Venda de ativos é crucial para Oi manter plano e recuperar caixa, diz BTG

Venda de ativos é crucial para Oi manter plano e recuperar caixa, diz BTG

Investing.com  | 30.09.2019 11:44

Para BTG, venda de ativos é crucial para Oi manter plano e recuperar caixa

Investing.com - Apesar de a aprovação da Reforma das Telecomunicações e a indicação de Rodrigo Abreu como diretor de operações ser sinais positivos para o desenvolvimento de longo prazo daOi, a principal preocupação de curto prazo dos investidores é com o caixa da companhia, que segue em constante baixa. A mais recente análise do BTG (SA:BPAC11) sobre a Oi (SA:OIBR4) foi enviada a clientes nesta segunda-feira.

Por isso, o BTG Pactual (SA:BPAC11) vê a venda de ativos da tele como ponto crucial para que a companhia consiga cumprir seu plano estratégico e superar a recuperação judicial. O banco destaca que a decisão da Oi de aumentar o capex neste ano, mesmo que dentro do plano, deixou os investidores preocupados com o ritmo que os recursos em caixa estão sendo utilizados. Justamente pensando nessa diferença na geração de caixa e o capex que a Oi divulgou a lista de ativos que estão disponíveis para venda, que pode levantar até R$ 7 bilhões.

Por volta das 11h25, as ações ordinárias da tele (SA:OIBR3), que detêm maior volume de negócios, eram cotadas a R$ 0,95, queda de 2,06%.

A expectativa da companhia, e também do mercado, é que a venda dos 25% que a Oi detém na angolana Unitel aconteça neste trimestre. Não estão descartadas uma nova emissão de dívida e a venda de torres de telefonia.

Para o BTG (SA:BPAC11), caso nenhum ativo seja vendido até o final do ano, a expectativa é que a posição de caixa vá a R$ 1,6 bilhão. Na estimativa dos analistas, a geração média mensal de fluxo de caixa é de R$ 300 milhões entre setembro e dezembro (R$ 2,35 bilhões em receitas, menos R$ 2,15 bilhões em pagamentos, mais R$ 100 milhões em créditos tributários), ou R$ 1,2 bilhão no período. A equipe vê o capex dos últimos quatro meses de 2019 em R$ 3 bilhões, o que indica uma queima de caixa de R$ 1,8 bilhão no período.

Os pagamentos totais em dinheiro no acumulado do ano (janeiro a julho) totalizaram R$ 16,8 bilhões. Para estimar corretamente os pagamentos esperados nos meses finais do ano, o banco fez alguns ajustes nos pagamentos únicos ou nos pagamentos que normalmente ocorrem na primeira metade do ano.

Foi ajustado o total de pagamentos para refletir o pagamento anual de fornecedores de R$ 440 milhões em fevereiro, R$ 700 milhões em impostos anuais Fistel em abril, R$ 350 milhões em pagamentos únicos de capital de giro relacionados ao capex do 4T18, e R$ 150 milhões em pagamentos de bônus e outros R$ 150 milhões em pagamentos de imposto de renda em fevereiro. Após os ajustes, o total de pagamentos em dinheiro no acumulado do ano seria de R$ 15,0 bilhões e os pagamentos em dinheiro por mês seriam de R$ 2,15 bilhões.

O BTG (SA:BPAC11) mantém a recomendação de compra para o ativo, com preço-alvo em R$ 3,50.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Luciano Mattos Rodrigues
Luciano Mattos Rodrigues

O maior ativo da OI é a concessão!! grandes players estão de olho, acredito numa venda em pouco tempo.  ... (Leia Mais)

02.10.2019 15:36 GMT· Responder
flavio martins
flavio martins

De olho na Oi. acredito que Jajá teremos valorização.  ... (Leia Mais)

01.10.2019 20:24 GMT· 1 · Responder
Claudio Godoy
Claudio Godoy

estou acreditando na valorização, sempre com entradas de mão cheia, mas de olho no que pode acontecer   ... (Leia Mais)

01.10.2019 02:09 GMT· Responder
Alexandre Santos
Alexandre Santos

Também acredito na valorização, sardinhas vendendo e tubarões comprando. Amanhã aumento mais minha posição comprado.  ... (Leia Mais)

30.09.2019 22:23 GMT· Responder
Alexandre Santos
Alexandre Santos

Também acredito na valorização, sardinhas vendendo e tubarões comprando. Amanhã aumento mais minha posição comprado.  ... (Leia Mais)

