Você Pode Estar Perdendo Dinheiro Com Fundos de Renda Fixa; Entenda

Você Pode Estar Perdendo Dinheiro Com Fundos de Renda Fixa; Entenda

Ernani Reis  | 20.05.2020 11:39

Com as grandes mudanças no cenário econômico no último ano, o investidor se viu obrigado a buscar a renda variável como caminho para ganhos mais elevados. Porém, a chegada da covid-19 no início de 2020 jogou um grande balde de água fria nas expectativas de alta do mercado, que, ao que tudo indica, ainda pode levar um bom tempo para se recuperar. 

Por isso, voltamos a falar dos fundos de investimentos em renda fixa (DI). Mas, desta vez, vamos explorar um pouco mais a questão da taxa de administração e mostrar que você pode estar perdendo dinheiro. 

Com os consecutivos cortes na taxa básica de juros (Selic) e redução da inflação (IPCA), a taxa de juros real que remunera esses fundos pode não ser suficiente para gerar lucro ao investidor. Esse é o cenário que os dados apresentam para quem paga uma taxa de administração acima de 0,5% ao ano, que, infelizmente, ainda é a maioria dos investidores. 

Considerando a taxa Selic a 3,00% ao ano e a inflação a 2,0%, ambas em 2020 de acordo com o relatório Focus apresentado pelo Banco Central, o resultado seria um retorno igual a zero.

Em outras palavras, quem investir em fundos que buscam acompanhar a taxa de juros e que possuem taxas de administração acima de 0,5% ao ano, descontados o Imposto de Renda e a inflação, possivelmente perderá dinheiro. 

De acordo com o último dado divulgado pela Anbima, o segmento de varejo possuía cerca de R$ 230 bilhões em fundos de renda fixa em março deste ano, enquanto a taxa de administração média do segmento nesses fundos era de 0,98% ao ano. 

E, adivinha onde estão as maiores taxas do mercado? Se chutou os grandes bancos, acertou. 

Agora, antes de continuar, vale reforçar que faço parte de uma equipe de análise 100% independente. Isso me permite, sem qualquer conflito de interesse, citar ou recomendar o que está sendo ofertado pelo mercado.

Agora, o dado mais gritante. 

As maiores taxas são cobradas justamente nos fundos com ticket de entrada menores que R$ 1 mil, ou seja, quanto menor o valor inicial do investimento exigido, mais cara é a taxa de administração. Agora, multiplique isso pelos milhares de pequenos investidores na pessoa física por aí. 

Atualmente, já existem fundos que cobram uma taxa mais justa para o cenário atual e até mesmo aqueles que não cobram a taxa de administração – ao menos, é o que dizem. De qualquer forma, vemos claramente a filosofia “o que os olhos não veem o bolso não sente” ser utilizada pelas grandes instituições financeiras. 

Esse modelo vai mudar? Provavelmente, mas não espere uma divulgação em massa de melhores oportunidades. 

Para se investir bem nos dias de hoje é necessário comparar muito além dos rendimentos oferecido. Mas, o principal é ter em mente que a taxa de juros ainda pode sofrer novos cortes ainda este ano e isso irá gerar uma nova dinâmica para os fundos. Fique esperto.

Ernani Reis

Artigos Relacionados

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.