ABERTURA: Ibov futuro segue exterior e começa a sexta-feira com alta; dólar cai

ABERTURA: Ibov futuro segue exterior e começa a sexta-feira com alta; dólar cai

Investing.com  | 01.11.2019 09:03

ABERTURA: Ibovespa futuro segue exterior e começa a sexta-feira com valorização

Investing.com - O índice futuro do Ibovespa inicia a jornada desta sexta-feira com valorização de 0,92% aos 108.620 pontos, com o dólar recuando 0,52% a R$ 3,9972 às 09h32. O mercado mais uma vez deve reagir aos balanços divulgados após o fechamento da sessão de ontem. Além disso, aumenta otimismo com um possível acordo comercial entre Estados Unidos e China e diminui temor com uma queda profunda da economia chinesa após divulgação do PMI industrial de outubro. Na parte dos indicadores, a sessão marca também a divulgação dos dados do mercado de trabalho americano e pela produção industrial no Brasil.

- Cenário Interno

Produção industrial

A produção industrial no Brasil teve a segunda alta mensal em setembro, mas ficou abaixo da expectativa dos analistas do mercado, segundo dados divulgados pelo IBGE na manhã desta sexta-feira. O índice subiu 0,3% no nono mês do ano, ante consenso de alta de 0,9%. No acumulado em 12 meses, entretanto, a indústria brasileira ainda acumula queda de 1,4%.

Na variação anual, o crescimento do setor é positivo, com uma alta de 1,1% em setembro. Porém, ficou abaixo da expectativa do mercado, que previa uma alta na variação de 1,5%.

Os números de agosto foram revisados para uma alta de 1,2% em relação a julho. Anteriormente, a alta do setor em agosto era de 0,8%.

Inflação

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) passou a cair 0,09% em outubro, depois de registrar estabilidade em setembro, informou nesta sexta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado destaca a movimentação do grupo Habitação, que passou de uma alta de 0,22% em setembro para recuo de 0,40% no mês passado, puxado pela queda de 3,33% em outubro da tarifa de eletricidade residencial.

O grupo Alimentação também apresentou deflação em outubro, de 0,28%, mas o ritmo enfraqueceu ante a queda dos preços de 0,67% vista no mês anterior.

- Cenário Externo

Mercado de Trabalho dos EUA

Dois dias depois que o Federal Reserve disse que seria necessária uma nova deterioração no cenário econômico para justificar outros cortes nas taxas de juros, a Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dirá ao mundo como o mercado de trabalho dos EUA se saiu em outubro.

A greve na General Motors (NYSE:GM), sem dúvida, distorceu o número principal do crescimento das folhas de pagamento não-agrícola, e a previsão de 89.000, em relação 136.000 em setembro, é só uma espécie de palpite. De qualquer forma, a ideia de que a criação de empregos está desacelerando em um cenário de mínima de várias décadas na taxa de desemprego não é nova.

Os indicadores mais confiáveis ​​serão as horas semanais médias e os ganhos horários médios, que irão esclarecer se os trabalhadores estão ganhando mais poder de compra à medida que o estoque de mão-de-obra disponível seca.

China

A atividade industrial da China expandiu inesperadamente no ritmo mais forte em mais de dois anos em outubro, uma vez que as novas encomendas de exportação subiram e as fábricas ampliaram a produção, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O PMI de indústria do Caixin/Markit subiu a 51,7 em outubro de 51,4 em setembro, marcando o terceiro mês seguido de expansão. Economistas consultados pela Reuters esperavam desaceleração do crescimento a 51,0.

A marca de 50 separa crescimento de contração. O ritmo de crescimento em setembro havia sido o mais forte desde fevereiro de 2017, quando também alcançou 51,7.

Acordo Comercial

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na quinta-feira que EUA e China anunciarão em breve um novo local para que ele e o presidente chinês, Xi Jinping, assinem a “fase 1” de um acordo comercial depois que o Chile cancelou uma cúpula planejada para meados de novembro.