30.09.2019 22:23 GMT· 1 · Responder
RAPHAEL RAMOS
RAPHAEL RAMOS

comprando sempre que posso, mais 1k hoje se permanecer nesse valor, mais 1 k semana que vem   ... (Leia Mais)

30.09.2019 19:35 GMT· Responder
Antonio Oliveira
Antonio Oliveira

OI = Telemar = Telerj. A empresa mantém os mesmos vícios que sempre teve, é uma zona, bagunça total. Quem conhece sabe muito bem disso. Se a viúva não bancar vai virar pó... e a viúva não anda muito a fim de fazer isso...  ... (Leia Mais)

30.09.2019 19:32 GMT· Responder
Mauricio Bosak
Mauricio Bosak

Enquanto as sardinhas vendem os tubarões compram... sempre foi assim!  ... (Leia Mais)

30.09.2019 18:59 GMT· Responder
PH Rodrigues
PH Rodrigues

sigo comprando e ciente dos riscos  ... (Leia Mais)

30.09.2019 18:00 GMT· Responder
Maikon D Oliveira
Maikon D Oliveira

não sei porq vem uma galera maldizer a empresa, se não acredita no título parte pra outra camaradas. todos aqui sabem do risco que estão empreendendo..  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:42 GMT· Responder
Negro Sensato
Negro Sensato

Já chegou ao fundo do posso, não tem como cair mais......a tendencia é uma atet ou telecom, esperarem que o ativo caia um pouco mais e começarão seus lances... OI a maior rede de fibra otica da America Latina....4. em telefonia movel e  maior em telefonia fixa..... uma empresa não vive sem telefonia fixa, mesmo nos dias de hoje...só com telefonia movel, não dá... essa empresa está com o preço muito, mas muito barato !!!  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:42 GMT· Responder
José Roberto
José Roberto

kkkkkkkkkk... vai falir com o dobro de ativos totais da TIM? Satélites, cabos submarinos, 366 mil km em fibra ótica? 5G com fibra e Huawei? A Oi é a UNICA estratégia em comunicações geopolítica na América do Sul.  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:39 GMT· 1 · Responder
Clóvis José Perinazzo
Clóvis José Perinazzo

Eh de 99,99999% chance de perder, empresa q não dá lucro vai falir.  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:29 GMT· Responder
Fernando Moreno
Fernando Moreno

empresa péssima vai falir  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:19 GMT· Responder
Fernando Moreno
Fernando Moreno

empresa péssima vai falir  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:19 GMT· Responder
Bruno Fontes
Bruno Fontes

Empresa que tem prejuízo tô fora.  ... (Leia Mais)

30.09.2019 17:15 GMT· Responder
José Roberto
José Roberto

O BTG está certinho com sua análise. Inacreditável é a matéria do G1 postando vídeos de mais de 1 ano e tendo como escopo declaração do presidente da ANATEL. Cabe danos morais contra G1 e ANATEL.  ... (Leia Mais)

30.09.2019 16:41 GMT· 4 · Responder
Marcio Dias
Marcio Dias

Eu tbm estou lá vamos nessa oibr3  ... (Leia Mais)

30.09.2019 16:25 GMT· Responder
Yan Shavershian
Yan Shavershian

tô fora   ... (Leia Mais)

30.09.2019 16:07 GMT· Responder
Yan Shavershian
Yan Shavershian

tô fora   ... (Leia Mais)

30.09.2019 16:07 GMT· Responder
Fábio Rodrigues
Fábio Rodrigues

oibr3 ou oibr4, tanto faz será?  ... (Leia Mais)

30.09.2019 15:50 GMT· Responder
Fábio Rodrigues
Fábio Rodrigues

oibr3 ou oibr4, tanto faz será?  ... (Leia Mais)

30.09.2019 15:50 GMT· Responder
Michel Oliveira
Michel Oliveira

qual comprar? oibr3 ou oibr4  ... (Leia Mais)

30.09.2019 15:29 GMT· Responder
Michel Oliveira
Michel Oliveira

qual comprar? oibr3 ou oibr4  ... (Leia Mais)

30.09.2019 15:29 GMT· 1 · Responder
Renato Oliva Martins Alves
Renato Oliva Martins Alves

somos 2  ... (Leia Mais)

30.09.2019 15:26 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+