Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Investing.com  | 29.09.2020 09:08

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira

Por Geoffrey Smith

Investing.com - Donald Trump e Joe Biden se enfrentam no primeiro debate presidencial. O coronavírus mata sua milionésima vítima enquanto Mike Pence alerta sobre o aumento do número de infecções nos EUA.

Muitos diretores do Fed falam suas perspectivas de política monetária. E as moedas turca e russa enfraquecem enquanto seus aliados se enfrentam no Cáucaso.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados na terça-feira, 29 de setembro.

1. Rodada um começa

Donald Trump e Joe Biden participarão de seu primeiro debate frente-a-frente antes da eleição presidencial às 22h00 (horário de Brasília).

O estado da economia, o manejo da pandemia e as questões de desigualdade racial e lei e ordem provavelmente serão as primeiras a serem consideradas. Outra questão digna de nota são os registros fiscais de Trump, que foram divulgados pelo New York Times no fim de semana.

As pesquisas de opinião sugerem que, no momento, a eleição deve favorecer Biden: uma média das pesquisas no RealClearPolitics.com o coloca quase 7 pontos à frente nacionalmente. No entanto, os debates provavelmente serão um teste severo aos poderes de concentração do homem de 77 anos, o que Trump sinalizou repetidamente como uma fraqueza de seu oponente.

2. Covid-19 atinge o marco do milhão

A Covid-19 já matou oficialmente mais de 1 milhão de pessoas em todo o mundo, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Não há nenhum poder particular nesses números, mas os mercados continuam sob pressão de sinais de infecções crescentes em grande parte da Europa e o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, que argumentou durante o verão que não houve "segunda onda", disse na segunda-feira que os norte-americanos devem esperar um aumento no número de casos nos próximos dias. Embora ele tenha atribuído isso ao aumento de testes, as taxas de resultados positivos também aumentaram em grande parte do Oeste do país nos últimos dias.

As mortes pelo vírus aumentaram 40% na Inglaterra e no País de Gales, atingindo o nível mais alto em cinco semanas, enquanto a chanceler alemã, Angela Merkel, alertou que pode impor restrições mais rígidas às reuniões públicas para prevenir um novo surto de infecções.

No lado bom, a Índia - que tem sido o principal ponto do vírus do mundo nas últimas semanas - registrou o nível mais baixo de novas infecções em quase um mês.

3. Ações se consolidam após grandes ganhos

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em grande parte estáveis ​​antes do debate presidencial de terça-feira, consolidando-se após ganhos rápidos nas duas últimas sessões.

Às 8h42, os futuros do Dow e os futuros do S&P 500 estavam ambos em queda de 0,1%, enquanto os futuros do Nasdaq caíam 0,3%.

Os mercados reagiram com ceticismo ao longo da noite às novas propostas dos democratas da Câmara para um pacote de estímulo de US$ 2,2 trilhões para a economia. Os números permanecem muito acima do que o Senado, controlado pelos republicanos, sinalizou que aprovará.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem a fabricante de chips Micron (NASDAQ:MU) e a operadora de cruzeiros Carnival (NYSE:CUK), pois ambas irão divulgar seus resultados trimestrais. Os investidores também estarão à procura de mais detalhes sobre o IPO da Palantir, cuja negociação deve começar na sexta-feira.

4. Fala dos dirigentes do Fed, confiança do consumidor e dados de preços de imóveis são esperados

O calendário de dados está um pouco mais cheio hoje, com atualizações do Conference Board sobre a confiança do consumidor às 11h e o índice de preços de imóveis S&P/Case-Shiller de julho uma hora antes.

Uma série de dirigentes do Federal Reserve também chegarão às notícias, começando com John Williams de Nova York às 10h15 e terminando com o chefe de supervisão bancária Randall Quarles às 16h. O influente vice-presidente Richard Clarida está espremido entre eles às 12h40.

Dados europeus durante a noite apontaram para uma fraqueza persistente nos preços ao consumidor na zona do euro em setembro, que se seguiu a um discurso esmagadoramente dovish ao Parlamento Europeu pela presidente do BCE, Christine Lagarde, na segunda-feira.

5. Conflito no Cáucaso atinge as moedas; o petróleo nem tanto

Os preços do petróleo caíram nas negociações da madrugada, com uma breve recuperação sobre questões geopolíticas perdendo o fôlego antes da atualização semanal nos estoques de petróleo do American Petroleum Institute.

Às 8h40, os futuros do petróleo dos EUA caíam 0,7%, a US$ 40,31 o barril, enquanto os futuros do Brent caíam 0,7%, a US$ 42,58 o barril

A erupção dos combates entre o Azerbaijão e a Armênia levantou brevemente as preocupações sobre a segurança de um oleoduto de 1,2 milhão de barris por dia que leva o petróleo azerbaijano ao Mediterrâneo. As duas ex-repúblicas soviéticas têm apoiadores poderosos na Turquia e na Rússia, que exercem considerável influência sobre ambas.

