Ações ordinárias da Oi chegam a R$ 1,00 após Bolsonaro sancionar lei das teles

Ações ordinárias da Oi chegam a R$ 1,00 após Bolsonaro sancionar lei das teles

Investing.com  | 04.10.2019 11:38

Ações ordinárias da Oi chegam a R$ 1,00 após Bolsonaro sancionar lei das teles

Investing.com - O presidente Jair Bolsonaro sancionou o tão aguardado novo marco legal das telecomunicações do país, avaliado como um passo importante para evitar o pior cenário para a empresa Oi - além de favorecer outras teles como Vivo, TIM (SA:TIMP3) e Claro.

Com isso, as ações ordinárias (SA:OIBR3) da tele em recuperação judicial chegaram a ser negociadas acima de R$ 1,00 logo após a abertura, mas se oscila entre o preço de fechamento do pregão de ontem e uma alta de 3 centavos (3,09%) a R$ 1,00 às 11h36. Já as ações preferenciais (SA:OIBR4) sobem 0,69% a R$ 1,47.

O Diário Oficial da União informou nesta sexta-feira a transformação em lei um projeto aprovado pelo Congresso em setembro com mudanças que eram bastante aguardadas pelo setor. Os papéis ordinários da Oi, que chegaram a ficar abaixo de R$ 0,90 na sessão de ontem, registrou fortes ganhos durante a tarde com a expectativa da sanção presidencial do novo marco regulatório sem veto, encerrando assim o pregão com alta de 6,59% a R$ 0,97.

Mesmo assim, o pregão de ontem foi o sétimo consecutivo com os papéis ordinários da tele encerrando abaixo de R$ 1,00. Caso fique neste patamar por 30 pregões consecutivos, a B3 vai enviar uma notificação à Oi para que ela tenha 15 dias para reverter a situação, informando ao mercado de seu plano de ação. Se o plano não for apresentado, a empresa fica sujeita à aplicação de multa pela B3.

Novo marco regulatório

A indústria de telecomunicações defendia há anos novas regras para o setor permitidas pela lei, como a possibilidade de incorporação de ativos da União pelas operadoras mediante compromissos de investimento em infraestrutura e a criação de um mercado secundário de frequências de telefonia móvel.

O texto também permite a migração das atuais concessões para o regime de autorização, em troca de investimentos das empresas na expansão da banda larga.

"O novo marco legal de telecomunicações...vem colocar o Brasil definitivamente no caminho da economia digital", destacou o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTeleBrasil), em nota.

Na visão do sindicato do setor, com a alteração na lei, os recursos que antes eram aplicados obrigatoriamente em soluções obsoletas passarão a ser destinados à ampliação ainda maior do acesso à internet, bem como as novas regras trazem maior segurança jurídica para a continuidade dos investimentos e para a aplicação de recursos em serviços mais demandados pela população.

Chineses sem interesse

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, fez viagem recente à China. Retornou afirmando que é baixa a probabilidade de a China Mobile ou a Huawei se interessarem em adquirir a Oi. As informações são de Lauro Jardim, n’O Globo.

*Com Reuters

Relacionadas

Últimos comentários

Adicionar comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Bruna Costa
Bruna Costa

nada sobre a oi?  ... (Leia Mais)

14.10.2019 14:36 GMT· Responder
Bruna Costa
Bruna Costa

nada sobre a oi?  ... (Leia Mais)

14.10.2019 14:36 GMT· Responder
caio vinicius toloto de sales
caio vinicius toloto de sales

CERTO e com a letra C colega  ... (Leia Mais)

10.10.2019 19:53 GMT· Responder
Cleyton Alves Teixeira
Cleyton Alves Teixeira

Sempre soltam noticias, antes do fechamento! Sem credibilidade  ... (Leia Mais)

06.10.2019 12:46 GMT· Responder
Emmanuel Basilio
Emmanuel Basilio

Subiu e devolveu.  ... (Leia Mais)

04.10.2019 20:46 GMT· Responder
Derisvaldo Paiva
Derisvaldo Paiva

a Oi tem tantas reclamações no Procon que os tribunais tem dia especifico para tratar dela ...pelo menos onde moro é segundo a ação que eu ganhei contra ela  ... (Leia Mais)

04.10.2019 17:15 GMT· 1 · Responder
Derisvaldo Paiva
Derisvaldo Paiva

a Oi é uma péssima empresa ...desacreditada   ... (Leia Mais)

04.10.2019 17:14 GMT· 1 · Responder
Gabriel Silva
Gabriel Silva

eu já tinha comprado, se eu tivesse mais dinheiro, compraria mais   ... (Leia Mais)

04.10.2019 16:46 GMT· 4 · Responder
tiago silva
tiago silva

Em tudo que tenho lido a OiBr3 e 4 só é listada na bolsa a parte do RJ que são a estrutura de internet fixa e a móvel não faz parte, que é a de Brasília. Procede estas informações? Se for isso mesmo, será que por isso não sobe? Pois ninguém vê valor agregado em suas estruturas dado ao avanços de novas concorrentes menores em cidades nos interiores do país.  ... (Leia Mais)

