Lojas Renner despenca 7%, entre as maiores baixas do Ibov após balanço do 1º tri

Lojas Renner despenca 7%, entre as maiores baixas do Ibov após balanço do 1º tri

Investing.com  | 22.05.2020 11:20

Lojas Renner despenca 7%, entre as maiores baixas do Ibov após balanço do 1º tri

Por Leandro Manzoni

Investing.com - As ações da Lojas Renner (SA:LREN3) operam com forte baixa na B3 nesta sexta-feira, entre as maiores perdas do Ibovespa hoje. A varejista de moda divulgou, ontem após fechamento do mercado, balanço no primeiro trimestre do ano, com a esperada queda do lucro devido ao fechamento de lojas devido a medidas de isolamento social de combate à pandemia de Covid-19. No entanto, lucro menor e redução da margem operacional vieram abaixo do consenso.

Às 11h20, os papéis da companhia despencavam 7,04% a R$ 37,90, segunda maior perda do Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro caía 1,38% a 81.930 pontos em sessão marcada por cautela interna e maior aversão a risco no exterior.

Balanço

A Lojas Renner  teve um lucro líquido de R$ 10,4 milhões, queda de cerca de 94% sobre o resultado positivo de um ano antes, de R$ 162 milhões. O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado despencou 65%, para 110,9 milhões de reais. 

Os analistas de mercado esperavam um lucro líquido de R$ 30 milhões e um Ebtida de R$ 165 milhões. Isso significa que o impacto do fechamento das lojas físicas tiveram um impacto maior do que a expectativa do mercado, um dos fatores que explica a forte desvalorização da ação no período. A companhia afirma que atualmente apenas 18,3% de suas 597 lojas no Brasil, Uruguai e Argentina estão em funcionamento.

A companhia mostrou no balanço um forte impacto no resultado com produtos financeiros, que fechou o trimestre em 20,7 milhões de reais, uma queda de quase 79% na comparação anual.

Segundo o balanço, a companhia aumentou a provisão para perdas com crédito e elevou de 12,2% para 17,3% o índice de cobertura. As perdas estimadas de crédito do Cartão Renner subiram de 78,7 milhões de reais no primeiro trimestre do ano passado para 197,5 milhões nos três meses encerrados em março deste ano. Na operação de cartão co-branded as perdas estimadas subiram de 237 milhões para 362 milhões de reais.

A Lojas Renner registrou uma queda das vendas mesmas lojas de 10,7% no primeiro trimestre. A receita líquida de venda de mercadorias recuou 6%, para 1,55 bilhão de reais. Apesar disso, a empresa conseguiu deixar a margem bruta praticamente estável em 55,4%.

Visão dos analistas

A XP Investimentos avalia que o resultado fraco do primeiro trimestre veio fraco conforme esperado. O Ebitda da operação de varejo apresentou uma contração de -39,8% na comparação anual, alcançando R$ 195 milhões, relativamente em linha com a estimativa da corretora.

Já o resultado operacional da operação de serviços financeiros atingiu R$ 21 milhões, abaixo da  estimativa de R$ 35 milhões, contraindo -78,8% anualmente devido ao aumento acima do esperado no nível de provisões de crédito (R$ 199 milhões vs. R$ 73 milhões no 1T19). Desta forma, a companhia reforça as reservas para cobertura de potenciais perdas (17,3% no 1T20 vs. 12,2% no 1T19).

A corretora ressalta que as iniciativas de redução de despesa foram implementadas de maneira mais significativa apenas a partir do mês de abril, o que constitui uma perspectiva de curto prazo desafiadora em meio ao cenário atual. Mesmo assim, mantém recomendação de compra e preço-alvo em R$ 50,00 no fim do ano.

A XP acredita que a Lojas Renner terá fôlego "não só para atravessar o período mais crítico da crise, mas também para continuar investindo nas alavancas de crescimento corretas (e-commerce/multicanalidade) e fortalecendo os seus diferenciais competitivos", como o relacionamento mais próximo com fornecedores e clientes e operação de serviços financeiros.