Embora a luta não tenha tido um impacto duradouro nos preços do petróleo ainda, atingiu as moedas turca e russa, que caíram em relação ao dólar (a lira turca bateu uma outra mínima durante a noite).

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Rodrigo Matos
Rodrigo Matos

trump caí vai a 85pts  ... (Leia Mais)

30.09.2020 08:16 GMT· Responder
Rodrigo Coutinho
Rodrigo Coutinho

china usa dinheiro público para fazer resultado das empresas privadas!!  ... (Leia Mais)

29.09.2020 19:26 GMT· Responder
Gustavo Augusto
Gustavo Augusto

China arrebentando a bolsa brasileira.  ... (Leia Mais)

29.09.2020 18:16 GMT· Responder
Coraline Staker
Coraline Staker

Calma gente o nosso Superministro também conhecido como posto Ipiranga disse que nossa economia vai recuperar em V basta acreditar Deus acima de tudo é o Brasil acima todos  ... (Leia Mais)

29.09.2020 17:11 GMT· Responder
Zilmar Filho
Zilmar Filho

Será que a vida no Paraguai é boa?  ... (Leia Mais)

29.09.2020 14:58 GMT· Responder
Diego Alves da Silva
Diego Alves da Silva

corona vírus acabando com a economia mundial   ... (Leia Mais)

29.09.2020 14:41 GMT· Responder
Cleibe Silva
Cleibe Silva

População ignorante tem o governo que merece. Até Sara Winter que não consegue terminar uma faculdade EAD tem milhares de seguidores, o que esperar????????? Igrejas Evangélicas que são empresas para ganhar dinheiro tem milhares de fiéis; o falso pastor mora na mansão e o fiel no barraco, tem sentido?????? São esses os ensinamentos de Jesus????? Triste futuro para esse País se é que se pode chamar o Brazil assim. E é Brazil com z mesmo pois retornamos a ser lambe botas dos americanos. Saída é o aeroporto mais próximo. 2022 vem aí e a votação em um novo despreparado irá se repetir. Luciano Hulk?????? Aquele milionário que faz falsa caridade????? Usando o dinheiro de patrocinadores é fácil ser bonzinho.  ... (Leia Mais)

29.09.2020 13:56 GMT· 1 · Responder
sida kraveski
sida kraveski

aguenta coração ver os ativos virando pó meu Deus me ajude nesse barco furado Socorro Bolsonaro tinha que abrir a boca gente feche a boca desse homem por favor   ... (Leia Mais)

29.09.2020 13:48 GMT· Responder
sida kraveski
sida kraveski

entra governo sai governantes e fica cada vez pior não tem jeito Só na época do Lula que foi um pouco melhor   ... (Leia Mais)

29.09.2020 13:04 GMT· 8 · Responder
Leandro Valério
Leandro Valério

realmente, nossa economia é 100 dependente do mercado estrangeiro. as notícias são todas de fora. e somos agora um quarto no porão dos EUA. LAMENTÁVEL!  ... (Leia Mais)

29.09.2020 13:01 GMT· Responder
Marcelo Peralta
Marcelo Peralta

Mercado futuro no azul hoje, tal como estava ontem, até o o desgoverno dizer que ira dar calote nos precatórios para pagar programas assistencialistas. Calote no orçamento. Só espero que hoje eles fiquem calados.  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:31 GMT· 1 · Responder
Renato Sena
Renato Sena

parabéns Bolsonaro, aqui a maioria dos uns fdp, q só pensam em si, pq pra arrumar sempre um culpado o brasileiro ganha em primeiro lugar.  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:31 GMT· Responder
victor gouveia
victor gouveia

1 milhão e 500 mil, este é o número de pessoas que morrem de pneumonia TODOs anos. kkkk n é máscara, n é lockdown que vai frear isso. vida normal qnt a isso.  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:31 GMT· 3 · Responder
Heleno Leao
Heleno Leao

Querem culpar o governo pela pandemia! A culpa é da China que a esquerda tanto apoia. Bolsonaro neles por um Brasil livre!!!! Viva a liberdade!!!  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:28 GMT· 1 · Responder
Marcelo Peralta
Marcelo Peralta

Fora Trump. Fora Bozo.  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:27 GMT· 4 · Responder
Adriano Ribeiro
Adriano Ribeiro

volta Lula então??????  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:23 GMT· 1 · Responder
Willian Cavalcanti
Willian Cavalcanti

FORA BOZO   ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:21 GMT· 2 · Responder
fhabianno fg
fhabianno fg

agente não pode cair na lábia do covide19 culpa de TD pq? com respeito as vidas que se foram nesse período de pandemia morrem 4x mais o número de pessoas no mundo por fome! ou seja estão usando a covide19 para maquiar problemas antigos já existem que expõe os erros dos governantes pelo mundo que,viram na covide19 uma forma de colocar TD culpa e esconder outros grandes problemas  ... (Leia Mais)

29.09.2020 12:18 GMT· 5 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.

';