Pesquisa de opinião da Investing.com: Quem está vencendo a guerra comercial Estados Unidos vs. China? Nós perguntamos, você respondeu!

Pesquisa de opinião da Investing.com: Quem está vencendo a guerra comercial Estados Unidos vs. China? Nós perguntamos, você respondeu!

Dentro do Investing.com  | 18.06.2019 21:46

Pesquisa de opinião da Investing.com: Quem está vencendo a guerra comercial Estados Unidos vs. China? Nós perguntamos, você respondeu!

Na nossa enquete semanal, que foi veiculada no Facebook (NASDAQ:FB) e no Twitter do Investing.com, perguntamos aos nossos usuários:

Quem está vencendo a guerra comercial Estados Unidos vs. China: Washington ou Pequim?

Os resultados, em grande parte, ofereceram mais evidências da incerteza emergindo nos mercados financeiros mundiais resultante da disputa comercial entre os Estados Unidos e a China, algo que vem perturbando os investidores há mais de um ano.

Os mercados temem que a prolongada disputa comercial entre as duas maiores economias do mundo esteja rapidamente se transformando em uma guerra fria tecnológica após o governo Trump ter colocado a gigante de tecnologia Huawei, maior produtora de redes de telecomunicações do mundo, em uma lista de bloqueio comercial (blacklist), proibindo empresas norte-americanas de fazer negócios com a empresa de telecomunicações.

Detalhando os resultados:

De modo geral, ao considerar os votos recebidos no Facebook e no Twitter, os resultados ficaram exatamente em 50% a 50%.

Facebook

Dos 2.700 votos registrados no Facebook, cerca de 1.400 usuários, ou 53%, disseram que até o momento a China estava vencendo a guerra comercial.

Em comparação, 1.300 usuários, ou cerca de 47%, votaram a favor dos Estados Unidos.

Não se esqueça de curtir a nossa página do Facebook aqui.

Twitter

Os resultados que vimos na conta do Twitter do Investing.com foram exatamente o oposto.

Dos 418 votos registrados, 221 usuários, ou cerca de 53%, disseram que até o momento Washington tem a vantagem, ao passo que 196 usuários, ou 47%, votaram em Pequim.

Siga-nos no Twitter aqui.

O que os números estão dizendo:

Para muitos observadores do mercado, há apenas uma métrica que mostra qual lado está vencendo a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China: o desempenho do mercado de ações.

O Shanghai Composite da China de fato sofreu mais desde o início dessa guerra comercial, caindo quase 25% em 2018, porcentagem que representa quatro vezes a queda do S&P 500 no ano passado.

Os mercados acionários dos dois países começaram 2019 bem, com o Shanghai Composite subindo cerca de 16%, ao passo que o S&P 500 cresceu quase 13%.

De acordo com esses dados, parece que os Estados Unidos são até o momento os vencedores da guerra comercial Estados Unidos vs. China.

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Edmilson54
Edmilson54

Na minha opinião é a China  ... (Leia Mais)

06.09.2019 11:48 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+