Vídeo não comprova acusação de Moro sobre interferência de Bolsonaro na PF, avalia fonte jurídica do governo

Vídeo não comprova acusação de Moro sobre interferência de Bolsonaro na PF, avalia fonte jurídica do governo

Reuters  | 22.05.2020 20:35

Vídeo não comprova acusação de Moro sobre interferência de Bolsonaro na PF, avalia fonte jurídica do governo

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, divulgado nesta sexta-feira por decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), não comprova a acusação feita pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir nos trabalhos do comando da Polícia Federal, disse à Reuters uma fonte ligada à ala jurídica do governo.

A fonte disse que, na avaliação de assessores jurídicos do presidente, não há demonstração de indício de crime cometido por Bolsonaro ao fazer cobranças aos ministros no encontro. A fonte, no entanto, preferiu não fazer qualquer tipo de consideração sobre o conteúdo da fala do presidente do ponto de vista político.

A segurança para tal avaliação, segundo a fonte, se dá depois que a Advocacia-Geral da União (AGU) ter mudado de orientação sobre a liberação do vídeo --inicialmente não queria qualquer tipo de divulgação-- para permitir que isso ocorresse praticamente na íntegra.

Ao apresentar dias atrás a degravação de dois trechos da reunião ao Supremo, a AGU disse que Bolsonaro referia-se à sua insatisfação quanto à segurança pessoal e não de troca da Polícia Federal.

Reservadamente, a avaliação desses auxiliares é que não foi de todo ruim a divulgação feita pelo ministro Celso de Mello, porque a grande preocupação era com trechos que poderiam prejudicar relações diplomáticas, disse a fonte.

© Reuters. Presidente Jair Bolsonaro em Brasília

Após a divulgação do vídeo, caberá à Procuradoria-Geral da República tomar uma decisão sobre o andamento do inquérito do Supremo que investiga o presidente a partir da acusação feita por Moro.

Originalmente, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo a abertura de inquérito sobre a fala do ex-ministro e citou uma série de supostos crimes que poderiam ter sido cometidos, como obstrução de Justiça, prevaricação e advocacia administrativa.

Augusto Aras só vai se pronunciar sobre o vídeo na próxima semana, disse uma fonte. Aras quer assistir ao vídeo com calma, cada uma das partes liberadas pelo STF. Ele não viu ainda a gravação, somente procuradores da sua equipe esta semana, disse a fonte.

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Andr Prev
Andr Prev

A pior que eu vi depois da divulgação do vídeo da reunião e sua repercussão, foi um militante dizer que o vídeo pode ter sido feito de propósito para beneficiar o Bolsonaro......   ... (Leia Mais)

24.05.2020 14:01 GMT· Responder
Julio de Castro
Julio de Castro

Sabe qual é o problema do Brasileiros tem preguiça de pensar, de pesquisar. E mais fácil assitir a Globo que explica como ele tem que pensar. Vê se a Globo mostra moradores de favela com geladeira vazia, 10 pessoas dividindo o mesmo quarto. BANDO DE GADO!!  ... (Leia Mais)

24.05.2020 12:58 GMT· Responder
Cesar Romano
Cesar Romano

Deus no céu e Bolsonaro no Brasil  ... (Leia Mais)

24.05.2020 10:55 GMT· Responder
Rubens Romano
Rubens Romano

Moro sofre de “juizite aguda”, lá em sua vara era líder supremo. Nao aguenta ter chefe. Manchou uma biografia honrosa, botando tanto inimigo público pra trás das grades. Triste.  ... (Leia Mais)

24.05.2020 01:03 GMT· Responder
Keyla Lemos
Keyla Lemos

Vai ser lindo de ver os 4 patetas presos juntos!  ... (Leia Mais)

24.05.2020 01:02 GMT· Responder
Andre Oliveira
Andre Oliveira

Rapaz, tão falando que esse vídeo reelegeu o bozo para 2020FHC, Lula e Dilma foram reeleitos pelo povo nas urnas e sem qualquer vídeo. agora se essa bosta não conseguir uma reeleição com tanto bajulador assim, então é porque a bosta é muito ruim mesmo  ... (Leia Mais)

24.05.2020 00:20 GMT· Responder
wesley macedo
wesley macedo

Esse video so reelegeu bolsonaro pra 2022.. Nao adianta o cara e verdadeiro fala com coracao, so falou pensando no povo e cobrando os ministros, nao vi nada demais que possa ser crime de interferencia, ele queria so informacoes, pois estava mal informado   ... (Leia Mais)

23.05.2020 23:43 GMT· 1 · Responder
Julio de Castro
Julio de Castro

Outra coisa você que bate panela tá com a geladeira cheia, trancado assistindo Netflix, jogando vídeo game e tv a cabo. Vai em uma favela que dormem 5 pessoas no mesmo quarto. Bando de hipócritas.  ... (Leia Mais)

23.05.2020 23:29 GMT· Responder
Julio de Castro
Julio de Castro

Tô me lixando se Bolsonaro e mal educado, fala palavrão. Ele quer mudar esse país do jeitinho, da coisa fácil, da roubalheira, da maracutaia. Contra Bolsonaro não existe nada de ilegal, você aceita ser responsável pelos atos do seu filho de 35 anos?  ... (Leia Mais)

23.05.2020 23:25 GMT· Responder
Renato Guerra
Renato Guerra

Esse cara está tentando derrubar o Bolsonaro com ajuda do STF, estão armando uma ratoeira para pegá-lo. Agora o Celso de Melo que ver o seu celular! Se eu fosse o Bolsonaro proporia uma troca de celulares!  ... (Leia Mais)

