Abertura com Retomada dos Ganhos e o Fim da Era Ford

Abertura com Retomada dos Ganhos e o Fim da Era Ford

Jason Vieira  | 12.01.2021 07:33

Entre pedidos de impeachment do presidente Donald Trump, o peso dos eventos na semana anterior no capitólio e os recordes das bolsas de valores no mundo todo, a tendência de correção dos ativos na sessão de ontem se mostrava quase que inevitável. 

Localmente, a notícia de saída da fábrica da Ford (NYSE:F) (SA:FDMO34), após mais de 100 anos no Brasil pegou o governo e a classe política de surpresa, todavia pouca surpresa real existe no evento. 

A Ford, assim como em outras localidades do mundo, foi uma força global do setor automotivo e tinha a característica de se misturar muito bem ao ambiente em que se inseria, ou seja, utilizava as regulações locais como padrão de comportamento de suas filiais. 

Se um país possuía regulações ambientais mais frouxas, a fábrica seguia tais regulações, se o país desse uma série de incentivos tributários, a mesma aproveitava em sua plenitude, se as regulações trabalhistas fossem menos rígidas, operava sob a legislação local e outros expedientes já demonstrados na história da empresa. 

Eis que a mesma no Brasil se tornou o ícone do desenvolvimentismo, junto à GM (NYSE:GM) (SA:GMCO34) e a Volkswagen (DE:VOWG_p) e se converteu em um ente estado-dependente, aproveitando um ambiente regulatório muito favorável em diversos aspectos, suplantando o problema do custo-Brasil. 

A lucratividade do setor por aqui sempre superou em muito a média mundial, por isso, a saída é resultado muito mais de problemas auto-inflingidos do que especificamente um problema brasileiro, pois tem fechado fábricas no mundo todo, tentado se reorganizar e se tornar relevante, num mundo onde a Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34) determinou o novo normal para os anos 2020. 

Caminhonetes grandes, relançamentos de ícones como o Mustang explicam parte da sobrevivência global da empresa, mas o futuro no mundo ainda é incerto e no Brasil, onde o estado deixa sucessivamente de participar do grande esquema de subsídios, provavelmente o Valor Presente Líquido (VPN) da empresa compensava a multa para de sua saída do Brasil. 

Atenção hoje ao IPCA, o qual deve refletir o aumento concentrado dos planos de saúde em dezembro e pressões ainda presentes de alimentação e serviços, além obviamente do impacto da instabilidade cambial em uma série de preços. 

ABERTURA DE MERCADOS 

A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em alta, perspectiva de ganhos, após a quebra ontem na sequência de sessões positivas. 

Em Ásia-Pacífico, mercados mistos, com alta consistente no Japão e China. 

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas centrais, enquanto os Treasuries operam positivos em todos os vencimentos. 

Entre as commodities metálicas, altas, exceto minério de ferro e paládio

O petróleo abriu em alta em Londres e Nova York, mesmo após a pandemia avançar em diversas localidades. 

O índice VIX de volatilidade abre em baixa de -2,74%. 

CÂMBIO

Dólar à vista : R$ 5,5048 / 1,56 %

Euro / Dólar : US$ 1,22 / 0,123%

Dólar / Yen : ¥ 104,16 / -0,096%

Libra / Dólar : US$ 1,36 / 0,592%

Dólar Fut. (1 m) : 5482,53 / 0,98 %

JUROS FUTUROS (DI)

DI - Julho 22: 4,15 % aa (6,14%)

DI - Janeiro 23: 4,89 % aa (4,49%)

DI - Janeiro 25: 6,51 % aa (3,99%)

DI - Janeiro 27: 7,25 % aa (3,13%)

BOLSAS DE VALORES

FECHAMENTO

Ibovespa: -1,4563% /  123.255 pontos

Dow Jones: -0,2871% /  31.009 pontos

Nasdaq: -1,2539% /  13.036 pontos

Nikkei: 0,09% /  28.164 pontos

Hang Seng: 1,32%  /  28.277 pontos

ASX 200: -0,27% /  6.679 pontos

ABERTURA

DAX: 0,146% / 13956,94 pontos

CAC 40: 0,020% / 5663,57 pontos

FTSE: -0,196% / 6785,16 pontos

Ibov. Fut.: -1,60% / 123120,00 pontos

S&P Fut.: -0,668% / 3792,00 pontos

Nasdaq Fut.: 0,442% / 12954,00 pontos

COMMODITIES

Índice Bloomberg: 1,16% / 80,41 ptos

Petróleo WTI: 1,78% /  $53,17

Petróleo Brent: 1,56% /  $56,55

Ouro: 0,99% /  $1.862,55

Minério de Ferro: -1,34% / ‎¥‎ $168,99

Soja: 0,00% / $1.374,50

Milho: 0,36% /  $494,00

Café: -0,41% /  $120,95

Açúcar: 0,96% /  $15,82

Jason Vieira

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Fagner Miguel Souza
Fagner Miguel Souza

A forda não tem condições atuais de concorrer com o carros asiaticos nem dentro nem fora da America do Sul.  ... (Leia Mais)

12.01.2021 17:16 GMT· Responder
Carlos Eduardo
Carlos Eduardo

A Ford já foi que foi tarde. Só fabricava porcaria no Brasil, era péssima para os operários e aquela fábrica de São Bernardo era um sucatao, vão vender tudo para o ferro velho. Vejam a fábrica nova que a Honda tem no interior de SP e entendam o que é o futuro. O Brasil precisa se tornar atrativo para a Tesla, Ford é passado...  ... (Leia Mais)

12.01.2021 11:07 GMT· 1 · Responder
Antonio Salviano
Antonio Salviano

Bom dia Jenson Vieira. Bom dia mercado.   ... (Leia Mais)

12.01.2021 10:57 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.