ENTREVISTA-Brasil deve voltar a ter grau de investimento em 2020, diz Guedes

ENTREVISTA-Brasil deve voltar a ter grau de investimento em 2020, diz Guedes

Reuters  | 08.11.2019 18:05

ENTREVISTA-Brasil deve voltar a ter grau de investimento em 2020, diz Guedes

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, prevê que o Brasil reconquistará o grau de investimento concedido pelas agências de classificação de risco em 2020, cinco anos depois de ter perdido o selo de bom pagador, e ressalta que a atividade econômica já começou a reagir, garantindo a retomada do crescimento.

"Acho que o Brasil será grau de investimento no ano que vem, não sei se no começo do ano, mas já está ficando claro que nosso trabalho é consistente, e não é de um ano. Nós trocamos o mix de política econômica, estamos firmes no fiscal e o juros desabou", afirmou o ministro em entrevista exclusiva à Reuters.

Guedes destacou que há “uma explosão no crédito” e movimentos significativos na construção civil e na massa salarial e previu que a economia crescerá 1% em 2019 e pelo menos 2,5% no ano que vem.

As projeções são mais otimistas do que as do mercado, que apontam para expansão de 0,92% este ano e de 2% em 2020, segundo pesquisa Focus do Banco Central. Também são mais altas que os números oficiais do governo, recém-divulgados pela equipe econômica, de 0,9% e 2,32%, respectivamente.

Na próxima semana, disse Guedes, o governo vai lançar dois programas, um para estimular o crédito para a baixa renda no país, com apoio de bancos públicos e plataformas digitais, e outro para fomentar o acesso ao mercado de trabalho de jovens e de pessoas de idade mais avançada.

Para o ministro, os agentes econômicos não estão tendo tempo de digerir a agenda ampla de medidas que o governo tem implementado, abarcando reforma da Previdência, desestatização do crédito, "choque de energia barata" e abertura econômica.

"Mas isso é bom, porque os efeitos vão começar a aparecer e essa diferença entre realidade e percepção vai emergir”, disse Guedes.

Questionado sobre eventuais ambições políticas, Guedes foi categórico: "Zero de interesse na política", afirmou. "Não sou político e nunca serei."

MERCOSUL

O Mercosul se transformou em um a incubadora de fracassos e requer mudanças que beneficiem os países membros do bloco, disse Guedes, acrescentando que o governo Bolsonaro não abrirá mão de aumentar a conexão com a economia global, mesmo que esse não seja o desejo da parceira Argentina.

     “Após a criação do Mercosul, Brasil e Argentina ficaram isolados, com baixo crescimento, baixa produtividade, e ficaram de fora de cadeias globais", afirmou. "A China e asiáticos estão tirando milhões da miséria, se integrando às cadeias globais e, enquanto isso, o Mercosul virou uma incubadora de fracassos econômicos.”

    Segundo o ministro, o governo brasileiro está atento aos movimentos na Argentina depois da vitória do peronista Alberto Fernández nas eleições presidenciais. Bolsonaro havia declarado apoio à reeleição do presidente liberal Maurício Macri e, após a eleição do oposicionista, criticou a escolha dos argentinos e disse que não cumprimentaria Fernández.  

    Guedes destacou a convicção do atual governo da necessidade de abertura da economia, independentemente do rumo escolhido pelos argentinos. “A eleição dá o direito à Argentina de eles fazerem o que quiserem, e a eleição no Brasil deu uma direção clara, nós vamos nos integrar às cadeias globais”, disse ele na sede do Ministério da Fazenda, no Rio.

“Enquanto eles (argentinos) tiverem essa intenção estamos juntos… mas se não tiverem essa intenção nós seguiremos”, acrescentou.

Questionado se poderia ser o fim do Mercosul, o ministro foi evasivo: “Não sabemos, vai ser o que tiver que ser. Não quero prever nada, mas temos princípios claros e seguiremos eles."

PARTILHA

O ministro da Economia voltou a fazer críticas ao resultado dos leilões de petróleo desta semana, que não atraíram o interesse das empresas privadas globais, frisando que o regime de concessões é mais efetivo.