Chile

O governo chileno mostrou nesta quinta-feira sua disposição de realizar “mudanças estruturais” no país como as reivindicadas amplamente pela população nos últimos dias, mas os partidos da oposição classificaram as propostas como “insuficientes” após uma reunião no Palácio de la Moneda.

O país sul-americano vive duas semanas de mobilizações sociais que deixaram cerca de 20 pessoas mortas, várias acusações de violações dos direitos humanos e grande destruição da rede de transporte público, lojas e edifícios em todo o país.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,33%, a 22.850 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,72%, a 27.100 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,99%, a 2.958 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,69%, a 3.952 pontos.

O dia é positivo para os mercados de ações da Europa. Em Frankfurt, o DAX tem alta de 0,42% aos 12.920 pontos, enquanto que, em Londres, o FTSE soma 0,41% aos 7.278 pontos. Já em Paris, o CAC ganha 0,38% aos 5.751 pontos.

COMMODITIES

A jornada desta sexta-feira foi marcada por uma nova valorização para os contratos futuros do minério de ferro, que são transacionados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento em janeiro de 2020, somou 0,64% para 625,50 iuanes por tonelada, o que representa uma variação de 4,00 iuanes, diante de um valor de liquidação da véspera de 621,50 iuanes por tonelada.

No caso do vergalhão de aço, a sessão também foi de avanço para os preços dos papéis futuros na bolsa de mercadorias da também chinesa cidade de Xangai. O contrato mais líquido, de janeiro do próximo ano, ganhou 6 iuanes para 3.380 iuanes por tonelada, enquanto que o de maio, segundo mais negociado, somou 4 iuanes para 3.231 iuanes por tonelada.

A sessão também é de ganhos para os futuros do petróleo. Em Londres, o barril do tipo Brent soma 0,37% a US$ 0,22 a US$ 59,84. Já em Nova York, o WTI avança 0,55%, ou US$ 0,30, a US$ 54,46.

MERCADO CORPORATIVO

- Suzano (SA:SUZB3)

A Suzano (SA:SUZB3) suspendeu suas previsões de produção de celulose para 2019 após ter registrado um prejuízo bilionário no terceiro trimestre, refletindo a queda de preços e de volumes de celulose no mercado internacional, combinada com os efeitos financeiros da alta do dólar.

Maior produtora mundial de celulose de eucalipto, a Suzano (SA:SUZB3) anunciou nesta quinta-feira que teve prejuízo líquido de 3,46 bilhões de reais no período, perda superior à previsão média de analistas compilada pela Refinitiv, de 3,26 bilhões.

O resultado financeiro mostrou uma perda em 6,5 bilhões de reais, 133% ainda mais negativo do que em igual etapa de 2018, devido aos efeitos da desvalorização cambial sobre a dívida em moeda estrangeira, incluindo com instrumentos de hedge.

Já o resultado operacional da Suzano (SA:SUZB3) medido pelo lucro antes de impostos, juros depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de 2,396 bilhões de reais, queda de 56% ante mesma etapa de 2018. A previsão média de analistas para esta linha era de 2,62 bilhões de reais. A margem Ebitda despencou 18 pontos, para 36%.

Essa piora refletiu a queda de 33% da receita líquida, para 6,6 bilhões de reais, na esteira da queda de 12% no volume físico de vendas de celulose (para 2,55 milhões de toneladas) e de 16% no preço médio da tonelada vendida.

- Petrobras (SA:PETR4)

A estatal Petrobras (SA:PETR4) reduziu os preços do diesel em suas refinarias em 0,0678 centavos por litro, com o mesmo corte aplicado em todas as praças, afirmou a consultoria FCStone nesta quinta-feira.

O reajuste, corte de cerca de 3%, é o segundo aplicado pela Petrobras (SA:PETR4) nas últimas duas semanas no combustível, depois de a companhia ter chegado a ficar mais de um mês sem mudar os preços do diesel.

