Itaú, CSN, Petrobras, BR, Vale e mais 15 divulgam balanços na próxima semana

Itaú, CSN, Petrobras, BR, Vale e mais 15 divulgam balanços na próxima semana

Investing.com  | 26.07.2019 14:09

Itaú, CSN, Petrobras, BR, Vale e mais 15 divulgam balanços na próxima semana

Investing.com - A semana que fecha julho e abre agosto será marcada pela divulgação de importantes balanços e companhias listadas na bolsa, com destaques para Itaú Unibanco (SA:ITUB4), Companhia Siderúrgica Nacional (SA:CSNA3), Petrobras (SA:PETR4), BR Distribuidora (SA:BRDT3) e Vale (SA:VALE3).

Também divulgam os números a Multiplan (SA:MULT3), Aliansce (SA:ALSC3), Sonae Sierra (SA:SSBR3), Eletropaulo (SA:ELPL3), Lojas Renner (SA:LREN3), TIM (SA:TIMP3), Cia. Hering (SA:HGTX3), Duratex (SA:DTEX3), Gol (SA:GOLL4), Grendene (SA:GRND3), Localiza (SA:RENT3), Odontoprev (SA:ODPV3), Paranapanema (SA:PMAM3), Log Com. e Porto Seguro (SA:PSSA3).

Confira as estimativas para o lucro líquido por ação e das receitas das companhias.

SEGUNDA (29)

Após o fechamento:

- Itaú Unibanco

O consenso de mercado para o maior banco privado do país é de lucro líquido de R$ 0,72 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,98, o que ficou abaixo dos R$ 1,01 esperados na ocasião. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 0,71 por ação, superando aos R$ 0,70 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 28,81 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 21,18 bilhões de um ano antes, quando a expectativa era de R$ 27,11 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 28,21 bilhões, o que ficou melhor do que os R$ 27,66 bilhões que eram aguardados.

- Multiplan

A administradora de shoppings center deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,22 para cada ação, diante de R$ 0,20 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,26. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,15, também inferior a estimativa de R$ 0,18.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 305,09 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 306,4 milhões, cenário que eram esperados R$ 304,5 milhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 307,86, ligeiramente abaixo dos R$ 307,9 milhões que eram esperados.

- Aliansce

Estimativa não disponível.

TERÇA (30)

Após o fechamento:

- CSN

O consenso de mercado a siderúrgica é de lucro líquido de R$ 0,57 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,54, o que ficou e linha com o esperado. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 0,03 por ação, abaixo dos R$ 0,07 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 6,74 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 5,69 bilhões de um ano antes, quando a expectativa também era de R$ 5,69 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 6,01 bilhões.

- Eletropaulo

Expectativa não disponível.

- Smiles (SA:SMLS3)

O consenso de mercado para a empresa de programa de fidelidade é de lucro líquido de R$ 1,25 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,92. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 1,14 por ação.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 255 milhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 459,7 milhões de um ano antes. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 241 milhões, o que ficou abaixo do que os R$ 446,47 milhões que eram aguardados.

- TIM

A companhia de telecomunicações deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,14 para cada ação, diante de R$ 0,14 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,15. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,05, também inferior a estimativa de R$ 0,16.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 4,28 bilhões, sendo que um ano antes foi de R$ 4,16 bilhões, cenário que eram esperados R$ 4,18 bilhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 4,19 bilhões, ligeiramente abaixo dos R$ 4,3 bilhçoes que eram esperados.

- CTEEP (SA:TRPL4)

A elétrica deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,70 para cada ação, diante de R$ 1,49 do mesmo trimestre de 2018. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,13.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 900 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 581 milhões, cenário que eram esperados R$ 481,01 milhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 713 milhões, superando os R$ 694 milhões que eram esperados.

- Lojas Renner

O consenso de mercado para a varejista de vestuário é de lucro líquido de R$ 0,35 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,38. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 0,21 por ação acima dos R$ 0,19 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 2,27 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 2,02 bilhões de um ano antes. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 1,89 bilhão, o que ficou acima do que os R$ 1,88 bilhão que eram aguardados.

QUARTA (31)

Antes da abertura

- Vale

O consenso de mercado para a mineradora é de lucro líquido de R$ 2,17 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 04, o que ficou abaixo dos R$ 1,12 esperados na ocasião. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 2,21 por ação, superando aos R$ 1,80 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 36,4 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 32,12 bilhões de um ano antes, quando a expectativa era de R$ 32,85 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 32,56 bilhões, abaixo dos R$ 35,65 bilhões que eram aguardados

Após o fechamento:

- Duratex

A companhia deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,06 para cada ação, diante de R$ 0,24 do mesmo trimestre de 2018. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,03.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 1,16 bilhão, sendo que um ano antes foi de R$ 1,17 bilhão, cenário que eram esperados R$ 1,11 bilhão. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 1,07 bilhão, ligeiramente abaixo dos R$ 1,08 bilhão que eram esperados.