Já os analistas do Banco do Brasil Investimentos (BB-BI) concordam que o resultado veio fraco, mas com alavancagem operacional superior às expectativas do banco. Apesar dos números fracos, como também deve ocorrer no segundo trimestre de acordo com analistas do banco, a Lojas Renner  vem tomando medidas para reduzir suas despesas com vendas e G&A e adaptá-las ao cenário atual, além de focar no crescimento do e-commerce. A capacidade de execução da varejista deve levar a um aumento expressivo das vendas pelo canal digital no próximo trimestre, amparada pela omnicanalidade desenvolvida ao longo dos últimos anos.

O BB-BI também destaca o êxito em ação judicial da empresa referente à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS neste mês. Com isso, a companhia tem o direito de reaver, perante compensação, um valor total de R$ 1,3 bilhão, sujeito ainda a procedimento administrativo para aproveitamento do referido crédito.

Sem incorporar o resultado fiscal na análise, os analistas do banco mantêm recomendação neutra a preço-alvo de R$ 37,10 no fim de 2020.

Reação da empresa na crise

Com os efeitos das medidas de quarentena decretas por vários Estados na expectativa de frear o avanço do novo coronavírus, a companhia afirmou que antecipou várias fases do projeto de ominichannel e de digitalização que estavam previstas para entre 2020 e 2022 e que "e foram implementadas, em sua maioria, ao longo dos meses de março, abril e maio". Diante disso, as despesas operacionais subiram 8,7%, para 662,7 milhões de reais.

Além disso, a empresa afirmou no balanço que a captação de financiamentos de cerca de 2 bilhões de reais para reforçar caixa, aliada à redução do investimento para 560 milhões de reais e ao corte no pagamento aos acionistas para 25% do lucro do ano passado, "garantiram a preservação da saúde financeira da companhia mesmo em cenários de estresse".

*Com contribuição de Reuters

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Gabriel Baracho
Gabriel Baracho

mypk3  ... (Leia Mais)

23.05.2020 12:58 GMT· Responder
Dauri Gilberto Folchini
Dauri Gilberto Folchini

Se voltar no patamar de 30,00 a 32,00 vale a compra, mesmo com a queda de hoje a 37,60, se torna muito arriscado, pois o segundo trimestre vira pior ainda, pois contempla Abril que foi pessimo e Maio que muitas lojas estao fechadas, de 32,00 para baixo a longo prazo o risco e bem menor  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:56 GMT· 1 · Responder
Gustavo Kraizfeld
Gustavo Kraizfeld

continuo aportando. é empresa pra ser sócio  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:52 GMT· Responder
jefferson ferreira
jefferson ferreira

Acredito no suporte em 37,00! As sardinhas já alimentaram os tubarões.  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:48 GMT· Responder
Edevandro Buzim
Edevandro Buzim

Entre tantas marcas ela é uma que até agora está tendo bons resultados com tudo oq está acontecendo ....... acredito eu   ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:47 GMT· Responder
Elton Santos
Elton Santos

dúvida na compra. Acredito que pouquíssimas empresas vão voltar no seu pico de 2020.  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:43 GMT· 1 · Responder
Gustavo Lira
Gustavo Lira

Pra longo prazo tem tudo pra valorizar muito, empresa muito boa, uma das melhores do setor, momento de comprar é agora  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:38 GMT· Responder
Anderson Cleyton
Anderson Cleyton

Vamos que vamos, Renner !!!  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:36 GMT· Responder
Pedro Hurwicz
Pedro Hurwicz

MAGALU  ... (Leia Mais)

22.05.2020 14:25 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o App

Mais informações sobre o mercado, mais alertas, mais opções de personalizar seus ativos em sua carteira, apenas pelo App

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.