04.10.2019 16:42 GMT· 1 · Responder
Weslley Pereira
Weslley Pereira

A notícia só chega depois pra nós. Realmente é bem curioso isso...  ... (Leia Mais)

04.10.2019 16:40 GMT· Responder
Julio Cezar Cechinel Filho
Julio Cezar Cechinel Filho

Engraçado que subiu ontem antes de qualquer informação oficial. Famoso engana trouxa.  ... (Leia Mais)

04.10.2019 16:37 GMT· 1 · Responder
Tiago Menegatti
Tiago Menegatti

Ta uma bos.. isso essa mer... não sobe mais mas nem a pau com tudo que estão ajudando nem mexe. Olha tenho ações dele confesso mas ja duvido que va subir pq tudo que ja foi feito e nada se fosse outra empresa que tivesse acontecido a aprovação desta lei as ações ja tinha ido para lua, então acho difícil subir ja era  ... (Leia Mais)

04.10.2019 16:32 GMT· 1 · Responder
Carlos Ortega
Carlos Ortega

O referido senador tem mandato para negociar a Oi com os Chineses? Esse Lauro Jardim é RP da Oi? Quanta besteira em uma mesma matéria.  ... (Leia Mais)

04.10.2019 15:43 GMT· Responder
crlobo lobo
crlobo lobo

O tal negociador não sabe nem o Portugues direito, qual a probabilidade dele negociar a Oi com a China?  ... (Leia Mais)

04.10.2019 15:35 GMT· Responder
Fernando Araujo
Fernando Araujo

Quem disse que a Oi precisa ser vendida?! kkkk  ... (Leia Mais)

04.10.2019 15:28 GMT· Responder
SidneyPalmeira
SidneyPalmeira

A exemplo da Braskem, pra quem compra, vale mais deixar sangrar e comprar a preço de banana, ou fatiar a empresa e comprar somente o que presta.  ... (Leia Mais)

04.10.2019 15:19 GMT· Responder
Elias Jamil Accaoui
Elias Jamil Accaoui

Agora ela vem a 0,70 de novo   ... (Leia Mais)

04.10.2019 15:15 GMT· 1 · Responder
Renato Porto
Renato Porto

Continuam puxado pra baixo....! Fazem questão de frisar a afirmação do senador Flavio Bolsonaro, como sendo algo prejudicial. Pensem bem...: Um negócio dessa vultuosidade, bilhões e bilhões de dólares. Alguém acha realmente que o cara vai voltar da china dizendo que os chineses estão loucos para comprar a Oi? Na minha opinião, um negocio desse tamanho, não existe probabilidade baixa ou alta. O que existe é se tem ou não probabilidade. Nesse caso, ainda na minha opinião, se há probabilidade baixa é porque há probabilidade!!!!! Vamos em frente!!!!!!  ... (Leia Mais)

04.10.2019 14:59 GMT· 1 · Responder
Joliveira
Joliveira

Eu Sabia.. sempre tem algo no final da reportagem pra desvalorizar a OIBR... Imagina O Presidente que não é lá fã da emissora, que passa o tempo inteiro descendo o pau neles. Falar sobre a relação da Oi com os Chineses..kkk  ... (Leia Mais)

04.10.2019 14:59 GMT· Responder
gabigabi Menegatti
gabigabi Menegatti

Ba nem aprovando as ações não sobem ta feio o negócio   ... (Leia Mais)

04.10.2019 14:58 GMT· Responder
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

Negociar instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve riscos elevados, inclusive o risco de perder parte ou todo o valor do investimento, e pode não ser algo indicado e apropriado a todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos, como eventos financeiros, regulatórios ou políticos. Negociar com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir operar e negociar instrumentos financeiros ou criptomoedas, você deve se informar completamente sobre os riscos e custos associados a operações e negociações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, nível de experiência e apetite de risco; além disso, recomenda-se procurar orientação e conselhos profissionais quando necessário.
A Fusion Media gostaria de lembrar que os dados contidos neste site não são necessariamente precisos ou atualizados em tempo real. Os dados e preços disponíveis no site não são necessariamente fornecidos por qualquer mercado ou bolsa de valores, mas sim por market makers e, por isso, os preços podem não ser exatos e podem diferir dos preços reais em qualquer mercado, o que significa que são inapropriados para fins de uso em negociações e operações financeiras. A Fusion Media e quaisquer outros colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo não são responsáveis por quaisquer perdas e danos financeiros ou em negociações sofridas como resultado da utilização das informações contidas neste site.
É proibido utilizar, armazenar, reproduzir, exibir, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste site sem permissão explícita prévia por escrito da Fusion Media e/ou de colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados aos colaboradores/partes fornecedoras de conteúdo e/ou bolsas de valores que fornecem os dados contidos neste site.
A Fusion Media pode ser compensada pelos anunciantes que aparecem no site com base na interação dos usuários do site com os anúncios publicitários ou entidades anunciantes.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Português (Portugal) Polski Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 中文 香港 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
Salvando Alterações

+