Ibovespa fecha acima de 110 mil pontos e renova máximas desde fevereiro

Ibovespa fecha acima de 110 mil pontos e renova máximas desde fevereiro

Reuters  | 25.11.2020 18:10

Ibovespa fecha acima de 110 mil pontos e renova máximas desde fevereiro

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta pelo terceiro pregão seguido nesta quarta-feira, acima de 110 mil pontos e renovando máximas desde fevereiro. O movimento foi embalado por otimismo sobre eficácia de vacinas contra o Covid-19, além de entrada de estrangeiros e rotação de portfólios.

© Reuters. .

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,4%, a 110.230,12 pontos, segundo dados preliminares. O volume financeiro somava 27,1 bilhões de reais.

Na primeira etapa da sessão, o Ibovespa chegou a 109.315,21 pontos, refletindo alguns ajustes após forte valorização desde o começo da semana e tendo no horizonte feriado nos Estados Unidos na quinta-feira, que fechará o referencial de Wall Street.

Uma sessão relativamente comportada em Nova York, apesar da bateria de dados econômicos norte-americanos antes do feriado do Dia de Ação de Graças, porém, abriu espaço para a retomada do viés mais comprador no pregão brasileiro, fazendo o Ibovespa alcançar 110.595,81 pontos no melhor momento.

Na visão de estrategistas do Goldman Sachs, os dados nos EUA nesta sessão mostram um quadro bastante misto da economia norte-americana, “provavelmente contribuindo para a retração do mercado nesta quarta-feira, bem como sua inclinação pró-crescimento - versus pró-cíclica”.

Agentes do mercado financeiro têm citado como componentes para a trajetória positiva na bolsa paulista no mês, em linha com outros mercados, o fluxo de capital externo, bem como a rotação em portfólios, para ações de ‘valor’ e ‘cíclica’, com maior peso no Ibovespa, em detrimento de papéis de ‘crescimento’.

DESTAQUES

- VALE ON (SA:VALE3) subiu 0,94%, com o setor de mineração e siderurgia em destaque também com Usiminas PNA (SA:USIM5), que fechou em alta de 7,05%, e CSN ON (SA:CSNA3), que avançou 2,52%, apoiadas pelo cenário de alta de preço do aço.

- PETROBRAS PN (SA:PETR4) terminou com acréscimo de 0,11%, após trocar de sinal algumas vezes no pregão, que foi marcado pelo avanço do petróleo no exterior e anúncio pela petrolífera estatal de aumento de preços.

VEJA: Petróleo atinge máximas de março com esperança de vacinas

- CVC BRASIL ON (SA:CVCB3) avançou 9,79%, dando continuidade à recuperação em novembro, mês em o papel que já acumula alta de 46%, tendo no radar que a S&P elevou o rating em escala nacional da companhia para ‘B’, com perspectiva em desenvolvimento.

- EQUATORIAL ON (SA:EQTL3) valorizou-se 4,54%, após a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovar Revisão Tarifária Extraordinária da Equatorial Piauí, com efeito médio a ser percebido pelo consumidor de 3,48%.

LEIA: Aneel aprova reajuste de 3,48% nas tarifas da Equatorial Piauí

- NATURA&CO ON (SA:NTCO3) valorizou-se 4,16%, reforçando sinal positivo, tendo de pano de fundo inauguração de um centro de pesquisa e desenvolvimento de produtos para acelerar o tempo de resposta a novas tendências do mercado.

ENTENDA: Natura (NTCO3) Inaugura Centro de Pesquisa em São Paulo

- ITAÚ UNIBANCO PN (SA:ITUB4) caiu 1,18%, afastando o Ibovespa das máximas, assim como BRADESCO PN (SA:BBDC4), que cedeu 1,29%, após forte recuperação em novembro dos papéis, que contabilizam valorização ao redor de 25% cada neste mês.

- COGNA ON (SA:COGN3) e YDUQS ON (SA:YDUQ3) caíram 2,79% e 1,73%, respectivamente, conforme analistas continuam acompanhando a competição de preços nos cursos presenciais com valores menores, bem como a reação do setor em meio ao Covid-19.

(Por Paula Arend Laier)

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Jorge Hallyson
Jorge Hallyson

Ué disseram que não tinha nada haver com vírus e que ia continuar caindo, cadê os especialistas agora? kkkkkkkkkkkk  ... (Leia Mais)

26.11.2020 13:09 GMT· Responder
Adriano Marques
Adriano Marques

Cadê o cara da empiricus que falou que 70k era o pulo do gato morto   ... (Leia Mais)

26.11.2020 02:53 GMT· Responder
victor gouveia
victor gouveia

88k kkkkkkkkkkkk cadê essa glr? sumiu?  ... (Leia Mais)

26.11.2020 01:31 GMT· Responder
Mamoru Uehara
Mamoru Uehara

alguns papéis dobraram de valor. outros mesmo valor pre pandemia e outros nem subiram KKK. só o índice recuperou.   ... (Leia Mais)

25.11.2020 23:43 GMT· Responder
Clóvis José Perinazzo
Clóvis José Perinazzo

Se confirmar pivô de alta vai fácil 120k e depois 150k.  ... (Leia Mais)

25.11.2020 23:34 GMT· 6 · Responder
Sandra Oliveira
Sandra Oliveira

no.meio da manhã a notícia aqui era que o dia era de realizações de lucro, mudou o discurso ,   ... (Leia Mais)

25.11.2020 23:20 GMT· 1 · Responder
Ruy Novaes
Ruy Novaes

Cautela, realização vai vir do nada...  ... (Leia Mais)

25.11.2020 23:07 GMT· Responder
Rogerio Falha Sanches
Rogerio Falha Sanches

Minto 2022 e vai continuar mentindo kkkkkk  ... (Leia Mais)

25.11.2020 22:40 GMT· Responder
Fernando Borelli
Fernando Borelli

Ué, os estrangeiros não haviam abandonado o Brasil?Bolsonaro 2022! O melhor presidente para o povo brasileiro. Chega dos enganadores e ladrões do erário público!  ... (Leia Mais)

25.11.2020 21:40 GMT· 3 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.