23.05.2020 22:43 GMT· Responder
Cesar Paiva
Cesar Paiva

Só BolsoGADO não vê!   ... (Leia Mais)

23.05.2020 22:38 GMT· Responder
Renilson Júnior
Renilson Júnior

A maioria dos investidores aqui é bolsonarista de carteirinha e tão fundamentalista quanto a extrema-esquerda. Qualquer liberal sério focaria de estômago revirado com esse governo e com as atrocidades ditas na reunião desse vídeo, mas investidor brasileiro não lê The Economist, mas sim Jornal da Cidade Online rsrs  ... (Leia Mais)

23.05.2020 22:34 GMT· 1 · Responder
Evandro Simoni
Evandro Simoni

Moro ramelou.... Não aguentou a pressao de um governo de verdade.... foi tarde...   ... (Leia Mais)

23.05.2020 22:17 GMT· Responder
Carlos Andre
Carlos Andre

senta moro nesta vc si lascou seu cocô de verme de judas.kkkkkkkkkkkkkkkkk  ... (Leia Mais)

23.05.2020 21:34 GMT· Responder
Julimar Pieri
Julimar Pieri

Bolsonaro 2022 para o choro da esquerda derrotada e da mídia podre e corrompida   ... (Leia Mais)

23.05.2020 20:53 GMT· Responder
José Carlos Monteiro
José Carlos Monteiro

Enfia máscara no cara de todo mundo e manda todo mundo trabalhar, que o mercado agradece.   ... (Leia Mais)

23.05.2020 20:43 GMT· Responder
José Carlos Monteiro
José Carlos Monteiro

Parabéns aos juízes de plantão 👉👏👉👏👉👏  ... (Leia Mais)

23.05.2020 20:40 GMT· Responder
Marcelo Bruschi
Marcelo Bruschi

É nítido a interferência na polícia federal, e as trocas que foram feitas logo em seguida. E outra coisa que reunião mais baixa, que nível de reunião lixo chefes de governo? Que isso, bando de bandidos   ... (Leia Mais)

23.05.2020 20:14 GMT· 1 · Responder
Ps Pazar
Ps Pazar

Esta cada vez mais insustentável a permanência de Bolsonaro à Presidência da República. Sua fala de forma incoerente e linguajar chula é típico das pessoas que não tem argumento apropriado para contrapor as acusações  em apuração. E absurdo sugerir armas para o povo. Ele visa que nós viremos uma Venezuela? Ele deveria renunciar, pois, quem está sofrendo é o povo!!  ... (Leia Mais)

23.05.2020 19:55 GMT· 4 · Responder
Elienay
Elienay

A Globo revoltada por Bolsonaro falou vários palavrões, mas não liga de colocar sexo entre adolescentes na Malhação em pleno horário nobre.  ... (Leia Mais)

23.05.2020 19:20 GMT· 1 · Responder
Igor Ruiz
Igor Ruiz

BOLSONARO EM MSG MAIS UM MOTIVO PARA TROCAR PF. FALA QUE VAI INTERFERIR NO VIDEO. Aí FALOU QUE NAO FALOU PF AI DEPOIS FALOU QUE FALOU. FALOU QUE IA FAZER TROCA NA SEGURANCA PESSOAL AONDE NAO FEZ PELO CONTRARIO PROMOVEU E NAO MANDOU NGM EMBORA. MANDOU EMBORA DIRETOR E 2 SUPERINTEDENTE. TA COM MEDO DO QUE QUER INFORMACAO PARA QUE. NAO CABE HA ELE TER INFOEMACAO DE INVESTIGACAO. VOTEI NELE MAIS TA CLARO MAIS QUE CLARO FILHO DELE ESTA ENVOLVIDO ATE O PESCOCO ELE ESTA TENTANDO SALVAR A PELE DELE  ... (Leia Mais)

23.05.2020 18:16 GMT· Responder
Paola Milena
Paola Milena

O vídeo só mostra o explícito e óbvio para a Globo lixo e outros meios de comunicação que perderam apoio financeiro do governo. Eu estava achando que o bolsonaro falou com meia dúzia de gato pingado sem a presença do Moro, mas tinha muita gente presente e o Ex Ministro da Justiça não foi o motivo da reunião. E eu era fã do Moro!   ... (Leia Mais)

23.05.2020 18:05 GMT· Responder
Alexandre Informatyc
Alexandre Informatyc

Esse pessoal quer o PT de volta, kkkk  ... (Leia Mais)

23.05.2020 17:24 GMT· 1 · Responder
Helmuth Strobel
Helmuth Strobel

FÁBULA DO CORNO ou FÁBULA DO MEIO" HONESTO": Cidadão encontra gravação da mulher dizendo que ia dar pra outro. A mulher se defende dizendo que é correta e não tinha dito o que ia dar... O MARIDO, O CORNO, O GADO, OU QUEM ACREDITA EM MEIA HONESTIDADE FINGE QUE ACREDITA. Moral da história: vcs sabem...🐄🐄🐄  ... (Leia Mais)

23.05.2020 17:09 GMT· Responder
Carlos Barbosa
Carlos Barbosa

Enquanto ficar nessa de passar pano para politico de estimacao, so verao seus rendimentos indo para o ralo... esse governo ja nao passa mais confianca para os investidores, FORA!  ... (Leia Mais)

23.05.2020 16:15 GMT· 3 · Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+

Baixe o aplicativo do Investing.com

Receba gratuitamente cotações, gráficos e alertas em tempo real sobre ações, índices, moedas, commodities e títulos. Acesse gratuitamente as melhores análises e previsões técnicas.

Investing.com é melhor no App!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência melhor estão disponíveis apenas no aplicativo.