“A condenação veio do mercado, que disse que a gente vai ter que explorar sozinho nosso petróleo se insistirmos na partilha, o recado foi claro”, afirmou. "Não tenho dúvida que está claro que o de concessões é mais efetivo."

Sobre o convite feito ao Brasil para ingressar na Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), Guedes afirmou que seria interessante para o país participar de discussões sobre o futuro do petróleo, mas descartou a adesão a cartéis.

"Para encurralar as democracias ocidentais, para dar um choque de petróleo, para criar problema com caminhoneiros no Brasil, criar fome na Europa Central, aí não. O presidente Bolsonaro tem princípios e valores e não é por um punhado de dinheiro que vamos mudar”, afirmou.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Alberto De Lemos Barcelos
Alberto De Lemos Barcelos

Macri de liberal passou muito longe, foi mais um político charlatão tentando entrar na onda, e o que precisava ser feito não o fez.  ... (Leia Mais)

10.11.2019 16:08 GMT· 1 · Responder
Francisco Acv
Francisco Acv

Em se tratando de acoes em sistemas sociais biologicos a constante de tempo e muito grande! Ou seja, o tempo gasto entre estimo e resposta sao dezenas, centenas de anos. Estamos colhendo hoje as acoes tomadas depois da saida dos militares. E principamente as da ultima decada!  ... (Leia Mais)

10.11.2019 14:31 GMT· 1 · Responder
Francisco Acv
Francisco Acv

Avante Brasil!  ... (Leia Mais)

10.11.2019 14:20 GMT· Responder
poll poll
poll poll

pessoas sem noção acham que para limpar um chiqueiro basta uma varridinha..ainda tem muita sujeira no chiqueiro do congresso.. já demos o primeiro passo.... Brasil avante!!!!!  ... (Leia Mais)

10.11.2019 10:33 GMT· Responder
Fabiana Corrêa
Fabiana Corrêa

parabéns ministro   ... (Leia Mais)

10.11.2019 10:24 GMT· Responder
Fabiana Corrêa
Fabiana Corrêa

parabéns ministro   ... (Leia Mais)

10.11.2019 10:24 GMT· Responder
Lidiane s s Martins
Lidiane s s Martins

Parabéns ,nosso Brasil merece crescer   ... (Leia Mais)

10.11.2019 08:25 GMT· Responder
Lidiane s s Martins
Lidiane s s Martins

Parabéns ,nosso Brasil merece crescer   ... (Leia Mais)

10.11.2019 08:25 GMT· Responder
Barry Cuellar
Barry Cuellar

Parabéns ministro  ... (Leia Mais)

10.11.2019 01:18 GMT· Responder
Fer Mafe
Fer Mafe

problema nao eh  canhota nem direita..problema eh CORRUPCAO.......sergio moro for president  ... (Leia Mais)

09.11.2019 23:18 GMT· 1 · Responder
Economia Brasil
Economia Brasil

Paulo Guedes prega um anacronismo que até à escola de chicago deixou para trás. Isso só faz facilitar o caminho para a volta da esquerda ao poder.   ... (Leia Mais)

09.11.2019 21:28 GMT· 1 · Responder
Magno ALVES PEREIRA
Magno ALVES PEREIRA

Concordo! Se ficarmos indo de um lado para o outro não avançaremos.  ... (Leia Mais)

09.11.2019 20:06 GMT· Responder
Rone Oliveira
Rone Oliveira

Brasil rumo a uma guerra civil, é oque parece pois a esquerda e a direita se quer tentam um dialogo. E o mesmo acontece com seus "torcedores", que é so acusaçoes, hoje um direita é capaz de matar um esquerda e vice versa por diferencas de ideoligias. Oque o Lula falou ontem é uma estupidez sem tamanho, ja sair detonando tudo, e as respostas vem a altura, com mesma ignorancia. Mas o Pt pode deixar de ser problema se o presidente focar no que precisa ser feito, sem sair criticando outros paises de esquerda, deixa eles la cuida aqui primeiro, deixa de passar a mao na cabeça dos filhos mimados, se entenda dentro do proprio partido, deixa a venezuela la, se la e comunista, a China tembem e, mas falar mal da China e perigoso. O Lula so vai dar problema se o povo nao estiver contente, entao facam algo pelo povo.  ... (Leia Mais)