Em 25 de outubro a petroleira anunciou redução de cerca de 1,5% no valor do diesel nas refinarias. Antes, o último reajuste havia sido em 19 de setembro.

A redução nesta sexta-feira segue-se a uma queda de quase 3% nas cotações do petróleo Brent desde o último movimento dos preços. O valor da gasolina não teve alteração.

- Mercado Livre

O Mercado Livre vai abrir um centro de distribuição, seu terceiro no país, em Gravataí (RS), no primeiro trimestre de 2020, como parte do esforço para reduzir os prazos de entregas de encomendas e enfrentar a crescente concorrência no país.

“Isso é parte do nosso planejamento de médio prazo de ampliar mais a nossa malha logística”, disse à Reuters o vice-presidente do Mercado Livre para América Latina, Stelleo Tolda.

Segundo o executivo, a abertura do centro tomará parte dos 3 bilhões de reais de investimentos previstos para 2019 para atingir a meta do Mercado Livre fazer ao menos metade de suas entregas de encomendas no país em até 48 horas.

A inauguração do novo centro acontecerá cerca de um ano após o grupo ter aberto um depósito de 111 mil metros quadrados em Cajamar (SP), perto de onde a rival Amazon (NASDAQ:AMZN) instalou o seu. O Mercado Livre já tinha outra unidade em Louveira (SP). A Reuters havia publicado em junho que a companhia planejava a abertura do terceiro centro.

- BNDES

Venda de Participações

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pretende enxugar a sua carteira de participações em empresas nos próximos três anos e as operações acima de um bilhão de reais terão de passar pelo crivo do conselho, disse a Reuters o presidente do colegiado, Carlos Thadeu de Freitas

A carteira da BNDESpar, braço de participações do banco de fomento, totaliza mais de 100 bilhões de reais. Participações que mais maduras e que não façam mais sentido serão vendidas.

Investimentos do BNDES com valores individuais acima de um bilhão de reais incluem participações em empresas como Petrobras (SA:PETR4), Banco do Brasil (SA:BBAS3), Vale (SA:VALE3) e Suzano (SA:SUZB3).

“A decisão de venda de uma posição era da diretoria e o conselho era apenas comunicado. Isso agora vai mudar”, disse Freitas à Reuters.

Financiamento

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de 191,2 milhões de reais à cooperativa Coamo Agroindustrial para investimentos em armazenagem de grãos no porto de Paranaguá (PR), informou o banco nesta quinta-feira.

O empréstimo visa a ampliação da capacidade estática de armazenagem de grãos em 87,1 mil toneladas e do volume de embarque em 4 mil toneladas por hora, em investimentos que contemplam obras civis, máquinas, equipamentos, montagens e instalações.

Os recursos serão repassados à Coamo pelo Itaú Unibanco (SA:ITUB4), que assume o risco de crédito da operação, acrescentou o BNDES em nota.

Maior cooperativa agrícola do país, a Coamo é responsável por cerca de 3,2% da produção nacional de grãos e fibras. A empresa faturou 1,8 bilhão de dólares com a exportação de 4,58 milhões de toneladas de produtos agrícolas industrializados e in natura no ano passado, segundo o banco. A Coamo atua no Paraná, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O site oficial do Palácio do Planalto informa que o presidente da República não tem compromissos públicos oficiais nesta sexta-feira.

- Paulo Gudes

O ministro da Economia participa da cerimônia de assinatura do termo aditivo do contrato da cessão onerosa entre a Petrobras (SA:PETR4) e a União, no Auditório da Agência Nacional Petróleo (ANP), Rio de Janeiro (RJ).

*Com Reuters

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
RAMALHIHO
RAMALHIHO

esses comentários sem ajuda nenhuma só depois do ja acontecido....e eu digo que tem que cair porque o semanal pedi uma boa correçao....  ... (Leia Mais)

01.11.2019 12:39 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+