Bolsas da Europa fecham em alta com sinalizações de Lagarde, energia e aéreas

Bolsas da Europa fecham em alta com sinalizações de Lagarde, energia e aéreas

Estadão Conteúdo  | 06.10.2020 14:40

Bolsas da Europa fecham em alta com sinalizações de Lagarde, energia e aéreas

As bolsas da Europa fecharam o dia em alta, com sinalizações dovish da presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde. A sessão começou em baixa, com a realização de lucros de muitas empresas, mas ao longo do pregão tomou contornos positivos. A alta no setor de energia apoiou os índices em muitas bolsas, em sessão também marcada pelo desempenho das aéreas. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,07%, a 365,88 pontos.

O pregão começou em baixa, mas as bolsas ganharam força com sinalizações dovish de Lagarde. Ao Wall Street Journal, a dirigente afirmou que a zona do euro ainda não chegou à chamada taxa de reversão, quando cortes de juros causam mais efeitos negativos do que positivos.

Em Londres, a bolsa teve a menor alta dentre as principais e chegou a operar em queda pouco antes do fechamento. Entre os destaques de baixa, estão as ações da varejista online Ocado Group e da seguradora Admiral Group (LON:ADML), com quedas de 8,73% e 1,96%, respectivamente. O FTSE 100 fechou em alta de 0,12%, a 5.949,94 pontos, com Lloyds em alta de 3,59%.

A alta teve ligação com o setor aéreo. As ações da Rolls-Royce (LON:RR), que fabrica motores de avião além de carros, subiram 19,94%, um dia após a empresa anunciar a oferta de 1 bilhão de libras em títulos. Mas o bom resultado também foi sentido na Airbus, com avanço 2,99%. Dentre as companhias, em Londres a International Airlines Group (LON:ICAG) teve alta de 7,06%. Com subida de 6,82%, a Lufthansa ajudou o DAX a terminar com alta de 0,61%, a 12.906,02 pontos, em Frankfurt.

Com mais um dia de forte recuperação nos preços do barril de petróleo, após altas próximas a 6% em Nova York e Londres ontem, que estavam perto dos 3% hoje, as empresas de energia ajudaram nos índices positivos. Em Londres, Royal Dutch Shell (+2,63%) e BP (1,10%) subiram. Em Lisboa, a Galp avançou 2,40%. A Total teve ganhos de 2,39% em Paris. A alta da Eni em Milão, de 3,41%, impulsionou o índice FTSE MIB a ter ganhos de 0,85%, a 19.429,81 pontos.

A Repsol (MC:REP) teve alta de 5,00%, e ajudou a explicar o IBEX 35 com a maior alta dentre as principais bolsas do dia em Madri, de 1,44%, a 6.936,20 pontos. No entanto, hoje o presidente do Banco Central da Espanha, Pablo Hernández de Cos, deu importantes sinalizações ao setor financeiro, em especial sobre novas fusões. Atualmente envolvido em um processo do gênero, as ações do CaixaBank avançaram 3,58%, acompanhada pela outras parte na fusão, o Bankia, com alta de 3,26%. Santander (SA:SANB11) (+6,23%) e BBVA (MC:BBVA) (3,04%) seguiram a tendência.

Em Paris, o CAC teve alta de 0,48% a 4.895,46 pontos. Em Lisboa, o PSI20 fechou com ganhos de 1,14%, a 4.182,97 pontos.

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.