09.11.2019 18:49 GMT· 1 · Responder
EagleStock Prof
EagleStock Prof

Maioria aqui É SÓ CRITICAS....Enquanto os ditos Brasileiros ficarem nessa ETERNA Crítica Botando o País PRA BAIXO e NÃO INCENTIVANDO o Governo IREMOS AFUNDAR Realmente. OBS. Melhor Voltar ERA PT...ETC... Naqueles Tempos ESTAVA TUDO EXCELENTE.   ... (Leia Mais)

09.11.2019 12:07 GMT· 1 · Responder
AKtrader
AKtrader

Na boa.....esse não passa de um placebo. Choque de energia barata, explosão de crédito? Esse cara é cheio das expressões de impacto, mas cadê a efetividade? Como oferecer mais crédito para uma classe de baixa renda endividada e sem emprego? Parece que pegaram os planos econômicos do PT de 2008 e trocaram de nome....  ... (Leia Mais)

09.11.2019 09:46 GMT· Responder
Maurício Winter Nicola
Maurício Winter Nicola

Claro que sim...agora, senta lá, Claudia!  ... (Leia Mais)

09.11.2019 01:55 GMT· 1 · Responder
E. Andrade
E. Andrade

Fala -se muito em insegurança jurídica. Mas quando foi que no Brasil já teve segurança jurídica? Até uma simples ação de alimentos é um caos nesse país! A vida segue e o Brasil continua o mesmo!  ... (Leia Mais)

09.11.2019 01:14 GMT· Responder
Alessandro Reis
Alessandro Reis

Problemas com PT só em 2022,ordem e progresso,fazer valer nossa bandeira,Brasil em crescimento depois de tanta destruição,avante!  ... (Leia Mais)

09.11.2019 00:47 GMT· Responder
Danieldomiciano Domiciano
Danieldomiciano Domiciano

O PT assaltou o país por 16 anos, fez a dívida pública explodir, criou a maior recessão da história, criou mais de 13 milhões de desempregados, e agora os petistas reclamam que em 10 meses o novo governo não resolveu todos os problemas. Mau-caratismo ou estupidez, mesmo??  ... (Leia Mais)

08.11.2019 23:23 GMT· 2 · Responder
Danieldomiciano Domiciano
Danieldomiciano Domiciano

O PT assaltou o país por 16 anos, fez a dívida pública explodir, criou a maior recessão da história, criou mais de 13 milhões de desempregados, e agora os petistas reclamam que em 10 meses o novo governo não resolveu todos os problemas. Mau-caratismo ou estupidez, mesmo??  ... (Leia Mais)

08.11.2019 23:23 GMT· Responder
Krl Marx
Krl Marx

Claro. "é só tirar a Dilma que o PIB dobra", ou "só aprovar a reforma trabalhista que os empregos voltam"... Ladainha   ... (Leia Mais)

08.11.2019 23:18 GMT· Responder
Economia Brasil
Economia Brasil

Ele prometeu acabar com o déficit primário no primeiro ano de governo. Acho que seria com o 1 trilhão de reais que ele disse que arrecadaria com venda de ativos da União. Mas não deu.   ... (Leia Mais)

08.11.2019 23:10 GMT· Responder
Economia Brasil
Economia Brasil

Choque de energia barata? Onde, como?  ... (Leia Mais)

08.11.2019 23:06 GMT· 1 · Responder
Economia Brasil
Economia Brasil

Realmente a uma retomada da atividade econômica haha. O crescimento econômico com Paulo Guedes a frente do ministério será pifio. Sem o Mercosul será exterminado o pouco que ainda temos de indústria.   ... (Leia Mais)

08.11.2019 23:01 GMT· 3 · Responder
Fernando Menezes
Fernando Menezes

como quer chegar a isso com o STF soltando o Lula?  ... (Leia Mais)

08.11.2019 21:55 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+