD/CE). Depois, participa da Cerimônia de Assinatura de Decreto de Concessão de Documento de Identificação Militar para Oficial da Reserva.

O dia chega ao fim com reuniões com Paulo Guedes, Ministro de Estado da Economia e com Osmar Terra, Ministro de Estado da Cidadania.

- Paulo Guedes

- Cerimônia de Assinatura da MP Contribuinte Legal;

- Audiência com a bancada do PP no Senado;

- Audiência com o senador Álvado Dias (Podemos/PR);

- Reunião semanal com o Secretário Especial de Fazenda, Waldery Rodrigues;

- Reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni

*Com Reuters

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
cla mangi
cla mangi

vamos ver quantos dólares esses otários vão queimar, para tentar passar uma mensagem de "controle". . Logo, logo a bomba explode.  ... (Leia Mais)

16.10.2019 14:18 GMT· Responder
Ottorino Cetti
Ottorino Cetti

O que impede o dólar de cair no Brasil – e como gestores estão posicionados hoje. . Com a moeda pressionada por juros baixos e um ambiente de incerteza global, movimento de valorização não dá sinais de trégua. . . Dolar nào sobe porque BC nào deixa, continua vendendo dolars de linea, (moeda) hoje o dolar chegou atè R$ 4,1863, maso com venda de dolars agora està_ em R$ 4,1783. . . . EURUSD=X. 1,1053 +0,0022 +0,1985% USD 3:01PM BST     - -. USDBRL=X. 4,1783 +0,0005 +0,0120% BRL 3:00PM BST -. EURBRL=X. 4,6163 +0,0082 +0,18% BRL 3:00PM BST  ... (Leia Mais)

16.10.2019 14:05 GMT· Responder
Sidnei Horst
Sidnei Horst

Bolsa caindo e dolar a 4.50 nos proximos dias kkkk gestao Guedes e Campos Neto dupla sensacional  ... (Leia Mais)

16.10.2019 13:33 GMT· 1 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+