Ação da Positivo, que subiu 232% no ano, é elevada a compra pelo BTG Pactual

Ação da Positivo, que subiu 232% no ano, é elevada a compra pelo BTG Pactual

Money Times  | 26.11.2019 08:23

Ação da Positivo, que subiu 232% no ano, é elevada a compra pelo BTG Pactual

Money Times - As ações da Positivo Tecnologia (SA:POSI3) foram elevadas de neutra para compra pelo BTG Pactual (SA:BPAC11) nesta segunda-feira (25), apurou o Money Times.

O preço-alvo projetado pelos analistas Luiz Guanais e Gabriel Savi é de R$ 9. O valor corresponde a um potencial de valorização de aproximadamente 16%.

Os papéis da fabricante de celulares de marca própria e notebooks (que também incluem a Vaio) acumulam valorização de 232% em 2019.

“Depois de lutar nos últimos anos com uma economia difícil e um desempenho irregular, a Positivo deve começar a colher os frutos de uma perspectiva econômica mais brilhante”, explica o relatório.

Guanais e Savi ressaltam que, em 30 anos, a empresa criou um canal de distribuição eficiente – 12 mil varejistas e 250 lojas de assistência técnica – e é líder no segmento de PCs e celulares de baixo custo.

“Como o segmento de PCs está altamente correlacionado às perspectivas econômicas, vemos um céu mais claro para o Positivo nos próximos trimestres”, indicam.

A Positivo também desfruta de uma posição confortável no mercado de contratos com governos e instituições públicas – o que também é citado como um risco – e de uma capacidade de produção flexível. As unidades fabris estão em Manaus e Curitiba.

Os novos projetos da empresa, aponta o BTG, incluem também iniciativas em inteligência artificial, serviços, servidores, produtos educacionais e investimentos em startups de tecnologia.

Em 2019, até o final do terceiro trimestre, o lucro líquido da Positivo saltou 607%, para R$ 15,6 milhões. O Ebitda foi a R$ 100,5 milhões (alta de 103%) e a receita líquida chegou a R$ 1,4 bilhão (-0,6%).

Notebook do povão

A participação de mercado na venda de PCs produzidos pela Positivo chegou a 13,9% até o final de setembro. Já nos notebooks com preço abaixo de R$ 1.200, a participação vai a 75,8%.

Os números revelam uma dominância do mercado de notebooks de entrada no Brasil.

Já em celulares, o market share esteve em 3,5%. Em produtos abaixo de R$ 499, a fatia salta para 37%.

Por Money Times

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Vitor Rolemberg Costa
Vitor Rolemberg Costa

essa semana vai ter alta. passou dos 13 o ceu é o limite  ... (Leia Mais)

13.01.2020 23:08 GMT· Responder
Vitor Rolemberg Costa
Vitor Rolemberg Costa

essa semana vai ter alta. passou dos 13 o ceu é o limite  ... (Leia Mais)

13.01.2020 23:08 GMT· Responder
Kairo Cesar
Kairo Cesar

Saravalle recomendou bem antes, depois das grandes altas fica um pouco mais fácil recomendar.  ... (Leia Mais)

04.12.2019 23:49 GMT· Responder
Felipe Menezes
Felipe Menezes

Esses analistas da BTG são bem ruinzinhos, recomendam depois que já subiu quase tudo.. Fica fácil ter essa profissão, deve exigir ensino fundamental só kk  ... (Leia Mais)

04.12.2019 09:54 GMT· Responder
Patrick Picorelli
Patrick Picorelli

tem 6 meses que vem subindo a positivo eu comprei ela a R$ 4,05 aí quando chega a 7 reais falam que o preço alvo é 9 kkkk  ... (Leia Mais)

27.11.2019 01:30 GMT· Responder
dacio barbosa
dacio barbosa

Essa recomendação ninguém cai mais!!! Mico para desovar  ... (Leia Mais)

26.11.2019 18:25 GMT· 2 · Responder
Dimas Rocha
Dimas Rocha

Mesma lorota de sempre...a ação vem em crescimento contínuo e só agora eles recomendam....piada!. Aí tem um monte de gente alavancando o preço de venda e um monte de gente acaba comprando acreditando nessas pseudo análises.. amanhã o preço cai ao patamar de uns 4,85 e eles inventam outra história.  ... (Leia Mais)

26.11.2019 16:49 GMT· 2 · Responder
Antonio Caveden
Antonio Caveden

Corre que é desmonte de posição  ... (Leia Mais)

26.11.2019 16:45 GMT· Responder
Altair Honorato
Altair Honorato

Os caras precisam desovar as ações que compraram na casa dos 3 a 4 reais e querem convencer os otários que seguem recomendações de bancões.  ... (Leia Mais)

26.11.2019 14:15 GMT· Responder
Luiz Marcelo Ferreira
Luiz Marcelo Ferreira

Acho que já foi o time  ... (Leia Mais)

26.11.2019 12:59 GMT· Responder
Luxo Urbano
Luxo Urbano

ENTENDI !!!! ELA É ELAVADA PELO BTG  DEPOIS DE SUBIR 300%    ANNNNN FAZ TODO O SENTIDO NÉEEEEEEEEE  ... (Leia Mais)

26.11.2019 12:51 GMT· 1 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+