- BR Distribuidora

O consenso de mercado para a recém privatizada distribuidora de combustíveis é de lucro líquido de R$ 0,57 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,23, o que ficou acima dos R$ 0,21 esperados na ocasião. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 0,41 por ação, inferior aos R$ 0,42 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 26,64 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 23,6 bilhões de um ano antes, quando a expectativa era de R$ 24,62 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 22,43 bilhões, o que ficou pior do que os R$ 23,04 bilhões que eram aguardados.

QUINTA (1º)

Antes da abertura:

- Gol

O consenso de mercado para a aérea é de prejuízo líquido de R$ 0,01 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de -R$ 3,80, o que ficou abaixo dos -R$ 0,51 esperados na ocasião. Já nos três primeiros meses do ano, as perdas foram de R$ 0,09 por ação, contra lucros de R$ R$ 0,70 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 2,81 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 2,35 bilhões de um ano antes, quando a expectativa era de R$ 2,42 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 3,21 bilhões, o que ficou pior do que os R$ 3,25 bilhões que eram aguardados.

Após o fechamento:

- Petrobras

O consenso de mercado para estatal de petróleo é de lucro líquido de R$ 0,65 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,67, o que ficou a cima dos R$ 0,66 esperados na ocasião. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 0,31 por ação, abaixo dos R$ 0,34 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 92,78 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 85,61 bilhões de um ano antes, quando a expectativa era de R$ 86,04 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 81,06 bilhões, o que ficou pior do que os R$ 82,28 bilhões que eram aguardados.

- Cia. Hering

A fabricante de vestuário deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,38 para cada ação, diante de R$ 0,35 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,34. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,29, em linha com o que era esperado.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 368,81 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 362,15 milhões, cenário que eram esperados R$ 362 milhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 373,94, ligeiramente abaixo dos R$ 363,21 milhões que eram esperados.

- Grendene

Expectativa não disponível.

- Localiza

A locadora de veículos e gestora de frotas deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,29 para cada ação, diante de R$ 0,22 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,31. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,30.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 2,4 bilhões, sendo que um ano antes foi de R$ 1,74 bilhão, cenário que eram esperados R$ 1,8 bilhão. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 2,45 bilhões.

- Log Com

Expectativa não disponível.

- Odontoprev

A operadora de planos odontológicos deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,14 para cada ação, diante de R$ 0,11 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,12. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,17, superior a estimativa de R$ 0,16.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 445,5 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 380,1 milhões, cenário que eram esperados R$ 379,42 milhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 446,78, superando os R$ 445,54 milhões que eram esperados.

- Paranapanema

Expectativa não disponível.

SEXTA (2)

Antes da abertura:

- Porto Seguro

A seguradora deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 1,11 para cada ação, diante de R$ 1,03 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,96. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,92, inferior a estimativa de R$ 0,93.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 3,8 bilhões, sendo que um ano antes foi de R$ 2,45 bilhões, cenário que eram esperados R$ 3,61 bilhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 3,65 bilhões, abaixo dos R$ 3,8 bilhões que eram esperados.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Ronan Queiroz
Ronan Queiroz

Alguem concorda que a VALE é a melhor opçao no momento?   ... (Leia Mais)

27.07.2019 12:38 GMT· Responder
Renato Ferreira
Renato Ferreira

Cia.Hering- , as receitas foram de R$ 373,94, ligeiramente "abaixo" dos R$ 363,21 milhões que eram esperados????   ... (Leia Mais)

26.07.2019 23:54 GMT· Responder
Renato Ferreira
Renato Ferreira

Cia.Hering- , as receitas foram de R$ 373,94, ligeiramente "abaixo" dos R$ 363,21 milhões que eram esperados????   ... (Leia Mais)

26.07.2019 23:54 GMT· Responder
ADRIANO SANTOS
ADRIANO SANTOS

SEMANA QUE VEM A VALE FARA A BOLSA ESTENDER A SANGRIA  ... (Leia Mais)

26.07.2019 22:32 GMT· 3 · Responder
Rei Dt
Rei Dt

No comentário da CTEEP (SA:TRPL4), o Lucro por Ação de R$ 1,49 do segundo trimestre de 2018 deveria ser dividido por 4, devido o desdobramento no início de 2019, logo o correto é R$ 0,37 para comparar com os dados de 2019.  ... (Leia Mais)

26.07.2019 21:41 GMT· 1 · Responder
Milton Richard
Milton Richard

Acho que não entendi direito, mas acredito que o comentário da Vale, quando se trata... Na abertura de 2019 a receita de 32 bi é melhor que 35 bi ?  ... (Leia Mais)

26.07.2019 18:52 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+