Ibovespa recupera 114 mil pontos com Itaú e Vale; exterior ajuda

Ibovespa recupera 114 mil pontos com Itaú e Vale; exterior ajuda

Reuters  | 11.02.2020 12:01

Ibovespa recupera 114 mil pontos com Itaú e Vale; exterior ajuda

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O tom positivo prevalecia na bolsa paulista nesta terça-feira, favorecido por melhora no humor dos investidores no exterior e com cena corporativa em evidência, após Vale divulgar dados de vendas e produção em meio à alta do preço do minério de ferro na China, e Itaú Unibanco publicar balanço trimestral e projeções.

Às 11:52, o Ibovespa subia 1,76%, a 114.548,00 pontos. Em pregão véspera de vencimentos de opções sobre o Ibovespa e do índice futuro, o volume financeiro somava 6,2 bilhões de reais.

"A volatilidade ainda segue dando o tom nos mercados", destacou a equipe da Elite Investimentos, em nota a clientes, acrescentando que os movimentos nos mercados seguem atrelados a notícias difusas sobre o avanço do coronavírus que surgiu na China e seu impacto na economia global.

No exterior, o norte-americano S&P 500 subia 0,3% nos primeiros negócios.

Nos Estados Unidos, o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, se mostrou bastante otimista sobre as perspectivas para a economia norte-americana em pronunciamento ao Congresso dos EUA, mas citou como ameaça potencial o coronavírus chinês e preocupações sobre a saúde a longo prazo da economia.

Da pauta doméstica, a ata da última reunião de política monetária do Banco Central indicou divergência entre os membros Copom sobre a ociosidade na economia, e apontou que, diante de "múltiplas incertezas", quer ter melhor compreensão do cenário para definir os próximos passos da taxa Selic.

DESTAQUES

- VALE ON (SA:VALE3) avançava 3% com alta dos preços do minério de ferro na China, além de números da empresa sobre produção e venda do último trimestre de 2019. A mineradora manteve previsão de produção de finos de minério de ferro em 2020 entre 340 milhões e 355 milhões de toneladas. A companhia ainda informou que o resultado do quarto trimestre de 2019 trará ajustes que elevarão em 671 milhões de dólares as atuais provisões para descaracterização de barragens. No setor, CSN (SA:CSNA3) e USIMINAS PNA (SA:USIM5) subiam 4% e 3,8%, respectivamente.

- ITAÚ UNIBANCO PN valorizava-se 3,1%, após reportar alta de 12,6% no lucro líquido recorrente do quarto trimestre. O maior banco em ativos do país também disse que sua carteira de empréstimos deve crescer entre 8,5% e 11,5% este ano, em linha com o crescimento de 10,9% em 2019. Em teleconferência sobre os resultados, o presidente do Itaú, Candido Bracher, disse que a receita de prestação de serviços da instituição deve crescer em 2020, apoiada no resultados do banco de investimento e da gestão de recursos.

- BANCO DO BRASIL ON (SA:BBAS3) disparava 3,7%, tendo no radar balanço trimestral na quinta-feira.

- PETROBRAS PN (SA:PETR4) e PETROBRAS ON (SA:PETR3) subiam 1% e 0,8%, respectivamente, em sessão de alta dos preços do petróleo no exterior, além da repercussão de números sobre a produção da companhia, que mostraram crescimento médio de 16,5% na produção média de petróleo e líquido de gás natural (LGN) no Brasil no quarto trimestre ante mesmo período de 2018, para 2,394 milhões de barris por dia (bpd). A Petrobras ainda informou que obteve sentença favorável em arbitragem relacionada à empresa de sondas Sete Brasil e que com isso reverterá no resultado do quarto trimestre de 2019 uma provisão de 1,3 bilhão de reais referente ao litígio.

- COSAN ON (SA:CSAN3) avançava 4,8% e ULTRAPAR ON (SA:UGPA3) tinha elevação de 3,6%, entre as maiores altas do Ibovespa, com BR DISTRIBUIDORA ON subindo 2,4%.

- CARREFOUR BRASIL ON (SA:CRFB3) perdia 1,5%, entre as poucas quedas da sessão. A varejista confirmou na segunda-feira que está negociando a compra de certos ativos da rede atacadista Makro, mas refutou informações publicadas na imprensa de que o valor da transação pode chegar a cerca de 5 bilhões de reais. A rede de varejo de origem francesa afirmou que as negociações com os controladores do Makro envolvem "possível aquisição de determinados ativos imobiliários e acessórios do Macro" e que os valores citados pela imprensa sobre a eventual transação são "substancialmente maiores" que na realidade.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Elison Siqueira
Elison Siqueira

itub3 alguém ainda recomenda?  ... (Leia Mais)

11.02.2020 20:57 GMT· Responder
Rogério Fontes
Rogério Fontes

vamos que vamos vale, rumo aos 57,00 até sexta :. VALE: BTG recomenda compra e aumento de posições após relatório de produção  ... (Leia Mais)

11.02.2020 19:12 GMT· Responder
Sérgio Abreu
Sérgio Abreu

Ibovespa recupera os 114 mil com os grandes comprando barato as ações que os bobinhos venderam com prejuízo   ... (Leia Mais)

11.02.2020 16:19 GMT· 7 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App